ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 24 resultado(s)

Busca por : Queimadurascomplicações; Amazônia; Epidemiologia; eOacute;bito

Perfil epidemiológico da criança e do adolescente com fissura oral atendidos em um centro de referência em Curitiba, PR, Brasil

Alinne Villela Vendramin; Camilla Luiza von Steinkirch; GabrielaTubino Czarnobay; Maria Gabriela Rego Montanha Rebello; William Skronski Ton; Marco Aurélio Gamborgi; Renato Nisihara
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):321-327 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A fissura oral é a segunda maior causa de anomalias congênitas e representa a principal alteração craniofacial em nascidos vivos. O objetivo do presente estudo foi determinar os dados epidemiológicos do Centro de Atenção Integral ao Fissurado Labiopalatal, no período entre janeiro de 2011 e dezembro de 2014. MÉTODOS: Estudo retrospectivo utilizando prontuários clínicos. Foram avaliados 1262 prontuários de pacientes portadores de fissura oral. Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, 52,7% prontuários foram incluídos no estudo. RESULTADOS: Entre os 666 prontuários, 57,4% foram do gênero masculino e 42,6% do feminino. Verificou-se que 34,8% dos pacientes apresentaram fissuras transforame, 27,2% fissuras pré-forame, 25,8% fissuras pós-forame e 12,2% outros tipos de fissuras. Pacientes oriundos de Curitiba e Região Metropolitana correspondem a 36,6%, aqueles do Interior do Paraná abrangem 61% dos atendimentos no Centro de Atenção. As medianas de idade na primeira consulta, entre os pacientes de Curitiba e Região Metropolitana e do Interior do Paraná, são de 1 mês e 2 meses, respectivamente. E a primeira cirurgia, realizada no Centro de Atenção, foi em torno de 6 meses, nos pacientes de Curitiba e Região Metropolitana, e de 7 meses naqueles oriundos do Interior do Paraná. CONCLUSÃO: Verificou-se predomínio de fissuras em meninos e maior frequência da fissura pós-forame incompleta. Observou-se que, apesar da distância, as crianças oriundas do Interior do Paraná realizaram a cirurgia de correção e chegaram ao centro de referência com apenas um mês de diferença em relação aquelas da cidade sede do Centro de Atenção Integral ao Fissurado Labiopalatal.

Palavras-chave: Epidemiologia; Fenda labial; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Oral cleft is the second major cause of congenital anomalies and represents a major craniofacial alteration in live births. The objective of this study was to analyze the epidemiological data collected from the Center for Comprehensive Care to Individuals with Cleft Lip and Palate in the period from January 2011 to December 2014. METHODS: This retrospective study evaluated 1,262 medical records of patients with an oral cleft. After applying the inclusion and exclusion criteria, 52.7% of the medical records were included in the study. RESULTS: Among the 666 medical records, 57.4% were of male patients and 42.6% were of female patients. Of these, 34.8% of the patients had a trans-foramen cleft, 27.2% had a pre-foramen cleft, 25.8% had a post-foramen cleft, and 12.2% had another type of cleft. Patients from Curitiba and the metropolitan region constituted 36.6% of the cases, and patients from rural areas of Paraná represented 61% of the visits to the care center. The median age at the first visit of the patients from Curitiba/metropolitan region and rural areas of Paraná was 1 and 2 months, respectively. The first surgery was performed at the care center at the age of 6 months in patients from Curitiba and metropolitan region and 7 months in patients from rural areas of Paraná. CONCLUSION: There was a predominance of boys and a higher prevalence of incomplete post-foramen clefts in the total population. Despite the long distance to the care center, children from rural areas of Paraná underwent the correction surgery and were treated at the referral center with an age difference of only 1 month compared with patients who lived in Curitiba, where the care center is located.

Keywords: Epidemiology; Cleft lip; Reconstructive surgery.

 

Perfil epidemiológico dos pacientes portadores de fissuras labiopalatinas atendidos por equipe cirúrgica de referência no Estado do Amazonas

Karla Melina Gonzales Alarcón; Álvaro Júlio De Andrade Sá
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):486-490 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As fissuras labiopalatinas são malformações congênitas e, no Brasil, estima-se a ocorrência de 1:650 nascimentos. A classificação adotada é a de Spina. A queiloplastia e a palatoplastia são as principais cirurgias executadas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo descritivo com obtenção de dados a partir do sistema Smile Train Express referente a pacientes com fissura labiopalatina atendidos por equipe cirúrgica de referência entre 1 de março de 2014 e 1 de dezembro de 2016. RESULTADOS: Foram identificados 477 pacientes, predominando o sexo masculino e os dois primeiros anos de vida na admissão. A fissura mais prevalente foi transforame e unilateral esquerda. O tratamento cirúrgico mais frequente foi a queiloplastia. CONCLUSÕES: O padrão epidemiológico está em consonância com a literatura nacional.

Palavras-chave: Fissura palatina; Fenda labial; Anormalidades maxilofaciais; Epidemiologia; Classificação.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Orofacial clefts are congenital malformations with an estimated occurrence of 1:650 births in Brazil. The most widely adopted classification system in that country is the method developed by Spina, and cheiloplasty and palatoplasty are the main surgeries performed. METHODS: This was a retrospective descriptive study using data collected from the Smile Train Express organization regarding patients with orofacial clefts treated by a reference surgical team between March 1, 2014 and December 1, 2016. RESULTS: A total of 477 patients were identified, predominantly male and in the first two years of life at admission. The most prevalent type of malformation was left unilateral transforamen cleft. The most frequent surgical treatment was cheiloplasty. CONCLUSIONS: The epidemiological pattern is consistent with the findings described in the national literature.

Keywords: Orofacial cleft; Cleft lip; Maxillofacial abnormalities; Epidemiology; Classification.

 

Melanoma Cutâneo: aspectos clínicos, epidemiológicos e anatomopatológicos de um centro de formação em Belo Horizonte

Izabella Costa Araujo; Clênio Martins de Souza Coelho; Gustavo Augusto Matos Saliba; Patrícia Cordeiro Lana; Augusto César de Melo Almeida; Nárlei Amarante Pereira; Rebeca Paohwa Liu da Fonseca; Aloísio Ferreira da Silva Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):497-503 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O melanoma cutâneo maligno (MCM) constitui cerca de 5% dos tumores cutâneos malignos e apresenta crescente incidência e alta letalidade. O objetivo deste estudo é rever as características clínicas, epidemiológicas e anatomopatológicas do MCM em pacientes tratados nos serviços de Cirurgia Plástica e Anatomia Patológica de um hospital geral. MÉTODO: Dados de 45 pacientes, correspondendo a 47 lesões, tratados entre 2011 e 2013, foram revisados. Estudou-se: gênero e idade dos pacientes, localização e características histopatológicas das lesões. RESULTADOS: Vinte e quatro pacientes eram do gênero masculino e 21 do feminino. A média de idade à consulta foi de 61,9 anos. Vinte e quatro neoplasias localizaram-se nas extremidades, 14 acometeram o tronco e nove a face. Quanto ao diagnóstico histológico, 34,0% dos tumores consistiu-se em melanoma in situ e 66,0% em melanoma invasor. Neste grupo, 14 lesões correspondiam ao tipo nodular, 12 ao extensivo superficial, três ao acral lentiginoso e dois ao lentigo maligno. A biópsia de linfonodo sentinela foi realizada em 14 melanomas invasores, com positividade em quatro procedimentos. Dentre as linfadenectomias realizadas, quatro mostraram-se positivas para metástase. No momento do diagnóstico, quatro pacientes apresentavam metástase em trânsito e três com metástase linfonodal. Recidiva tumoral local foi verificada em dois casos. Em relação ao estadiamento, 14 pacientes encontravam-se no estádio 0, 11 no I, 10 no II e 10 no III. CONCLUSÃO: Os dados deste estudo corroboram os achados da literatura. O diagnóstico e tratamento cirúrgico precoce permanecem o melhor caminho para o aumento da sobrevida.

Palavras-chave: Melanoma; Melanoma maligno; Epidemiologia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Malignant cutaneous melanoma (MCM) comprises nearly 5% of all malignant cutaneous tumors and shows increasing incidence and a high mortality. The objective of this study is to review the clinical, epidemiological, and anatomopathological characteristics of MCM in patients treated at the plastic surgery and pathological anatomy services of a general hospital. METHOD: Data corresponding to 47 lesions from 45 patients treated between 2011 and 2013 were reviewed. We analyzed the sex and age of patients, as well as the site and histopathological characteristics of the lesions. RESULTS: A total of 24 patients were men and 21 were women. Their average age at the medical appointment was 61.9 years. Twenty-four neoplasias were in the extremities, 14 in the torso, and 9 in the face. Concerning histological diagnosis, 34.0% of the tumors were in situ melanoma and 66.0% were invasive melanoma. In the latter group, 14 lesions corresponded to the nodular melanoma type, 12 to the superficial spreading, three to the acral lentiginous, and two to the malignant lentigo melanoma type. Sentinel node biopsy was performed in 14 invasive melanomas, with 4 being positive. Among the lymphadenectomies performed, four were positive for metastasis. At diagnosis, four patients showed in-transit metastasis, whereas three patients had lymph node metastasis. Local tumor relapse was observed in two cases. Concerning tumor staging, 14 patients were in stage 0, 11 in stage I, 10 in stage II, and 10 in stage III. CONCLUSION: The data from this study support the findings described in the literature. Early diagnosis and surgical treatment remain the best way to increase survival.

Keywords: Melanoma; Malignant melanoma; Epidemiology.

 

Epidemiologia das queimaduras no estado de Minas Gerais

Carlos Eduardo Guimarães Leão; Elton Silva de Andrade; Dreyfus Silva Fabrini; Ricardo Araújo de Oliveira; Giselle Lelis Burgarelli Machado; Leandro Costa Gontijo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(4):573-577 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Queimaduras são lesões aos tecidos orgânicos causadas por agentes externos, com destruição do revestimento epitelial. O objetivo deste estudo é divulgar o perfil epidemiológico das queimaduras do maior centro de queimados da América Latina, localizado no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, MG, Brazil. MÉTODO: Foi criado um banco de dados com 687 pacientes internados no Hospital João XXIII, no período de fevereiro de 2009 a julho de 2010, incluindo identificação dos pacientes, etiologia da queimadura, superfície e áreas queimadas, intencionalidade, tempo de internação e perfil dos óbitos, entre outros dados. RESULTADOS: A maioria dos pacientes internados era do sexo masculino (62,5%), com média de idade de 29 anos, sendo 66% provenientes de Belo Horizonte e 34%, do interior ou de outros estados. O álcool foi o agente etiológico mais frequente (34,4%), o causador das queimaduras mais extensas (média de 28% de superfície corporal queimada) e o maior responsável pelos óbitos (52,7%). Quanto à intencionalidade, 79% foram queimaduras acidentais, seguidas pelas tentativas de autoextermínio (12%) e agressão (9%). A média do tempo de internação foi de 23,5 dias, com taxa de mortalidade de 16,3%, que vem caindo progressivamente. Foram realizados 984 desbridamentos e 584 enxertias durante o período de acompanhamento. CONCLUSÕES: Os dados obtidos são similares aos disponíveis na literatura e evidenciam a importância da prevenção e da fiscalização na forma de comercialização dos produtos inflamáveis para diminuir a morbidade e a mortalidade causadas pelas queimaduras, uma vez que a maioria é acidental e decorrente do álcool líquido.

Palavras-chave: Queimaduras/epidemiologia. Unidades de queimados/estatística & dados numéricos. Etanol.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Burns are lesions to organic tissues caused by external agents, resulting in destruction of the epithelial covering. This study aims to clarify the epidemiological profile of burns at Hospital João XXIII, Belo Horizonte, MG, Brazil - the largest center for burn care in Latin America. METHODS: A database of 687 patients admitted to Hospital João XXIII from February 2009 to July 2010 was created; it included patient demographics, burn etiology, surface and burned areas, intentionality, time of admission, and death profiles among other data. RESULTS: Most of the admitted patients were male (62.5%), and the mean age was 29 years old; 66% were from Belo Horizonte, and 34% were from the countryside of other states. Alcohol was the most frequent etiologic agent (34.4%), which was responsible for the most extensive burns (average burned body surface: 28%) and responsible for most deaths (52.7%). With regard to intentionality, 79% were accidental burns, followed by suicide attempts (12%) and aggression (9%). The average period of admission was 23.5 days with a mortality rate of 16.3%, which is decreasing progressively. During the monitoring period, 984 debridement and 584 grafting procedures were performed. CONCLUSIONS: The obtained data are similar to those available in the literature. They also evidence the importance of burn prevention and highlight the need to re-examine how flammable products are marketed in order to decrease the morbidity and mortality rates caused by burns, since most burns are accidental and caused by liquid alcohol.

Keywords: Burns/epidemiology. Burn units/statistics & numerical data. Ethanol.

 

Análise do Tratamento do Carcinoma Basocelular

Eduardo Wiethorn Rodrigues; Morghana Ribeiro Moreira; Patrícia Battisti Menegazzo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(4):504-510 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O câncer de pele na população brasileira é a neoplasia mais comum. Localiza-se com mais frequência na face, causando morbidade tanto funcional quanto estética aos pacientes. O tratamento consiste na ressecção oncológica da lesão, preservando a função com a menor deformidade possível. O câncer de pele mais comum é o carcinoma basocelular (CBC), correspondendo entre 70-80% dos casos. MÉTODO: Avaliamos retrospectivamente 73 pacientes com 95 carcinomas basocelulares no período de março de 2010 a maio de 2012. Foram analisados os seguintes critérios: idade, sexo, cor, comorbidades, exposição solar, presença de consulta prévia com dermatologia, localização da lesão, tamanho da lesão, tipo clínico, tipo histológico, tipo de reconstrução, complicações cirúrgicas, margem cirúrgicas, conduta na margem cirúrgica comprometida, anatomopatológico após reintervenção, presença de recidiva e aparecimento de outra lesão primária no mesmo paciente. RESULTADOS: A idade média foi de 60,73 anos. O sexo feminino correspondeu a 56,16%. A Exposição solar foi referida em 73,97% dos casos. O tamanho médio da lesão foi 0,91 cm. O local mais frequente foi a face (71,58%). O retalho local foi utilizado em 54,74% dos casos. O CBC sólido circunscrito foi o mais frequente. As margens comprometidas ocorreram em 8,42% dos casos, demonstrando relação com lesões maiores de 2cm e com o nariz sem significância estatística. CONCLUSÃO: No tratamento do carcinoma basocelular é importante a participação do cirurgião plástico, objetivando a ressecção sob princípios oncológicos, realizando a reparação da área afetada, a manutenção funcional e a menor alteração estética possível.

Palavras-chave: Carcinoma; Terapêutica; Pele; Epidemiologia; Neoplasias cutâneas.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Skin cancer is the most common neoplasm in the Brazilian population. It most frequently presents on the face, causing functional and aesthetic morbidity in patients. Its treatment consists in resection of the lesion while preserving the skin's function with the least possible deformity. The most common skin cancer is basal cell carcinoma (BCC), representing 70-80% of all cases. METHODS: We retrospectively evaluated 73 patients with 95 BCCs from March 2010 to May 2012. The following characteristics were analyzed: age, sex, skin color, comorbidities, sun exposure, prior dermatological consultation, lesion site, lesion size, clinical type, histological type, reconstruction type, surgical complications, surgical margins, management of compromised surgical margins, anatomical pathology after reintervention, recurrence, and appearance of another primary lesion in the same patient. RESULTS: The mean age of the patients was 60.73 years. Female patients accounted for 56.16%. Sun exposure was reported in 73.97% of patients. The mean lesion size was 0.91 cm, and the most common lesion site was the face (71.58%). A local flap was used in 54.74% of cases. Circumscribed solid BCC was the most common type. Compromised margins occurred in 8.42% of cases, demonstrating a relation between lesions >2 cm and the nose but without statistical significance. CONCLUSION: The plastic surgeon plays an important role in the treatment of BCC, aiming to perform resection following oncological principles, repair the affected area, and maintain the skin's functionality with the least possible cosmetic alterations.

Keywords: Carcinoma; Therapy; Skin; Epidemiology; Cutaneous neoplasms.

 

Epidemiologia das Lesões Traumáticas Tardias de Nervo Periférico do Membro Superior

Kátia Tôrres Batista, Carlos Eduardo Fagotti de Almeida
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(1):26-30 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: As lesões de nervo periférico no membro superior são comuns e podem ocasionar graves déficits funcionais com repercussões socioeconômicas. Os estudos epidemiológicos são importantes para a compreensão dos mecanismos e padrões de lesões de nervo. Objetivo: Descrever as lesões traumáticas tardias de nervo periférico no membro superior. Método: Estudo retrospectivo de 538 pacientes apresentando traumatismos no membro superior, atendidos no Hospital Sarah Brasília, no período de janeiro de 2001 a dezembro de 2006. Do total de pacientes, 144 apresentavam lesões de nervo periférico no membro superior, prevalência de 27%. Desses, 70 pacientes, com 89 lesões de nervos submeteram-se ao reparo neural e/ou epineurólise e um à transferência tendínea. Resultados: A maioria das lesões aconteceu em pacientes do sexo masculino, com idade variando de 7 a 69 anos; atingiram o nervo radial em 18 (25%), mediano em 16 (22%), nervo ulnar em 14 (19,4%), mediano e ulnar em 12 (16,7%), mediano, ulnar e radial em cinco (7%) e digital em sete (9,7%). A maioria dos casos foi provocada por objetos cortantes, 49 (68%). Em 27 casos, foi decorrente de acidente de trabalho, seis por acidentes motociclísticos ou automobilísticos e 16 devido a agressão física. Conclusão: Encontrou-se uma alta prevalência de traumatismos de nervo no membro superior atendidos tardiamente. Na metade dos casos haviam lesões associadas e necessitavam intervenção cirúrgica para o reparo neural e programa de reabilitação.

Palavras-chave: Nervos periféricos/lesões. Nervos periféricos/epidemiologia. Traumatismos do braço.

 

ABSTRACT

Introduction: Injuries of the upper limbs peripheric nerves are quite common and may lead to serious functional limitations with socio-economical impact. The epidemiology studies are important for comprehensive the mechanisms and pattern of upper limb nerve injuries. Objective: To describe traumatic late injuries of the peripheric nerve of upper limbs. Methods: Retrospective study of 538 patients, admitted at Sarah Hospital from January 2001 to December 2006 (144 patients with upper limb nerve injury). Only 70, with 89 traumatic nerve injuries, required study for nerve repair and only one require tendon transfer. Results: Most of injuries occured in male patients, with age from 7 to 69 years. We observed frequencies of nerve injuries are radial 18 (25%), median 16 (22%), ulnar nerver 14 (19.4%), median and ulnar 12 (16.7%), median, ulnar and radial 5 (7%) and digital in seven (9.7%). The majority of the cases were due to cutting object (49 cases/68%). In 27 other cases to labor accidents, 6 by motorcicle or car accidentes and 16 by physical struggle. Conclusion: We found a high rate of late treatment of upper limb nerve injuries. Aproximadetly half of the cases other injuries were associated and need surgical intervention for neural repair and rehabilitation program.

Keywords: Peripheric nerves/injuries. Peripheric nerves/epidemiology. Arm injuries.

 

Análise da incidência de úlcera de pressão no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência em Ananindeua, PA

Daniel Augusto dos Santos Soares; Fabiel Spani Vendramin; Lucas Montenegro Duarte Pereira; Priscyla Kowalewski Proença; Mauro Moreira Marques
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(4):578-581 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A úlcera de pressão configura-se como uma das diversas complicações às quais pacientes hospitalizados estão suscetíveis, podendo levar à destruição parcial ou total de estruturas como tecidos cutâneo, subcutâneo e muscular, ossos e articulações. MÉTODO: Estudo do tipo observacional, longitudinal, prospectivo, desenvolvido no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência em Ananindeua, PA, Brasil. Foram coletados dados pertinentes às variáveis sexo, idade (maior ou menor que 60 anos), grau de acometimento e local de acometimento das úlceras de pressão, nos setores Unidade de Terapia Intensiva 1 (UTI 1), Clínica Cirúrgica 1 e Neuroclínica. RESULTADOS: Dentre os 474 pacientes estudados, 17 desenvolveram úlcera de pressão, com maior incidência no sexo masculino (88,2%), em estágio II (41,2%) e na localização sacral (40%). Pacientes com mais de 60 anos de idade apresentaram incidência de 58,8% de úlcera de pressão. CONCLUSÕES: Os dados obtidos neste estudo estão de acordo com os resultados apresentados na literatura. Ressalta-se a necessidade de criação de escalas de risco e medidas preventivas para diminuir a incidência de úlceras de pressão nos hospitais.

Palavras-chave: Úlcera por pressão/epidemiologia. Úlcera cutânea. Incidência.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Pressure ulcers are one of many complications to which hospitalized patients are susceptible. Such ulcers may lead to partial or total destruction of cutaneous, subcutaneous, and muscular tissues, as well as of bones and articulations. METHODS: An observational, longitudinal, and prospective study was carried out at Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência em Ananindeua, PA, Brazil. Relevant data related to gender, age (younger or older than 60 years old), impairment degree, and region of pressure ulcer impairment were collected from Intensive Care Therapy 1 (UTI 1), Surgical Clinic 1, and the Neuro Clinic. RESULTS: Among 474 studied patients, 17 developed pressure ulcers, with greater incidence among male patients (88.2%), at stage II (41.2%) and in the sacral region (40%). Patients aged more than 60 years had an incidence rate of 58.8% for pressure ulcers. CONCLUSIONS: Data obtained in this study are in accordance with the results presented in the literature. It is important to highlight the need for creating risk scales and preventive measures for decreasing the incidence of pressure ulcers in hospitals.

Keywords: Pressure ulcer/epidemiology. Skin ulcer. Incidence.

 

Análise epidemiológica das fraturas faciais em um hospital secundário

Marcos Matias Motta
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(2):162-169 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Os traumas de face são diagnósticos frequentes no pronto-socorro. Suas causas são variadas, sendo as principais a violência e os acidentes de trânsito. Os dados epidemiológicos são importantes para o conhecimento do problema e para contribuir na realização de medidas preventivas, educacionais e técnicas. Objetivo: O objetivo do trabalho foi relatar a experiência do autor no atendimento aos traumatismos de face em um hospital secundário e avaliar as características epidemiológicas durante os primeiros 37 meses do serviço. Método: Estudo observacional, prospectivo, longitudinal dos pacientes atendidos no Pronto-socorro, no período de 1 de março de 2004 a 30 de abril de 2007. Dados dos 136 pacientes do estudo foram registrados em protocolo específico. Resultados: Houve predomínio do sexo masculino (76%) e a idade média foi de 29,67 anos. As principais causas foram as quedas (27,8%) e a as agressões (26,3%). O nariz foi o local mais acometido (50% dos casos), seguido pelas fraturas do complexo órbito-zigomático (24,3%). Nas fraturas de mandíbula, o côndilo foi o local mais afetado (28,6%). A redução nasal com a pinça de Asch foi tratamento mais utilizado (40,2%), seguido das placas e parafusos nos outros tipos de fraturas (31,8%). O índice de complicações foi de 5,8%. O seguimento pós-operatório demonstrou índice de satisfação dos pacientes de 85%. Conclusão: Os dados de incidência, tratamento e complicações obtidos estão de acordo com a literatura científica. Os dados epidemiológicos obtidos serão utilizados na implementação de medidas para a prevenção do trauma facial.

Palavras-chave: Fraturas maxilomandibulares. Fraturas mandibulares. Fraturas maxilares. Fraturas orbitárias. Ossos faciais/lesões. Epidemiologia.

 

ABSTRACT

Background: Facial traumas are frequently diagnosed within an emergency hospital. Their causes vary and the most prevalent are interpersonal violence and traffic accidents. Epidemiological data is important to understand the problem and to propose technical, preventive and teaching issues. Purpose: The goal of this study was to show the author's experience with facial trauma in a small hospital and evaluate the first 37 months of this service. Methods: It was an observational, prospective, longitudinal study of the patients from the emergency from March 1, 2004 to April 30, 2007. Data from the 136 patients were registered in a specific protocol. Results: There was a male predominance (76%) and the mean age was 29.67 years. The main causes were falls (27.8%) and interpersonal violence (26.3%). The nose was the most affected location with 50% of the cases, followed by orbitozygomatic complex (24.3%). In the mandible fractures the condile was the most affected location (28.6%). Nasal closed reduction with Asch forceps was the most utilized treatment (40.2%), followed by miniplates and screws for the other fracture locations (31.8%). Complications were present in 5.8% of the cases. Follow up of the patients has shown a satisfaction rate of 85%. Conclusion: Incidence, treatment and complication data obtained are according to the literature. Epidemiological data collected will be useful to take measures to prevent facial trauma.

Keywords: Jaw fractures. Mandibular fractures. Maxillary fractures. Orbital fractures. Facial bones/injuries. Epidemiology.

 

Estudo epidemiológico de crianças vítimas de queimaduras internadas na Unidade de Tratamento de Queimados do Hospital de Urgência de Sergipe

José Aderval Aragão; Marina Elizabeth Cavalcanti de Sant'Anna Aragão; Dulcilene Maria Filgueira; Rosane Milet Passos Teixeira; Francisco Prado Reis
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(3):379-382 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As queimaduras constituem-se em um dos tipos de trauma mais graves e uma das principais causas de morte não-intencional em crianças. O objetivo deste estudo foi traçar o perfil epidemiológico de crianças queimadas. MÉTODO: Foi realizado um estudo retrospectivo de pacientes vítimas de queimaduras que deram entrada na Unidade de Tratamento de Queimados, no período de janeiro de 2004 a dezembro de 2006. RESULTADOS: Observou-se predominância das internações em indivíduos do sexo masculino (57,8%), a maioria das crianças atendidas (57,6%) tinha idade entre 1 ano e 3 anos, o líquido aquecido foi o mais frequente agente responsável pelas queimaduras (71,6%), predominaram as queimaduras de segundo grau (59,3%), e o tórax foi o local mais atingido (28,9%). CONCLUSÕES: A maioria das queimaduras constitui acidente doméstico, do qual as crianças são as principais vítimas, especialmente aquelas com menos de 4 anos de idade, e os líquidos aquecidos são os agentes mais comuns.

Palavras-chave: Queimaduras. Criança. Epidemiologia. Prevenção de acidentes. Unidades de queimados.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Burn wounds constitute one of the most serious types of trauma and are a major cause of unintentional death in children. The aim of this study was to determine the epidemiological profile of children experiencing burn wounds. METHODS: We conducted a retrospective study of burn patients admitted to the Burn Care Unit of the Hospital de Urgência de Sergipe from January 2004 to December 2006. RESULTS: Among the children admitted, there was a predominance for males (57.8%); most of the children (57.6%) were aged between 1 and 3 years. Heated liquid was the most common agent responsible for burns (71.6%), and second-degree burns were predominant (59.3%). The chest was the most commonly affected area (28.9%). CONCLUSIONS: The majority of pediatric burn injuries result from domestic accidents. Children, particularly those younger than 4 years, are the main victims, and heated liquids are the most common agents.

Keywords: Burns. Child. Epidemiology. Accident prevention. Burn units.

 

Epidemiologia dos pacientes vítimas de queimaduras internados no Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da Santa Casa de Misericórdia de Santos

Gustavo Almeida Carmo de Padua; Josué Montedonio Nascimento; Alexandre Luis Dimenco Quadrado; Ricardo Portella Perrone; Sylvio Correa da Silva Junior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):550-555 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Queimaduras são caracterizadas por uma lesão da pele causada por um agente externo, que podem resultar em sequelas funcionais, estéticas, psicológicas e até mesmo a morte. O objetivo é traçar o perfil epidemiológico dos pacientes vítimas de queimaduras internados no Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da Santa Casa de Misericórdia de Santos (SCPSCMS). MÉTODOS: Foram analisados 589 casos de queimaduras internados no período de março de 2010 a março de 2015, no Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da Santa Casa de Misericórdia de Santos. RESULTADOS: 180 pacientes eram crianças (< 10 anos); 72 adolescentes; 287 adultos e 50 idosos. A maioria da amostra eram homens e o principal local de ocorrência o domicílio. As regiões afetadas mais frequentes foram a cabeça, face e pescoço, abdome, tórax e tronco, além dos membros superiores. Constatou-se como principais agentes causais a escaldadura (36,8%), seguida dos líquidos inflamáveis (18%), fogo (14,4%) e queimadura elétrica (10,5%). O tempo de internação foi em média 22 dias, contudo, 61% da amostra permaneceu internada por até 2 semanas e, apenas 4% foram a óbito. CONCLUSÕES: O estudo demonstrou que o perfil do paciente internado por queimadura no SCPSCMS é compatível com o descrito por outras unidades especializadas nesse tipo de tratamento. Ressalta-se a importância desse tipo de estudo para conhecer e intervir em fatores e comportamentos de risco para queimaduras.

Palavras-chave: Queimaduras; Epidemiologia; Prevenção de acidentes; Unidades de queimados; Saúde pública.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Burns are skin injuries caused by external agents and can result in functional, aesthetic, psychological, and fatal sequelae. The objective is to determine the epidemiological profile of burn cases hospitalized at the Plastic Surgery and Burns Service of Santa Casa de Misericórdia de Santos (Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados da Santa Casa de Misericórdia de Santos-SCPQSCMS). METHODS: A total of 589 burn cases hospitalized at SCPQSCMS from March 2010 to March 2015 were evaluated. RESULTS: Of these, 180 were children (aged <10 years), 72 were adolescents, 287 were adults, and 50 were elderly. The majority of the study sample were men, and the primary place of occurrence was the home. The most commonly affected regions were the head, face and neck, abdomen, thorax and trunk, and upper limbs. Burns were mainly caused by scalding (36.8%), flammable liquids (18%), fire (14.4%), and electrical injuries (10.5%). The average hospitalization time was 22 days; however, 61% of the sample remained hospitalized for up to 2 weeks and 4% died. CONCLUSIONS: The study demonstrated that the profile of patients hospitalized at SCPQSCMS was similar to that found in other units specializing in this type of treatment. Our results emphasize the importance of this type of study to understand and avoid risk factors and behaviors associated with burns.

Keywords: Burns; Epidemiology; Accident prevention; Burn units; Public health.

 

Unidade de Tratamento de Queimaduras da Universidade Federal de São Paulo: estudo epidemiológico

Leandro Dário Faustino Dias; Andrea Fernandes Oliveira; Yara Juliano; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(1):86-92 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As queimaduras são traumas graves, que geram 100 mil atendimentos hospitalares por ano, no Brasil. As Unidades de Queimados são fundamentais para o tratamento desses pacientes e a produção de conhecimento sobre o tema. MÉTODO: O estudo estabeleceu o perfil de atendimento em cada ano de funcionamento da unidade no período de 2009 a 2012, e comparou, entre esses anos, a quantidade de pacientes internados, a procedência, os graus de queimadura, a idade, a superfície corporal queimada, os dias de internação, os tipos de procedimentos cirúrgicos, os agentes e a mortalidade. Para avaliação das possíveis associações, foi utilizado o teste do Qui-quadrado. RESULTADOS: Foram internados 321 pacientes. Em 2009, 70% dos pacientes apresentavam queimadura de II grau e, em 2012, 66% dos pacientes tinham queimadura de III grau. Em 2009, 37% vieram referenciados de outros serviços, e em 2012, 72%. A idade média dos pacientes foi de 29 anos em 2009 e 44 anos, em 2012. A superfície corporal queimada no início era de 13%, e em 2012, foi 8%. O tempo de internação subiu de 11 para 21 dias. Em 2009, realizaram-se 50 procedimentos cirúrgicos. Em 2012, foram 103. O agente causal mais encontrado foram os líquidos inflamáveis e a mortalidade global caiu de 7% para 4%, ao longo dos anos. CONCLUSÃO: Houve um aumento na quantidade de pacientes referenciados e complexos, com queimaduras de maior grau, exigindo mais procedimentos e maior hospitalização, ao longo dos anos. A taxa de mortalidade diminuiu, refletindo melhora técnica da Unidade, que se estabeleceu como referência regional no tratamento de queimados.

Palavras-chave: Queimaduras; Unidade de queimados; Medidas em epidemiologia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Burns constitute severe trauma and account for 100,000 hospital visits per year in Brazil. Burns units are essential for the treatment of these patients and the generation of knowledge on this subject. METHOD: This study established the annual profile of burn unit attendance between 2009 and 2012. During these years of activity, we compared the number of hospitalized patients, patient origin, burn degree, age, burn body surface area, days of hospitalization, types of surgical procedures, agents, and mortality. Possible combinations were evaluated with the chi-square test. RESULTS: A total of 321 patients were hospitalized. In 2009, 70% of the patients presented secon-degree burns; in 2012, 66% of the patients presented third-degree burns. In 2009, 37% of the patients were referred to other services; in 2012, 72% were referred. The average patient age was 29 years old in 2009 and 44 years old in 2012. Burn body surface was 13% in 2009 and 8% in 2012. Hospitalization time increased from 11 to 21 days. A total of 50 surgical procedures were performed in 2009, while 103 were performed in 2012. Flammable liquids were the most commonly observed causal agents. The overall mortality rate decreased from 7% to 4% over the study period. CONCLUSION: There was an increase in the number of referred and complex patients with higher degree burns who required longer hospital stays and a greater number of procedures over the years. The decreased mortality rate reflected the technical improvement of the unit that was established as a regional reference for the treatment of burn victims.

Keywords: Burns; Burn unit; Measures in epidemiology.

 

Queimaduras elétricas por alta voltagem: cinco anos de análise epidemiológica e tratamento cirúrgico atualizado

Thiago Henrique Tondineli; Juan Alfredo Sanabria Rios; Karem Candelario; Ricardo Cavalcanti Ribeiro; Luiz Maceira Junior; Maria Cristina do Valle Freitas
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(3):380-384 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Avaliar cinco anos de análise epidemiológica e tratamento cirúrgico atualizado das queimaduras elétricas por alta voltagem. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo, retrospectivo de corte transversal, no Centro de Terapia de Queimados Dr. Oscar Plaisant, do Hospital Federal do Andaraí, Rio de Janeiro, Brasil, no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2014. Foi aplicado um formulário nos prontuários dos 38 pacientes incluídos no estudo, a fim de avaliar as variáveis definidas. RESULTADOS: Foram analisados 38 pacientes por queimadura elétrica de alta voltagem, sendo 95% dos casos do sexo masculino, com faixa etária entre 21-42 anos. O local de ocorrência mais frequente foi o trabalho, em 55,3%. A porcentagem de SCQ variou de 1-60%. A parte do corpo mais acometida foi a mão esquerda, em 55,26%. O preparo pré-cirúgico para autoenxertia foi necessário em 34,21%, sendo a média de tempo transcorrido 37,5 dias, o tipo de tratamento cirúrgico foi desbridamento seriado sob anestesia geral em 100%, autoenxertia em 31,6%, amputação em 18,4% e fasciotomia em 5,3% dos pacientes. A taxa de óbito foi de 0%. CONCLUSÕES: O estudo observou que as queimaduras elétricas ocorrem mais frequentemente em adultos jovens no local de trabalho, portanto, é necessário desenvolver políticas de sensibilização para a segurança no local de trabalho. Apesar da gravidade da lesão, pacientes com suporte clínico adequado e avaliação cirúrgica precoce têm mais probabilidade de sobreviver, mesmo com altas taxas de amputação, confirmando a necessidade de mais pesquisas sobre a eletroporação.

Palavras-chave: Queimaduras; Queimaduras elétricas; Acidentes de trabalho; Epidemiologia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Evaluation of a 5-year epidemiological analysis and updated surgical treatment of high-voltage electrical burns. METHODS: A descriptive, retrospective cross-sectional study was conducted in the Center of Burn Treatment Dr. Oscar Plaisant, Federal Hospital of Andaraí, Rio de Janeiro, Brazil, from January 2009 to December 2014. A form was applied to the medical records of 38 patients included in the study in order to assess the defined variables. RESULTS: In total, 38 patients with high-voltage burns were evaluated, 95% of whom were men aged between 21 and 42 years. The most frequent place of occurrence was the workplace in 55.3% of cases. The percentage of burned total body surface area ranged from 1% to 60%. The most affected part of the body was the left hand in 55.26% cases. Presurgical preparation for self-grafting was necessary in 34.21% subjects, and the mean time elapsed was 37.5 days. The type of surgical treatment was serial debridement under general anesthesia in 100% of the patients, self-grafting in 31.6%, amputation in 18.4%, and fasciotomy in 5.3%. The mortality rate was 0%. CONCLUSIONS: The study indicated that electrical burns occur most often in young adults in the workplace; therefore, policies should be developed to raise safety awareness in the workplace. Despite the severity of the injury, patients with adequate clinical support and early surgical evaluation are more likely to survive, even with high rates of amputation, confirming the need for more research on electroporation.

Keywords: Burns; Electrical burns; Work accidents; Epidemiology.

 

Epidemiologia, principais complicações e mortalidade dos pacientes atendidos em um Centro de Tratamento de Queimados na Amazônia

José Antonio Cordero da Silva; Fabiel Spani Vendramin; Marina Matos Martins; Ana Victória Martins Lima; Louise Menezes da Cunha; Cynthia Lopes Pereira de Borborema
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(1):104-109 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: São muitos os pacientes queimados que, apesar de um complexo tratamento multidisciplinar, são levados ao óbito. O objetivo deste estudo é determinar o perfil epidemiológico, ressaltando as principais complicações que acometem os pacientes queimados. MÉTODOS: Estudo retrospectivo que analisou prontuários de pacientes queimados atendidos no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência no Estado do Pará, no período de janeiro de 2007 até dezembro de 2012. RESULTADOS: A maioria dos pacientes era do sexo masculino (69,1%), entre 18 e 30 anos (35,5%), procedente de outros hospitais (35,8%), trabalhador da construção civil (21,2%). As complicações mais encontradas foram insuficiência respiratória (69,4%), insuficiência renal (57,1%) e sepse (38,8%). CONCLUSÕES: Os dados obtidos são similares aos encontrados na literatura nacional e internacional, evidenciando a necessidade de prevenção e fiscalização de trabalhadores da construção civil, bem como de implementar protocolos de tratamento para melhorar a assistência ao paciente queimado.

Palavras-chave: Queimaduras/complicações; Amazônia; Epidemiologia; Óbito.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Despite complex multidisciplinary treatment, many burn patients die. This study aimed to determine epidemiologic profiles of burn patients, highlighting major complications. METHODS: This retrospective study analyzed the medical records of burn patients managed at the Metropolitan Hospital for Urgent and Emergent Care, Pará State, between January 2007 and December 2012. RESULTS: most patients were males (69.1%) aged 18 to 30 years (35.5%), referred from other hospitals (35.8%), and employed as construction workers (21.2%). The most frequent complications were respiratory (69.4%) and renal failure (57.1%), followed by sepsis (38.8%). CONCLUSIONS: The data obtained were similar to those reported in national and international literature, highlighting the need for burn prevention and inspection of construction sites, as well as implementation of treatment protocols to improve care for burn patients.

Keywords: Burns/complications; Amazon; Epidemiology; Death.

 

Análise epidemiológico-evolutiva de pacientes submetidos a cirurgia plástica reparadora em um hospital de referência em trauma

FABIEL SPANI VENDRAMIN; FERNANDA ARAÚJO SANTOS; ADRIA NATUANE NOGUEIRA FONSECA; JUAN PABLO DE SÁ; LETICIA SAYUMI MORIKAWA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):101-107 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Lesões decorrentes de trauma são agravos súbitos à saúde que podem levar a deficiências temporárias e interferir na qualidade de vida das vítimas. O serviço de Cirurgia Plástica Reparadora (CPR) do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) atua como a unidade de referência no tratamento de feridas dos pacientes vítimas de trauma no Estado do Pará.
Métodos: Estudo observacional analítico, do tipo transversal prospectivo. A população foi composta por 78 pacientes atendidos no período de dezembro de 2015 até dezembro de 2016.
Resultados: A população predominante foi de pacientes do sexo masculino, autônomos, entre 21 a 30 anos. Os acidentes automobilísticos foram os mais prevalentes. A área corporal mais afetada foi a dos membros inferiores e o tipo de cirurgia mais realizada foi enxerto. Tanto entre os pacientes submetidos à cirurgia de enxerto quanto os de retalho, predominou a viabilidade no intervalo de 90-100%. Não foi verificada associação significativa da faixa etária dos pacientes sob o grau de viabilidade. Houve relação entre o número de dias do acidente até a intervenção com o grau de viabilidade do enxerto.
Conclusão: Os pacientes internados no hospital no mesmo dia do acidente têm seis vezes mais chance de apresentar viabilidade do enxerto acima de 80% e, portanto, desfecho favorável.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Epidemiologia; Ferimentos e lesões; Evolução clínica

 

ABSTRACT

Introduction: Trauma injuries are sudden aggravations to health that may lead to temporary disabilities and interfere with the victim's quality of life. The reconstructive plastic surgery (RPS) unit of the Urgency and Emergency Metropolitan Hospital (Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência - HMUE) is a referral unit for the treatment of trauma patients in the state of Pará, Brazil.
Methods: This was an observational, analytical, and cross-sectional prospective study. The study population was composed of 78 patients treated from December 2015 to December 2016.
Results: The study population was predominantly male, autonomous, and aged between 21 and 30 years. Traffic accidents were the most frequent cause of trauma. The most affected area was the lower limbs, and the most common type of surgery performed was grafting. Viability was in the range of 90-100% in both patients undergoing graft and flap surgery. No significant association was found between the age range of patients and the degree of viability. However, there was a relationship between the number of days from the accident until the medical intervention and the degree of graft viability.
Conclusion: Patients admitted to the hospital on the same day of the accident were six times more likely to present graft viability above 80%, and therefore, to have a favorable outcome.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Epidemiology; Wounds and injuries; Clinical Evolution

 

Análise epidemiológica de 2 anos na Unidade de Queimados do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira, Goiânia, Brasil

FABIANO CALIXTO FORTES DE ARRUDA; BRUNNA CÂNDIDA DE OLIVEIRA CASTRO; JEAN FILIPE DE MEDEIROS; WILSON JOSÉ VALADÃO; GILBERTO MARCOS DIAS DOS REIS
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):389-394 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Queimadura é um tipo de lesão que está entre as principais causas de mortalidade. A utilização da epidemiologia ajuda no fornecimento de subsídios para avaliação e organização de tratamento e prevenção, visando à melhora da saúde pública. O objetivo é descrever o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos no Hospital de Urgências Governador Otávio Lages de Siqueira (HUGOL) na unidade de Queimados Nelson Picollo.
Método: Este estudo analisou o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos pela equipe de cirurgia plástica da unidade de tratamento de queimados Nelson Picollo, no período de julho 2015 até junho 2017, com idade superior a 12 anos. Critérios de exclusão: pacientes que não foram internados na unidade de queimados. Os dados foram colhidos do programa MVSoul R.
Resultados: O total de atendimentos foi de 375 pacientes, dos quais 50% necessitaram de tratamentos unidade de terapia intensiva. O tempo médio de internação foi de 23,08 dias. A maioria do sexo masculino, com média de idade de 39,17 anos, com agente etiológico principal as chamas por álcool + gasolina. A média de superfície corporal queimada foi de 24,67%. Foram realizados 1490 intervenções cirúrgicas, média de 3,97 cirurgias por paciente. O total de óbitos foi de 40 pacientes, dos quais 29 apresentaram queimadura de via aérea. O total de pacientes com queimadura de via aérea foi de 73 casos.
Conclusão: Este estudo demonstrou um perfil de queimaduras e internações na unidade de Queimados do HUGOL compatível com outros centros especializados neste tipo de tratamento.

Palavras-chave: Queimaduras; Unidades de queimados; Transplantes; Retalhos cirúrgicos; Epidemiologia

 

ABSTRACT

Introduction: Burns are a type of injury that is among the leading causes of mortality. The use of epidemiology helps in providing subsidies for evaluation and organization of treatment and prevention, aiming at the improvement of public health. The objective is to describe the epidemiological profile of the patients treated at the Queimados Nelson Picollo unit of the Governador Otávio Lages de Siqueira Emergency Hospital (HUGOL).
Method: This study analyzed the epidemiological profile of patients, aged more than 12 years, treated by plastic surgery at the burn treatment unit, Nelson Picollo, from July 2015 to June 2017. The patients who were not admitted to the burn unit were excluded from the study. Data were collected from the MVSoul R. program.
Results: A total of 375 patients visited the hospital; of these, 50% of the patients needed intensive care unit treatments. The mean duration of hospital stay was 23.08 days. The majority of the patients were males, with a mean age of 39.17 years, and the main etiological agents were inflammable liquids, mainly alcohol and gasoline. The mean burned body surface area was 24.67%. A total of 1490 surgical interventions were performed, with an average of 3.97 surgeries per patient. Forty patients died; of these, 29 had airway burns. The total number of patients with airway burns was 73.
Conclusion: This study provides a profile of burns and hospitalizations in the HUGOL burns unit, which corresponds with those from other centers specialized for this type of treatment.

Keywords: Burns; Burn units; Transplants; Surgical flaps; Epidemiology

 

Análise da evolução dos pacientes queimados de acordo com seu perfil epidemiológico na Santa Casa de Misericórdia de Santos, Brasil

RODOLFO TOSCANO ZAFANI; RICARDO PORTELLA PERRONE; DANIEL TOGNOLI VILAÇA; SARA FERREIRA FARO; CLAUDIO MESSIAS MORAES; GIOVANNA CALIL VICENTE FRANCO DE SOUZA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):395-398 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: As queimaduras constituem um importante problema de saúde pública, representando a segunda causa de morte na infância não só nos Estados Unidos como também no Brasil. Porém, existem poucos dados e informações disponíveis para orientar programas de prevenção. O objetivo do trabalho foi de analisar dados epidemiológicos de pacientes com o diagnóstico de queimadura internados traçando um perfil dos pacientes no período estudado.
Método: Estudo retrospectivo dos 716 pacientes internados no período de janeiro de 2011 a maio de 2017 na Santa Casa de Misericórdia de Santos (SCMS) para a especialidade de Cirurgia Plástica. Foram analisados o perfil demográfico, tempo de internação e mortalidade.
Resultados: Dos 716 pacientes internados, a média de idade total é de 29 anos em ambos sexos e nesse período 28 foram a óbito, com média de idade de 58,6 anos.
Conclusão: O estudo mostrou o perfil dos pacientes internados na SCMS e a importância dos cuidados com os pacientes queimados e todos os fatores de mau prognóstico, como a idade mais avançada, que se colocou como um importante fator para a evolução desfavorável dos casos.

Palavras-chave: Queimaduras; Unidades de queimados; Epidemiologia analítica; Políticas públicas de saúde

 

ABSTRACT

Introduction: Burns are an important public health problem, representing the second cause of death in childhood not only in the United States but also in Brazil. However, available data and information for guiding prevention programs are limited. The objective of this study was to analyze the epidemiological data of hospitalized patients diagnosed with burns and to outline a profile of the patients in the study period.
Methods: A retrospective study of the 716 hospitalized patients from January 2011 to May 2017 at Santa Casa de Misericórdia de Santos (SCMS) for Plastic Surgery was performed. The demographic profile, length of hospital stay, and mortality were analyzed.
Results: Of the 716 hospitalized patients, the mean age was 29 years in both sexes, and 28 patients, with a mean age of 58.6 years, died during the study period.
Conclusion: The study showed the profile of hospitalized patients in SCMS and the importance of care in burn patients. All factors of poor prognosis were determined, and older age was considered an important factor for the unfavorable progression of the cases.

Keywords: Burns; Burn units; Analytical epidemiology; Health public policy

 

Estudo epidemiológico de pacientes internados na unidade de tratamento de queimados do Hospital Geral de Vila Penteado - São Paulo

Eric Pimentel de Castro Leitão; Heitor Francisco de Carvalho Gomes; Victor Albuquerque Teixeira da Silva; Rodrigo Vasconcelos Santana
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(2):264-268 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: As queimaduras são lesões de grande morbidade e mortalidade que geram considerável ônus para o estado. Este estudo tem como objetivo traçar o perfil epidemiológico dos pacientes internados na Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ) do Hospital Geral de Vila Penteado (HGVP/SP). MÉTODO: Foram analisados os dados de internações de pacientes na UTQ do HGVP, no período de Janeiro/2012 a Julho/2013, sendo avaliadas as seguintes variáveis: gênero, idade, causa e extensão da queimadura, intervalo entre queimadura/internação, tempo de internação e evolução do paciente. RESULTADOS: Observou-se predominância das internações em homens (65,8%). Em relação à idade, houve maior concentração de queimados na população adulta (80%). O fogo foi a principal causa de lesões (58,5%), seguido pela escaldadura (19,5%); 62% das queimaduras ocorreram no domicílio e 11,5%, no trabalho. Constatou-se que a maioria das vítimas (56,1%) apresentaram queimaduras de médio e grande porte e que 46,3% dos pacientes foram admitidos nas primeiras 24 horas pós-queimaduras. Quanto ao tempo de internação, foram verificados períodos inferiores a 15 dias como sendo os de maior incidência (55,4%). Obteve-se uma taxa de altas hospitalares igual a 83%, contra uma taxa de óbitos de 17%. CONCLUSÃO: Este estudo demonstrou o perfil de queimaduras e internações na UTQ do HGVP compatível com a grande maioria dos dados de outros centros especializados, ressaltando a importância dos estudos epidemiológicos que visam à prevenção desse problema.

Palavras-chave: Queimaduras; Epidemiologia; Unidade de Queimados.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Burns are injuries with major morbidity and mortality and are a considerable burden on the government. The aim of this study was to investigate the epidemiological profile of patients admitted to the burn care unit (BCU) of the Vila Penteado General Hospital (HGVP/SP). METHOD: The data analyzed were derived from patient admissions to the BCU of the HGVP, from January 2012 to July 2013, using the following variables: sex, age, cause and extent of the burn, time between burn/admission, length of stay, and patient's progress. RESULTS: The majority of admissions were observed in men (65.8%). There was a greater percentage of burn patients in the adult population (80%). Fire was the main cause of injury (58.5%), followed by scalding (19.5%); 62% of burns occurred at home and 11.5% at work. Most victims (56.1%) had medium and large burns, and 46.3% of the patients were admitted in the first 24 hours after a burn. A length of stay of less than 15 days was most common (55.4%). The hospital discharge rate was 83% with a death rate of 17%. CONCLUSION: This study demonstrated that the epidemiological profile for burns and admissions to the BCU of the HGVP was consistent with the great majority of data from other specialty centers, and emphasizes the importance of epidemiological studies on prevention.

Keywords: Burns; Epidemiology; Burn Unit.

 

Perfil microbiológico da unidade de queimaduras da EPM/UNIFESP, São Paulo, Brasil

Alfredo Gragnani; Adriana Macêdo Dell'Aquila; André Mario Doi; Bruno Rafael Müller; Liliane do Amaral Lacerda; Antonia Maria de Oliveira Machado; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):114-119 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Apesar dos grandes avanços em seu tratamento, infecção de pele com queimadura continua a ser um grande desafio. O objetivo deste estudo é avaliar os aspectos microbiológicos do primeiro ano de funcionamento de uma unidade de queimadura em um Hospital Universitário. MÉTODOS: Estudo retrospectivo. Dados microbiológicos foram coletados e analisados a partir de pacientes internados na Unidade de Queimadura (UTQ) do Hospital São Paulo, Hospital Universitário da Escola Paulista de Medicina (EPM) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), entre junho de 2009 e julho de 2010. RESULTADOS: O tempo médio de permanência hospitalar foi de 13,8 dias, com uma taxa de mortalidade de 5,9%. A média da superfície corpórea queimada foi de 10,3%. Avaliou-se 159 culturas de 101 pacientes. Culturas de sangue foram as mais solicitadas (41%). Também foram acessadas 245 culturas de vigilância, coletadas de 75 pacientes. A análise microbiológica revelou um índice de positividade total de 34,5%. Os agentes mais prevalentes foram Staphylococcus coagulase-negativo - CoNS - (33%), Pseudomonas aeruginosa (24%), Acinetobacter spp. (22%) e Klebsiella pneumoniae (5%). CONCLUSÃO: A avaliação microbiológica do primeiro ano de funcionamento da UTQ da EPM/UNIFESP revelou que, embora o agente mais prevalente tenha sido a CoNS, bacilos Gram negativos ainda são muito prevalentes, como a Pseudomonas aeruginosa e a Acinetobacter baumannii. Apesar de pouco tempo de operação, observou-se um grande número de microrganismos multirresistentes, que pode ser explicado por longa exposição a agentes antimicrobianos e alta taxa de transferência de outros hospitais.

Palavras-chave: Unidades de Queimados; Epidemiologia; Staphylococcus; Pseudomonas aeruginosa; Acinetobacter baumannii.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Despite great advances in treatment, burned skin infection remains a major challenge. The aim of this study is to evaluate the microbiological aspects of the first year's operation of a Burn Unit in a University Hospital. METHODS: Retrospective study. Microbiological data were collected and analyzed from patients admitted to the Burn Unit of São Paulo Hospital, a University Hospital of the Paulista Medical School (EPM) of the Federal University of São Paulo (UNIFESP) from June 2009 to July 2010. RESULTS: The average length of stay was 13.8 days with a mortality rate of 5.9%, and median of TBSA was 10.3%. Evaluated 159 cultures from 101 patients. Blood cultures were the most requested (41%). It was also accessed 245 surveillance cultures collected from 75 patients. The microbiological analysis revealed a total positivity rate of 34,5%. The most prevalent agents were Coagulase-negative Staphylococcus - CoNS - (33%), Pseudomonas aeruginosa (24%), Acinetobacter spp. (22%) and Klebsiella pneumoniae (5%). CONCLUSION: The microbiological evaluation of the first year's activity of EPM/UNIFESP Burn Care Unit revealed that, although the most prevalent agent was CoNS, Gram negative bacilli are still very prevalent, such as Pseudomonas aeruginosa and Acinetobacter baumannii. Despite the short time of operation, was observed large number of multiresistant microorganisms which can be explained by long exposure to antimicrobials and high transfer rate from other hospitals.

Keywords: Burn Units; Epidemiology; Staphylococcus; Pseudomonas aeruginosa; Acinetobacter baumannii.

 

Caracterização epidemiológica de pacientes queimados atendidos no Serviço de Queimados do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie de Curitiba no Ano de 2017

TAYNAH BASTOS LIMA DA SILVA; CAROLINA MANTOVANI DE OLIVEIRA; DOROTY FELISBERTO; MARCELUS VINICIUS DE ARAUJO SANTOS NIGRO; LARISSA DALLA COSTA KUSANO; JULIANE RIBEIRO MIALSKI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):70-72 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

O objetivo desse estudo foi delinear aspectos epidemiológicos relativos aos pacientes atendidos no setor de queimados do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, admitidos em 2017.
Método: Foram avaliados dados obtidos do registro de entrada de pacientes no setor de queimados, perfazendo um total de 4.398 pacientes. Os pacientes foram analisados quanto ao sexo, idade, causas de queimadura e meses de maior ocorrência.
Resultados: Foi observada uma prevalência de atendimento em pacientes do sexo feminino. Deram entrada no serviço 2.361 (53,8%) pacientes do sexo feminino e 2.031 (46,2%) do sexo masculino. Foram realizados 391 (8,89%) internamentos contemplando crianças e adultos. No que diz respeito aos fatores etiológicos, foi possível observar maior número de queimaduras por escaldaduras.
Conclusões: O estudo demonstrou correspondência do perfil das queimaduras em relação a alguns serviços, ressaltando-se a importância de maior educação populacional para prevenção de queimaduras, principalmente visando combater a negligência infantil.

Palavras-chave: Queimaduras; Epidemiologia; Unidades de queimados; Estatística; Prevenção de acidentes

 

ABSTRACT

The objective of this study was to delineate epidemiological aspects related to patients treated in the burn sector of the Evangelical Mackenzie University Hospital, admitted in 2017.
Method: Data was obtained from the registry of patients entering the burn sector with 4.398 patients. Patients were analyzed by gender, age, causes of the burns and months of greater occurrence.
Results: A prevalence of care was observed in female patients. Of all visits, 2.361 (53.8%) were female and 2.031 (46.2%) were male patients that entered the service. A total of 391 (8.89%) hospitalizations were necessary among children and adults. Regarding the etiological factors, it was possible to observe a greater number of burns caused by scalds.
Conclusions: The study showed a correspondence of the profile of burns when compared to other services, emphasizing the importance of greater population education for the prevention of burns, mainly in order to combat negligence with children.

Keywords: Burns; Epidemiology; Burn units; Statistics; Accident prevention

 

Epidemiologia dos pacientes queimados no contexto de agressão interpessoal admitida no centro nacional de pacientes com queimaduras (CE.NA.QUE), Hospital de Clínicas, Montevidéu - Uruguai

Georgina de Angelis; Gabriel Otormin; Oscar Jacobo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):181-183 - Tronco I

PDF Português

RESUMO

O objetivo é descrever o perfil epidemiológico dos pacientes admitidos no CENAQUE com queimaduras causadas por terceiros no contexto da violência interpessoal. MÉTODOS: Estudo epidemiológico, retrospectivo e descritivo, realizado com base na análise dos registros médicos dos pacientes admitidos no CENAQUE no período compreendido entre 1º de janeiro de 2006 e 31 de dezembro de 2016. Os critérios de inclusão incluem todos os pacientes admitidos no CENAQUE, com diagnóstico de queimados, que na sua história clínica na admissão existe "agressão interpessoal" como mecanismo de lesão. Nós excluímos os pacientes que foram classificados como agressão interpessoal, mas a partir da análise de sua história clínica, surge outro contexto de lesão. Os seguintes aspectos demográficos foram analisados: idade, sexo, origem, comorbidades, superfície total do corpo queimado (SCTQ), profundidade, topografia, presença de queimadura da via aérea, situação de violência doméstica, situação da rua, privação de liberdade e evolução. RESULTADOS: 39 pacientes foram registrados durante o período acima mencionado com queimaduras causadas no contexto da violência interpessoal. A maioria dos homens, com idade média de 33,2 anos. Mais de 50% tinham alguma comorbidade médico-psiquiátrica associada. O agente de lesões térmicas mais utilizado foi o fogo direto. CONCLUSÕES: Os pacientes com queimaduras causadas por terceiros em um contexto de violência são principalmente homens, com idade média de 33,2 anos. A maioria deles tem algumas afecções médico-psiquiátricas associadas e 1 em cada 4 tem dependência de drogas. Houve grande variabilidade na superfície total do corpo queimado. Sabemos que há uma subnotificação de casos de violência interpessoal e fundamentalmente de violência doméstica que podem corresponder à variabilidade na terminologia utilizada no registro de cada paciente no sistema, ou mesmo à omissão da própria queixa do paciente.

Palavras-chave: Epidemiologia; Unidades de queimados; Agressão.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons