ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Alexandre Wada

Tratamento da ptose mamária e hipomastia utilizando técnica de mamoplastia com pedículo súpero-medial e implante mamário

Alexandre Wada; Lincoln Saito Millan; Samuel Terra Gallafrio; Rolf Gemperli; Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):576-583 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O tratamento da ptose mamária com hipomastia utilizando técnica de mastopexia associada a implante mamário em um tempo cirúrgico é frequentemente associado a potenciais complicações mais graves do que quando se utilizam os métodos separadamente. Na literatura, a incidência relatada de complicações é semelhante à de procedimentos realizados em dois tempos cirúrgicos. Vários autores descrevem padronizações e cuidados específicos que possibilitam a utilização dessa combinação de técnicas com segurança. O objetivo deste trabalho é relatar técnica operatória para aumento mamário em pacientes com ptoses mamárias, analisando a incidência de complicações e revisões cirúrgicas. MÉTODO: Foi avaliada a incidência de complicações e revisões cirúrgicas de 27 pacientes submetidas a mastopexia com implante mamário em um tempo cirúrgico utilizando técnica de pedículo súpero-medial, operadas entre 2005 e 2010. RESULTADOS: Não foram observadas complicações imediatas que levassem a reoperações precoces. Três (11,1%) pacientes apresentaram pequenas deiscências de sutura na junção do "T" invertido, com resolução espontânea. Uma (3,7%) paciente apresentou contratura capsular, 1 ano após a operação. Quatro (14,8%) pacientes foram submetidas a revisões cirúrgicas de cicatrizes. História prévia de tabagismo aumentou em 4 vezes a incidência de deiscências de suturas e, em 2 vezes, o índice de revisões cirúrgicas de cicatrizes, porém sem diferença estatisticamente significante. CONCLUSÕES: A técnica de mastopexia associada a implante mamário utilizando técnica de pedículo súpero-medial foi eficaz e segura para o tratamento da ptose mamária com hipomastia.

Palavras-chave: Mama/cirurgia. Implante mamário. Mamoplastia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: One-stage treatment of breast ptosis with hypomastia using mastopexy techniques combined with breast augmentation is often believed to have the potential for more serious complications than when the procedures are performed separately. However, available data show that the incidence of complications associated with the combined treatment is similar to that of both procedures performed separately. Several authors have developed standard and specific care techniques that facilitate the safe use of this combined technique. The aim of this study is to describe the surgical technique used for breast augmentation in patients with breast ptosis, as well as the incidence of complications and surgical revision. METHODS: The incidence of complications and surgical revision was analyzed in 27 patients who underwent one-stage mastopexy combined with breast augmentation using the superomedial pedicle technique, between 2005 and 2010. RESULTS: There were no immediate complications that required early reoperations. Three (11.1%) patients had slight dehiscence of the suture at the inverted-T junction, with spontaneous resolution. One (3.7%) patient developed capsular contracture 1 year after the operation. Four (14.8%) patients underwent scar revision procedures. A history of smoking was associated with a four-fold increase in the incidence of suture dehiscence and doubled the number of scar revision procedures; however, the difference was not statistically significant. CONCLUSIONS: The mastopexy technique combined with breast augmentation using the superomedial pedicle technique was effective and safe for the treatment of breast ptosis with hypomastia.

Keywords: Breast/surgery. Breast implantation. Mammaplasty.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons