ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 7 de 7 resultado(s)

Busca por : Alcides Martins Arruda

Mamoplastia redutora pela técnica de pedículo inferior: estudo descritivo

Elson Taveira Adorno Filho; Kleder Gomes de Almeida; Alcides Martins Arruda; Aline Souza Kracik; Gustavo de Sousa Marques Oliveira; Gabriel Rahal Costa; Liva Helena Ferreira Tuluche
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):525-530 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia redutora utilizando pedículo inferior incluindo complexo aréolopapilar é muito utilizada na América do Norte, mas pouco difundida no Brasil. Sua principal vantagem é a utilização em grandes ptoses mamárias, mantendo a sensibilidade da aréola. OBJETIVO: O objetivo é descrever as características pré e pós-operatórias de pacientes submetidos a mamoplastia redutora pela técnica do pedículo inferior areolado na Santa Casa de Campo Grande - MS em 2013. MÉTODO: Entrevista, exame físico e dados de prontuário das pacientes operadas por esta técnica nessa instituição no ano de 2013. RESULTADOS: Foram avaliadas 40 pacientes, sendo que a idade variou de 21 a 68 anos, com média de 40,62 anos. As comorbidades relatadas foram hipertensão arterial sistêmica, diabetes, retocolite ulcerativa, hérnia de disco e distúrbio de ansiedade. O peso médio de tecido mamário ressecado foi 600,6g na mama direita e 609,6g na mama esquerda. Dentre as queixas pré-operatória, a mais comum foi a lombalgia, seguida por dor nos ombros. As mais frequentes complicações no pós-operatório recente foram a deiscência do ponto médio da vertente (10%) e o hematoma (5%).O tipo de Anestesia predominante foi a anestesia geral. Todas as pacientes apresentaram displasias benignas da mama nos histopatológicos de pós-operatórios. CONCLUSÃO: A técnica do pedículo inferior areolado mostrou-se adequada para o tratamento de grandes hipertrofias e ptoses mamárias.

Palavras-chave: Mama; Cirurgia plástica; Mamoplastia redutora; Irrigação sanguínea.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Reduction mammaplasty with the inferior pedicle nipple-areolar technique is widely used in North America but not in Brazil. Its main advantage lies in maintaining the sensitivity of the areola in large mammary ptoses. To describe the preoperative and postoperative characteristics of patients who underwent reduction mammaplasty with the inferior pedicle nipple-areolar technique at the Santa Casa de Campo Grande - MS in 2013. METHOD: We performed interview, physical examination, and review of medical records of patients operated by using this technique at this institution in 2013. RESULTS: Forty patients were evaluated. Their ages ranged from 21 to 68 years, with a mean of 40.62 years. The comorbidities reported were hypertension, diabetes, ulcerative colitis, disc herniation, and anxiety disorder. The average weight of resected tissue was 600.6 g from the right breast and 609.6 g from the left breast. The most common presurgery complaint was low back pain, followed by shoulder pain. The most frequent complications in the early postoperative phase were dehiscence of the mid-point of the strand (10%) and hematoma (5%). The predominant type of anesthesia was general anesthesia. All patients showed benign breast dysplasia in the postoperative histopathological examination. CONCLUSION: The inferior pedicle nipple-areolar technique was adequate for the treatment of major hypertrophies and mammary ptoses.

Keywords: Breast cancer; Plastic surgery; Reduction mammaplasty; Blood irrigation.

 

Tratamento de ptose palpebral congênita pela técnica de Lester Jones

Tatyanne Ferreira da Silva; Alcides Martins Arruda; Fabio Tacla Saad; Marina Buinain Balbuena; Bruno Barros de Azevedo Coutinho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):575-577 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A ptose palpebral ou blefaroptose caracteriza-se pela disfunção, ou inabilidade do paciente em realizar a abertura da fenda palpebral de maneira normal. Geralmente é decorrente do acometimento do músculo levantador da pálpebra; a forma congênita ocorre em 60% a 70%. No presente trabalho é descrito um caso de ptose palpebral congênita moderada em uma paciente de nove anos, com boa função do músculo levantador da pálpebra, em olho esquerdo. A paciente foi submetida a tratamento cirúrgico pela técnica de Lester Jones, indicada nos casos de ptose de grau moderado, apresentando um resultado estético e funcional satisfatório.

Palavras-chave: Blefaroptose congênita; Músculo levantador da pálpebra; Lester Jones.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Palpebral ptosis or blepharoptosis is characterized by the dysfunction or inability of the patient to normally open the palpebral fissure. Usually, it is due to the involvement of the eyelid levator muscle. The congenital form occurs in 60%-70% of cases. In this study, we describe a case of moderate congenital palpebral ptosis in a 9-year-old patient who presented with a good eyelid levator muscle function in the left eye. The patient underwent surgical treatment with the Lester Jones technique, as indicated for cases of moderate ptosis, and achieved satisfactory aesthetic and functional results.

Keywords: Congenital Blepharoptosis; Eyelid levator muscle; Lester Jones.

 

Reconstrução de dorso nasal: relato de caso

Gustavo de Sousa Marques Oliveira; Alcides Martins Arruda; Tatyanne Ferreira da Silva; Fabio Tacla Saad; Gabriel Rahal Costa; Elson Taveira Adorno Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):315-318 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O dorso nasal é um local comum para o desenvolvimento de neoplasias cutâneas, predominantemente o epitelioma basocelular. Em 1964, Barsky preconiza um retalho quadrangular do dorso nasal, com base na região glabelar, utilizando somente pele da região dorsal. Baseava-se em um procedimento simples recobrindo áreas cruentas até a ponta nasal, resultando em cicatrizes pouco perceptíveis. RELATO DE CASO: Paciente de 82 anos procurou o Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian apresentando lesão em dorso nasal de aproximadamente 3 × 2 cm, ulcerada com base eritematosa e limites mal definidos. A técnica utilizada para correção da perda de substância foi o deslizamento de um retalho frontoglabelar com pedículo randomizado. A paciente evoluiu com viabilidade do retalho, apresentando restauração do dorso nasal e resultado estético satisfatório. CONCLUSÃO: Em decorrência da cor e textura adequadas da pele desta região, o retalho frontoglabelar é reconhecidamente uma excelente área doadora para cobertura do dorso do nariz.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Epitelioma basocelular; Nariz/anatomia & histologia; Deformidades adquiridas nasais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The nasal dorsum is a common location for the development of cutaneous tumors, predominantly basal cell epithelioma. In 1964, Barsky recommended a quadrangular flap for coverage of the nasal dorsum, taken from the glabellar region, to most closely match the skin of the dorsal region. This was based on a simple procedure for covering raw areas up to the nasal tip, resulting in less noticeable scars. CASE REPORT: An 82-year-old woman presented to the Plastic Surgery Service of the University Hospital Maria Aparecida Pedrossian with a lesion on the nasal dorsum of approximately 3 x 2 cm, ulcerated with an erythematous base, and ill-defined limits. A fronto-glabellar sliding flap was used to correct the loss of substance. The patient progressed with flap viability, restoration of the nasal dorsum, and satisfactory esthetic results. CONCLUSION: Owing to the color and texture of the skin from this region, the fronto-glabellar flap is an excellent donor area for coverage of the nasal dorsum.

Keywords: Surgical flaps; Basal cell epithelioma; Nose anatomy & histology; Acquired nasal deformities; Reconstructive surgical procedures.

 

Reconstrução de dorso do pé com retalho supramaleolar lateral de fluxo reverso em menor de 4 anos de idade

Fábio Tacla Saad; Kleder Gomes de Almeida; Paulete Yuri Nnukariya Gomes de Almeida; Tatyanne Ferreira da Silva; Marina Buainain Balbuena; Bruno Barros Azevedo Coutinho; Gabriel Rahal Costa; Gustavo de Sousa Marques Oliveira; Alcides Martins Arruda
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(2):324-328 - Relato de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Lesões em terço distal da perna podem deixar expostas áreas nobres, que devem ser recobertas. O retalho supramaleolar lateral faz parte de uma série de retalhos descritos na última década, é fasciocutâneo elevado no aspecto lateral da perna inferior, sendo empregado como um retalho pediculado com base distal. O objetivo do presente relato de caso é apresentar os resultados cirúrgicos e a eficácia do retalho supramaleolar lateral em lesões extensas no membro inferior com perdas de substâncias significativas em criança de 4 anos. RELATO DE CASO: Paciente A.K.E.S., sexo feminino, foi internada há 13 anos, vítima de atropelamento, com lesão extensa em dorso de pé esquerdo com exposição de áreas nobres de aproximadamente seis centímetros de diâmetro. Após desbridamento, no quinto dia foi realizada cobertura da lesão com retalho fasciocutâneo supramaleolar lateral. A paciente teve alta para acompanhamento ambulatorial, evoluindo sem intercorrência. Ela retornou ao serviço apenas 13 anos após com sobrepeso e reclamando do aumento de volume no dorso do pé. Foi realizada lipectomia do terço distal do retalho, evoluindo sem intercorrência. Um segundo procedimento do terço proximal foi programado para seis meses após. DISCUSSÃO: Lesões no terço distal da perna podem expor áreas nobres. Os retalhos supramaleolar lateral, sural e de perfurantes pediculados possuem aplicações semelhantes, mas apresentam peculiaridades técnicas individuais. Como vantagens no retalho supramaleolar lateral: não há necessidade de microanastomoses, é rápido para ser executado e simula a área receptora em várias características locais. CONCLUSÃO: É um retalho de maior facilidade de execução e reprodutível, podendo ser realizado em crianças menores de 5 anos. Tem sua aplicação como alternativa para lesões em terços inferiores da perna, tornozelo e pé.

Palavras-chave: Retalhos cirúrgicos; Extremidade inferior; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Traumatismos da perna.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Injuries in the distal third of the leg may expose noble areas that should be covered. The lateral supramalleolar flap is one of a series of flaps described in the last decade; it is an elevated fasciocutaneous flap in the lateral aspect of the lower leg, and is employed as a distally based pedicled flap. The purpose of this case report is to present the surgical results and the effectiveness of the lateral supramalleolar flap in extensive lower limb injuries with significant loss of substance in a 4-year-old child. CASE REPORT: Patient A. K. E. S., a girl, was admitted 13 years previously. She had been in an accident, and had extensive injuries on the dorsum of the left foot, with exposure of noble areas approximately 6 cm in diameter. After debridement, lesion coverage was performed on the fifth day by using a fasciocutaneous lateral supramalleolar flap. The patient was discharged for outpatient monitoring and progressed without complication. She only returned to the hospital 13 years later, overweight and complaining of swelling on the dorsal aspect of the foot. Lipectomy of the distal third of the flap was performed, with uncomplicated progress. A second procedure for the proximal third was scheduled six months later. DISCUSSION: Injuries in the distal third of the leg may expose noble areas. Lateral supramalleolar, sural, and pedicled perforating flaps have similar applications, but show individual technical peculiarities. The lateral supramalleolar flap has no need for microsurgery, is rapidly performed, and simulates the receiving area while considering several local characteristics. CONCLUSION: This flap is easily implemented and reproducible, and can be used in children younger than 5 years of age. It is an alternative for injuries in the lower third of the leg, the ankle, and the foot.

Keywords: Surgical flaps; Lower extremity; Reconstructive surgical procedures; Leg injuries.

 

Reconstrução nasal com emprego de retalho médio-frontal

Rodrigo Anache Anbar, Alcides Martins Arruda, Gilberto de Carvalho Reis, Lucilene dos Santos, Rafael Anache Anbar
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):208-210 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: O nariz representa um dos centros mais importantes de atenção visual na face, e é particularmente muito vulnerável aos traumas. A anatomia única do nariz, associada a sua importância estética e funcional, faz com que a sua reconstrução seja um desafio gratificante ao cirurgião plástico. A reconstrução nasal é também um procedimento estético, no qual o bom resultado não depende só da restauração da anatomia, mas da sua correta forma. Com boa vascularização e próxima do nariz, a região frontal é sabidamente a melhor área doadora para reconstrução nasal. Sua coloração e textura semelhantes à região nasal e a deformidade mínima na área doadora permitem resultados esteticamente satisfatórios. Relato do caso: Os autores relatam um caso de reconstrução nasal pós-trauma por serra elétrica, com enxertia óssea da crista ilíaca no primeiro tempo, rotação de retalho médio frontal no segundo tempo, seguido de enxertia da área doadora em terceiro tempo. Relatam o procedimento e a qualidade estética alcançada.

Palavras-chave: Nariz/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Rinoplastia. Traumatismos faciais.

 

ABSTRACT

Introduction: The nose renders one of the centers more essentials of attention visual on face, and is particularly a good deal vulnerable on the traumas. The singular anatomy of the nose associate at its importance aesthetic and functional make with your rebuilding may be a challenge gratify to the plastic surgeon. The reconstruction nasal is also an aesthetic procedure, on which the good result no depends only from restoration from anatomy, but from proper forms. With good vascularization and next of the nose, the region dense is known very best area donor to rebuilding nasal. Your coloration and texture similar of the region nasal and the deformity minimum on area donor allows results aesthetically satisfactory. Case report: The authors report a case of nasal reconstruction, after trauma with saw electric, with grafted bony from cockscomb iliac at the first time, rotation of the forehead flap at the second time, followed by grafted from area donor at third time. They relate the procedure and the quality aesthetic reached.

Keywords: Nose/surgery. Surgical flaps. Rhinoplasty. Facial injuries.

 

Tratamento cirúrgico de sequela de lábio leporino bilateral com emprego de retalho de Abbé

Gilberto de Carvalho Reis Filho, Alcides Martins Arruda, Chreichi Lopes de Oliveira, Lucilene dos Santos, Rodrigo Anache Anbar
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):398-400 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Relato de caso de paciente do sexo feminino, 15 anos, que após ser submetida à correção de lábio leporino bilateral há 8 anos, evoluiu com sequela ocasionada pela diminuição do comprimento horizontal do lábio superior. Essa desproporção do lábio superior acarretou alterações estéticas e funcionais relativas a fonação, alimentação e sorriso. Essas alterações foram acentuando-se com o passar dos anos, comprometendo o convívio social. No presente relato de caso, os autores demonstram uma opção cirúrgica - o retalho de Abbé - para correção de tal sequela, que consiste na reconstrução de defeitos do lábio superior utilizando retalho de lábio inferior, apresentando resultado funcional adequado, com preservação da estética facial.

Palavras-chave: Fenda labial. Lábio/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Anormalidades da boca.

 

ABSTRACT

Case report of female patient, 15 years, after that be subjected to correction of bilateral cleft lip 8 years ago, developed with sequel called lip tight. The disproportion of the upper lip resulted in functional and cosmetic changes, such as speech, food and smile. These changes have been emphasizing over the years compromising social coexistence. In this case report, the authors demonstrate a surgical option - Abbé flap - to correct this sequel, which is the reconstruction of defects of the upper lip using flap of lower lip, giving appropriate functional outcome with preservation of facial esthetics.

Keywords: Cleft lip. Lip/surgery. Surgical flaps. Mouth abnormalities.

 

Tratamento cirúrgico da fissura craniofacial da linha média

Rafael Anache Anbar, Alcides Martins Arruda, Gilberto de Carvalho Reis, Lucilene dos Santos, Rodrigo Anache Anbar
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):401-403 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

As fissuras craniofaciais constituem anomalias congênitas raras. Localizam-se em determinadas linhas através das pálpebras, sobrancelhas, narinas, lábios e maxilas, atingindo partes moles e ósseas. São de etiologia ainda desconhecida. A classificação mais utilizada para as fissuras raras de face é a de Tessier. É baseada em relações anatômicas obtidas em observações clínicas e achados pós-operatórios. As fissuras números 0 e 14 situam-se na linha média do crânio e da face. Podem-se apresentar como uma fissura com as características de excesso de tecido ou agenesia dos mesmos. O correto diagnóstico é fundamental para abordagem cirúrgica. O tratamento é baseado em sutura dos tecidos moles, em três planos: cutâneo, muscular e mucoso; zetaplastias; tratamento ortodôntico; enxertos ósseos, quando necessário. Os autores descrevem o caso de um paciente de 2 anos e 3 meses, sexo masculino, apresentando fissuras 0 e 14 de Tessier. A primeira abordagem baseou-se no tratamento do defeito das partes moles dessas fissuras, sendo realizada em dois tempos cirúrgicos.

Palavras-chave: Anormalidades craniofaciais. Face/anormalidades. Anormalidades congênitas/classificação.

 

ABSTRACT

The clefts craniofacial constitute congenital rare anomalies. They are located in determined lines through the eyelids, eyebrows, nostrils, lips and jawbones, reaching soft and bone parts. They are of unknown etiology. The classification most used for the rare clefts of face is it of Tessier. It is based on anatomical relations obtained in clinical observations and post-operative finds. The clefts numbers 0 and 14, positions himself in the middle line of the skull and of the face. Can be present the characteristics is excess of tissue or the lack of the same. The correct diagnose is essential for the surgical approach. The treatment is based on suture of the soft cloths, on three plans: cutaneous, muscular and mucous; Zplasty; treatment toothing; bone grafts, when necessary. The authors describe the case of a 2-year-old patient and 3 months, masculine, 0 and 14 showing cracks of Tessier. The first correction was based on the treatment of soft tissue defect of these cracks, planned in two surgical times.

Keywords: Craniofacial abnormalities. Face/abnormalities. Congenital abnormalities/classification.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons