ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 363 result(s)

Search for : Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Anastomose cirúrgica; Nylons; Curva de aprendizado; Modelos animais

Is statistical validation of an effective, low-cost experimental smoke-exposure device to study passive smoking possible with 10 rats?

Jefferson Braga Silva; Anajara Gazzalle; Lucas Fernando Mattos Mano; Fernanda Cocolichio; Juliana Tonietto Zampieri; Alice Cardoso Pellizzari
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):194-197 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Background: Nonsmokers are harmed by the exposure to the smoke produced by smokers. Several experimental studies have demonstrated the negative effects of both active and passive smoking. To simulate passive exposure to cigarette smoke in rats, a simple, inexpensive and easy-to-maintain apparatus (Braga-Gazzalle) that uses sidestream smoke was developed in the Laboratory of Surgical Research, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Methods: The inhalation system consists of a 40x33x17 cm polypropylene box divided into 2 chambers by a perforated metal screen, the larger was used for rats and the lowest for cigarettes. A fan generates continuous internal airflow so that the smoke produced by the smoldering end of the cigarette reaches the animals. After approval by the Ethical Committee, 5 rats (Group A) was exposed daily to the inhalation of smoke during 2 hours, compared with control group with 5 rats (Group B). After four weeks of exposition, carboxyhemoglobin (CoHb) was dosed. The animals were then sacrificed. The statistical analysis used was the t-Student test with 5% significance. Results: In Group A, mean CoHb levels was 11.52 ± 4.40%, and in Group B was 0.3 ± 0.2%. Carboxyhemoglobin levels observed in Group A were much greater than in the Group B (p<0.001). Conclusions: The experimental model developed by the authors proved that properly exposes the animals to sidestream smoke. The apparatus has shown reliable easy to maintain and, above all, low operating cost.

Keywords: Tobacco Smoke Pollution. Smoking. Carboxyhemoglobin. Models, Animal. Rats.

 

RESUMO

Introdução: Pessoas não tabagistas que convivem com a fumaça produzida por fumantes podem sofrer os danos causados por esta exposição. Diversos estudos experimentais demonstraram os efeitos negativos do tabagismo, tanto ativo quanto passivo. A fim de simular a exposição passiva à fumaça do cigarro em ratos, foi desenvolvido e validado um aparato (Braga-Gazzalle) simples, barato e de fácil manutenção no Laboratório de Habilidades Médicas e Pesquisa Cirúrgica - PUCRS. Método: O sistema de inalação consiste em uma caixa de polipropileno de 40x33x17 cm, dividida em dois compartimentos por uma tela de metal: o maior para ratos e o menor para cigarros. Um ventilador gera um fluxo interno contínuo de ar para que a fumaça produzida pela ponta acesa alcance os animais. Após aprovação no Comitê de Ética, 5 ratos (Grupo A) foram expostos durante 2 horas diárias à fumaça, comparado ao grupo controle de 5 ratos (Grupo B). Após exposição de 4 semanas, dosou-se a carboxihemoglobina (CoHb) sérica. Os animais foram então sacrificados. A análise estatística utilizada foi o teste t-Student, com 5% de significância. Resultados: No Grupo A, a média dos percentuais de CoHb sérica foi de 11,52 ± 4,40%, enquanto no Grupo B a média encontrada foi de 0,3 ± 0,2%. Os níveis de carboxihemoglobina observados no Grupo A foram muito maiores do que no Grupo B (p < 0,001). Conclusões: O modelo experimental desenvolvido pelos autores provou que expõe adequadamente os animais à fumaça passiva. O aparato se mostrou confiável, de fácil manutenção e, sobretudo, de baixo custo operacional.

Palavras-chave: Poluição por Fumaça de Tabaco. Tabagismo. Carboxihemoglobina. Modelos Animais. Ratos.

 

Animal model of keloids using genetically modified fibroblasts

Anelisa Bittencourt Campaner, Alfredo Gragnani Filho, Jeffrey R. Morgan, Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(3):137-142 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: There is little understanding of the molecular mechanisms leading to the formation of keloids or hypertrophic scars, nor is there an adequate animal model for their study, as they occur only in humans. A leading theory proposes that upregulation of TGF-B leads to the formation of these scars. Objective: To create an animal model of keloid using genetically modified cells encoding TGF-B. Methods: Normal human dermal fibroblasts were genetically modified to overexpress TGF-B as either the wild type latent molecule or as a mutant active molecule. The transfected fibroblasts and controls were implanted intradermally into athymic mice and fibrotic tissue formation by these cells was analyzed at various time points by histology and immunostaining. Results: After intradermal injection into athymic mice, only those fibroblasts expressing active TGF-B formed "keloid-like" nodules containing collagen and fibronectin. These structures persisted longer microscopically than implants of control fibroblasts or fibroblasts overexpressing latent TGF-B, but eventually regressed. Conclusions: The injection of transfected fibroblasts encoding TGF-B led to formation of keloid-like nodules in athymic mice skin. TGF-B needs to be in the active form to produce the fibrotic nodules.

Keywords: Keloid. Models, animal. Fibroblasts. Fibroblast growth factors

 

RESUMO

Introdução: Existe pouco entendimento a respeito dos mecanismos moleculares que levam à formação dos quelóides e cicatrizes hipertróficas, assim como não existe um modelo animal adequado para seu estudo, visto que só ocorrem em humanos. A teoria mais aceita propõe que um aumento na regulação do TGF-B leva à formação dessas cicatrizes. Objetivo: Criar um modelo animal de quelóide utilizando células geneticamente modificadas codificando o TGF-B. Método: Fibroblastos dérmicos humanos foram geneticamente modificados para aumentarem a expressão de TGF-B na forma selvagem ou latente ou na forma mutante ou ativa. Os fibroblastos transfectados foram transplantados intradermicamente em camundongos atímicos, e a formação de tecido fibroso analisada em diferentes intervalos de tempo por meio de histologia e imunohistoquímica. Resultados: Após a injeção intradérmica nos camundongos atímicos, apenas os fibroblastos expressando a forma ativa do TGF-B formaram nódulos "quelóide-like", contendo colágeno e fibronectina. Estas estruturas persistiram microscopicamente por mais tempo que os implantes dos fibroblastos controle e os expressando a forma latente do TGF-B. Conclusões: A injeção de fibroblastos transfectados codificando o TGF-B levou à formação de nódulos semelhantes ao quelóide na pele de camundongos atímicos. O TGF-B precisa estar em sua forma ativa para produzir os nódulos fibróticos.

Palavras-chave: Quelóide. Modelos animais. Fibroblastos. Fatores de crescimento de fibroblastos

 

Double free flap for oromandibular reconstruction

Anne Karoline Groth, Alfredo Benjamim Duarte da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(1):11-21 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Ablative surgery for locally advanced head and neck tumors can lead to devastating sequels. Free flaps are the gold standard in reconstruction. Aim: To determine safety and survival impact in patients submitted to double free flaps procedures. Method: Twenty three patients were submitted do oromandibular reconstruction between 2006 and 2007. For comparison purposes they were divided in two groups: group I - single free flap, and group II - double free flap. Data such as age, sex, smoking history, malnutrition, histological type, radiotherapy, recurrence, complications and survival were collected. Results: Seventeen patients were distributed in group I and 6 patients in group II. Squamous cell carcinoma was the most common histological type (83.3% group II versus 47.1% group I). Fibular free flap was the most used flap in group I (8 cases - 47.1%). The most common flap combination in group II was fibular free flap+anterolateral thigh flap in 4 cases. Recurrence was observed in three patients from group I and one patient from group II (17.6% versus 16.7%; p = 0.928). Mean survival time free from disease was 11.8 months + 6.8 in group I versus 10.8 + 8,4 in group II (p = 0.77). There were three total flap loss (90.3% flap survival), one fibular flap from group I and one fibular and one anterolateral thigh flap in group II. Flap survival in group II was 86.4%. Conclusion: We believe that double free flap reconstruction in head and neck is safe, reliable and has similar flap survival as single free flap procedures.

Keywords: Microsurgery. Plastic surgery. Reconstructive surgical procedures. Squamous cell carcinoma. Mandibular neoplasms/surgery.

 

RESUMO

Introdução: O tratamento cirúrgico de tumores localmente avançados de cabeça e pescoço deixa como sequelas defeitos extensos e complexos. Retalhos microcirúrgicos são a primeira opção para reconstrução. Objetivo: Determinar a segurança e o impacto na sobrevida em pacientes submetidos a dois retalhos microcirúrgicos. Método: Vinte e três pacientes foram submetidos a reconstrução oromandibular entre 2006 e 2007 e divididos em 2 grupos, de acordo com o número de retalhos. Idade, sexo, tabagismo, desnutrição, tipo histológico, radioterapia, recidiva, complicações e sobrevida foram avaliados. Resultados: Dezessete pacientes foram submetidos a retalho microcirúrgico único (grupo I) e seis pacientes, a dois retalhos microcirúrgicos simultâneos (grupo II). Carcinoma epidermóide foi o tumor mais comum (83,3% grupo II versus 47,1% grupo I). No grupo I, o retalho mais utilizado foi o retalho de fíbula em 8 (47,1%) casos. No grupo II, os retalhos mais utilizados foram fíbula + ântero-lateral da coxa em 4 casos. Recidivas ocorreram em 3 pacientes do grupo I e 1 paciente do grupo II (17,6% versus 16,7%; p = 0,928). Tempo médio de sobrevida livre de doença foi de 11,8 + 6,8, no grupo I, versus 10,8 + 8,4, no grupo II (p = 0,77). Houve três perdas totais do retalho (90,3% sobrevida do retalho), sendo uma perda de retalho fibular no grupo II e perda de um retalho fibular e ântero-lateral da coxa no grupo II, com sobrevida no grupo II de 86,4%. Conclusão: Acreditamos que o uso de dois retalhos microcirúrgicos é seguro, com sobrevida do retalho semelhante ao grupo que realizou apenas um retalho microcirúrgico.

Palavras-chave: Microcirurgia. Cirurgia plástica. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Carcinoma de células escamosas. Neoplasias mandibulares/cirurgia.

 

Surgical treatment of functional impairment caused by blepharochalasis and senile ptosis

Tatiana Martins Caloi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(2):81-88 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Method: This paper analyzes 25 patients with visual field impairment and palpebral heaviness caused by blepharochalasis and senile ptosis sent for specialized surgical treatment. The mean age of this population was 65,4 years and a high incidence of associated morbidities such as arterial hypertension, diabetes mellitus, cardiopathy, glaucoma and cataract was found in this group (88%). Isolated upper lid blepharoplasty or upper and lower lid surgery were the most common surgical procedures done, associated with canthopexy or tarsal strip when needed. Brow ptosis was corrected with sutures or direct upper eyebrow skin resection. Senile ptosis was treated by levator aponeurosis plication. Photographic documentation, clinical examination and a questionaire were done pre-operatively and 6 months after surgery, analyzing initial functional complaints. Statistical analyses showed significance of initial complaints of palpebral heaviness (92% before and 12% after surgery), decreased visual field (100% before and 4% after surgery). Results: There was no difference in tearing complaints and headache frequency before and after surgery. The incidence of early complications was 12% and of late complications was 8%. Two patients were reoperated. This paper shows a high incidence of functional impairment due to blepharochalasis and senile ptosis in an elderly population. Conclusion: It highlights the importance of good clinical examination for correct diagnosis and treatment of this morbidity and the benefits of ophthalmic plastic surgery for the relief of symptoms related to orbital and palpebral aging.

Keywords: Blefaroplasty, Blefaroptosys, Surgical reconstructive procedures

 

RESUMO

Método: Este trabalho avaliou 25 pacientes com queixas de redução do campo visual e peso palpebral, encaminhados para tratamento cirúrgico especializado. A idade média da população foi de 65,4 anos, verificando-se alta incidência de morbidades associadas (88%), como hipertensão arterial, cardiopatia, diabetes melitus, glaucoma e catarata. As cirurgias realizadas foram a blefaroplastia superior isolada ou associada à blefaroplastia inferior com o uso da cantopexia ou retalho tarsal, em casos de flacidez tarsal importante. A ptose de supercílios foi corrigida pela suspensão com fios ou com ressecção direta de pele superciliar. A ptose palpebral senil foi tratada com a plicatura da aponeurose do músculo levantador da pálpebra superior. Os pacientes foram fotografados, examinados e submetidos a um questionário no pré e no pós-operatório de seis meses, avaliando-se as queixas funcionais iniciais. Resultados: Houve melhora estatisticamente significante para as queixas de peso palpebral/frontal (92% para 12%) e diminuição do campo visual (100% para 4%), não havendo diferenças em relação ao lacrimejamento e cefaléia no pré e pós-operatório de seis meses. A incidência de complicações precoces foi de 12% e, das tardias, 8%, sendo necessária a reintervenção cirúrgica em dois casos. Este trabalho tem como objetivo mostrar a alta incidência de alterações funcionais associadas ao blefarocalásio e à ptose palpebral senil. Conclusão: Destaca-se a importância do diagnóstico preciso e do tratamento correto destas morbidades, e dos benefícios da cirurgia reparadora no alívio dos sintomas relacionados ao envelhecimento da região órbito-palpebral.

Palavras-chave: Blefaroplastia. Blefaroptose. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

Microsurgical reconstructions in pediatric patients: a series of 12 cases

Caio Alcobaça Marcondes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):361-367 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Reconstructive plastic surgery is used to treat defects of different sizes and locations. The advent of microsurgery has enabled the single-stage reconstruction of complex and large defects with lower morbidity rates. Despite being one of the first microsurgery applications, large pediatric microsurgical reconstruction series have been published only recently. METHOD: Between January 2007 and December 2014, 12 consecutive patients underwent microsurgical reconstruction upon the removal of head and neck tumors or complex trauma in the limbs of pediatric patients. The medical records were retrospectively reviewed for injury location and etiology, flap type, and complications. RESULTS: A total of 13 flaps were created for microsurgical reconstruction, including reconstruction upon head and neck tumor removal in five, limb complex post-trauma reconstruction in seven, and a microsurgical revascularization in the arm of one child. CONCLUSION: Microsurgical reconstruction in children is peculiar. Our initial experience and the studies published in the literature to date show that in this particular group of patients, it is possible to achieve rewarding results that render this type of reconstruction feasible and highly successful in this age range.

Keywords: Microsurgery; Surgical flaps; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A cirurgia plástica reparadora depara-se com defeitos dos mais variados portes e localizações. O advento da microcirurgia possibilitou a reconstrução de defeitos complexos e extensos em um único estágio e com menor morbidade. Apesar de ter sido uma das primeiras aplicações da microcirurgia, a reconstrução pediátrica microcirúrgica só teve grandes series publicadas recentemente. MÉTODO: No período de janeiro de 2007 a dezembro de 2014 foram operados 12 pacientes consecutivos de reconstruções microcirúrgicas pós-ressecção de neoplasias em cabeça e pescoço e traumas complexos em membros de pacientes pediátricos. Os prontuários foram revisados retrospectivamente quanto à localização e etiologia das lesões, tipos de retalhos e complicações. RESULTADOS: Foram realizados 13 retalhos para a reconstrução microcirúrgica em 11 pacientes e uma revascularização microcirúrgica do braço, sendo cinco (41,7%) casos reconstruções pósressecção de neoplasias de cabeça e pescoço e sete (58,3%) casos pós-trauma complexos de extremidades. A taxa de viabilidade no nosso estudo foi de 84,6% dos retalhos realizados. CONCLUSÃO: A reconstrução microcirúrgica em crianças tem particularidades. Nossa experiência inicial e a literatura mostram resultados gratificantes neste grupo especifico de pacientes, o que torna este tipo de reconstrução nessa faixa etária factível e com uma alta taxa de sucesso.

Palavras-chave: Microcirurgia; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Cephalic vein transposition for head and neck microsurgical reconstruction: anatomical study in cadavers

RONEY GONÇALVES FECHINE FEITOSA; PEDRO NORTON GONÇALVES DIAS; ANDRÉ DE CASTRO LINHARES; FLAVIA MODELLI VIANNA WAISBERG; AN WAN CHING; JOSÉ DE ARIMATÉIA MENDES; LYDIA MASAKO FERREIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(4):408-411 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Cephalic vein transposition is an interesting alternative as a donor vein in head and neck cancer reconstruction in patients with a cervical radiotherapy history. This work aims to evaluate the cephalic vein anatomical characteristics in cadavers.
Methods: Six cephalic veins from three cadavers were dissected. The veins were sectioned in the medial part of the arm and transposed to the neck over the clavicles.
Results: The veins had an average length of 18.75 ± 1.84 cm and several tributaries with a variation of 7-9. The diameter coincided in both veins of each corpse. The anatomical parameter used to identify them (deltopectoral groove) proved reliable, allowing predictable dissection.
Conclusion: The cephalic vein has constant characteristics and is easy to locate, being an option relevant to the reconstructive plastic surgeon's therapeutic arsenal.

Keywords: Head and neck neoplasms; Reconstructive surgical procedures; Microsurgery; Autologous transplantation; Radiotherapy.

 

RESUMO

Introdução: A transposição de veia cefálica é uma alternativa interessante como veia doadora na reconstrução oncológica de cabeça e pescoço em pacientes com história de radioterapia cervical. O objetivo do trabalho é avaliar as características anatômicas da veia cefálica em cadáveres.
Métodos: Foram dissecadas seis veias cefálicas de três cadáveres. As veias foram seccionadas na parte medial do braço e transpostas até o pescoço por cima das clavículas.
Resultados: As veias apresentaram média de comprimento de 18,75±1,84cm e número de tributárias com variação de 7-9. O diâmetro coincidiu em ambas as veias de cada cadáver. O parâmetro anatômico usado para identificá-las (sulco deltopeitoral) se mostrou confiável, possibilitando uma dissecação previsível.
Conclusão: A veia cefálica tem características constantes e fácil localização, sendo uma opção relevante ao arsenal terapêutico do cirurgião plástico reconstrutor.

Palavras-chave: Neoplasias de cabeça e pescoço; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Transplante autólogo; Radioterapia

 

Reconstruction of the limbs with microvascular free flaps in emergency: a 10 years experience with 154 consecutive cases

Daniel A. A. Lazo, Salomão Chade Assan Zatiti, Olímpio Colicchio, Marcelo Tadashi Nishimura, Nilton Mazzer, Cláudio Henrique Barbieri
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(2):88-94 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors presents the results of the early microsurgical reconstruction of complex trauma of the limbs. The patients aged ranged from 3 to 72 years, with the average 28.4 years. The wound size ranged from 12 to 840 cm2, with the average of 170 cm2. The treatment of the severely injured extremity upon admission to the trauma center is divided into three separate stages: debridement and stabilization; re-exploration of the wound and debridement within 48 hours; soft tissue coverage with free flaps is provided within one week. The numbers and kind of the free flaps are as follows: 2 plantar flaps, 8 gracilis muscle, 9 temporalis fascia, 15 latissimus dorsi, 16 lateral arm flaps, 24 rectus abdominis, 32 radial forearm flaps and 48 perforator free flaps. This study analyses the results obtained with the different flaps, their advantages, and try to find which factors influenced the survival rate. The statistical analysis showed that the magnitude of traumatic insult was the most significant factor associated with failure. Satisfactory results were achieved in 93% of the patients. Free flaps complications were low. The authors concluded that massive injuries to the extremities, regardless of the extent, should be managed by early aggressive debridement and early definitive reconstruction.

Keywords: Microsurgery, methods. Surgical flaps. Reconstructive surgical procedures, methods. Extremities

 

RESUMO

Os autores analisam a casuística de 154 pacientes portadores de traumatismos complexos dos membros. A idade dos pacientes variou de 3 a 72 anos, com média de 28 anos e 4 meses. O tamanho da perda cutânea variou de 12 a 840 cm2, com média de 170 cm2. O tratamento das lesões complexas dos membros iniciou-se pelo desbridamento radical, seguido pela irrigação abundante. A seguir, a estabilização esquelética foi realizada, quando necessária. Após 48 horas, foi realizado novo desbridamento e programada a cobertura precoce e definitiva do trauma (até a primeira semana) com retalhos livres. Os retalhos empregados foram: plantar (2), grácil (8), fáscia temporal (9), latíssimo do dorso (15), lateral do braço (16), reto do abdome (24), radial antebraquial (32) e retalhos perfurantes (48). Os autores discutem as indicações dos retalhos livres na urgência, os fatores que influenciaram o índice do sucesso, assim como o planejamento de cada retalho. Fez parte deste estudo a análise dos fatores que poderiam influenciar os resultados. Dentre eles, foram considerados a perda (criada pelo trauma de alta energia entre um objeto e o membro), a idade, o sexo e o número de anastomoses venosas realizadas para cada retalho. A análise estatística pelo teste não paramétrico de Mann-Whitney demonstrou que as grandes perdas cutâneas interferiram no índice de sucesso dos retalhos. O índice das complicações foi baixo, os resultados definitivos foram bons em 93% dos pacientes operados. Baseados, nestes resultados, os autores concluem que o tamanho da perda cutânea tem influência no índice de sucesso dos retalhos e que o emprego dos retalhos livres na urgência é um método eficiente e seguro no tratamento das lesões complexas dos membros.

Palavras-chave: Microcirurgia, métodos. Retalhos cirúrgicos. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos, métodos. Extremidades

 

Development of an experimental model of degloving injury in rats

Dimas André Milcheski; Marcus Castro Ferreira; Hugo Alberto Nakamoto; Paulo Tuma Jr
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(4):514-517 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: The purpose of this study was to develop an experimental model for degloving injuries of the hind limbs of rats and observe flap viability after its relocation to the wound bed to better study the changes related to the injury and to test the therapeutic modalities in avulsed flaps. METHODS: Ninety male Wistar rats were divided into 4 experimental groups. A flap avulsion model on the lower limb of a rats was established, using 4 different pedicles: proximal flow pedicled flap (G1), distal flow pedicled flap (G2), lateral flow pedicled flap (G3), and medial flow pedicled flap (G4). RESULTS: Comparison between the mean necrotic area of the degloved flap showed statistically significant differences among the 4 groups (P < 0.0001). CONCLUSIONS: The group with the distal flow pedicled flap (G2) showed a higher necrotic area relative to the total flap area and it is the most suitable group for testing therapeutic agents in avulsed flaps.

Keywords: Wounds and injuries. Lower extremity. Skin/injuries. Necrosis/etiology. Animal models.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os ferimentos descolantes de membros inferiores geralmente se caracterizam como lesões graves e apresentam dificuldades na decisão quanto ao tratamento cirúrgico mais adequado a ser instituído, se reposicionamento do retalho avulsionado ao leito da ferida ou ressecção do retalho, seguido de seu adelgaçamento e enxertia de pele. O propósito deste estudo foi desenvolver um modelo experimental de avulsão de retalhos cutâneos em membros inferiores de ratos e observar a viabilidade do retalho após seu reposicionamento ao leito de origem, com a finalidade de melhor estudar as alterações relacionadas ao ferimento e de testar modalidades terapêuticas em retalhos avulsionados. MÉTODO: Foram utilizados 90 ratos Wistar machos, subdivididos em 4 grupos experimentais. Foi delineado um modelo de avulsão de retalhos no membro inferior do rato, baseado em 4 pedículos diferentes: pedículo de fluxo proximal (G1), pedículo de fluxo distal (G2), pedículo de fluxo lateral (G3) e pedículo de fluxo medial (G4). RESULTADOS: A comparação entre as médias de área de necrose do retalho desenluvado evidenciou diferença estatística significativa entre os 4 grupos estudados (P < 0,0001). CONCLUSÕES: O grupo com pedículo de fluxo distal (G2) apresentou maior área de necrose em relação à área total do retalho, sendo o mais adequado para testar agentes terapêuticos no retalho avulsionado.

Palavras-chave: Ferimentos e lesões. Extremidade inferior. Pele/lesões. Necrose/etiologia. Modelos animais.

 

Surgical treatment of the lymphedema in male external genitalia with preservation of postero-lateral skin of the perinium and scrotum for reconstruction

José Humberto Cardoso Resende, Andy Luis Ern, João Antonio Botelho Correia, Jaime Alfar da Paz
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(4):217-226 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: The lymphedema of external genitália is an uncommon debilitating condition that can cause pain, deformation and difficulties in urinary and sexual aspects. Surgical treatment has proved to be successful in chronic lymphedema affected patients whose pathological alterations are at an irreversible stage. Objective: This work aims at demonstrating the author's experiment in the treatment of this morbidity. It highlights the reconstructive surgical technique of the penial scrotum region. Eight patients affected by lymphedema in the penial scrotum region were operated from May 1990 to May 2006. The surgical technique applied consisted of the removal of the entire skin and subcutaneous cellular tissue committed with the preservation of deep lymphatic drainage, followed by the reconstruction of the scrotum with the remaining (postero-lateral) tissue and flap of skin for penial restoration. Results: The results obtained were satisfactory except for a retraction of cutaneous flap on the penis dorso) in one of the operated patients, solved in further surgical stage. Conclusions: Every time the patients with lymphedema in external genitalia demand surgical treatment and are selected for the appropriated procedure, the functional and cosmetic results can be satisfactory and the patient's rehabilitation is fully possible.

Keywords: Lymphedema; Scrotum; Reconstructive Surgical Procedures

 

RESUMO

Introdução: O linfedema de genitália externa é uma condição rara e debilitante que pode causar dor, deformação e dificuldades do ponto de vista miccional e sexual. O tratamento cirúrgico tem se mostrado efetivo em pacientes com linfedema crônico, em que as alterações patológicas estão em estágio irreversível. Objetivo: Mostrar a experiência do autor no tratamento desta comorbidade, enfatizando a técnica cirúrgica reconstrutora da região peno-escrotal. Método: Foram selecionados 8 pacientes com linfedema da região peno-escrotal, operados no período de maio de 1990 a maio de 2006, com utilização da mesma técnica cirúrgica, que consistiu em retirada de toda pele e tecido celular subcutâneo comprometido, com preservação da drenagem linfática profunda e reconstrução da bolsa testicular com tecido remanescente (pósterolateral) e enxerto de pele para reconstrução peniana. Resultados: Os resultados obtidos foram satisfatórios, apresentando apenas uma retração do retalho cutâneo no dorso do pênis em um dos casos operados, resolvido em nova etapa cirúrgica. Conclusões: Quando os pacientes com linfedema de genitália externa necessitam de tratamento cirúrgico e são selecionados para o procedimento apropriado, os resultados funcionais e estéticos podem ser satisfatórios e a reabilitação do paciente possível.

Palavras-chave: Linfedema; Escroto; Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos

 

Microsurgical head and neck reconstruction: retrospective analysis of 30 free flaps

André Coelho Nepomuceno; José Francisco de Sales Chagas; Maria Beatriz Nogueira Pascoal; José Luis Braga de Aquino; Thalita dos Reis Ruba; Fernanda Garcia Callegari; Douglas Alexandre Rizzanti Pereira; José Carlos Marques de Faria
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):481-490 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Reconstructive head and neck surgery is a challenge for the plastic surgeon and requires a large technical arsenal, in which microsurgery plays an essential role. The objective to retrospectively analyze microsurgical head and neck reconstruction performed at the Pontifical Catholic University of Campinas over a period of 2 years. METHODS: The medical charts of patients who underwent microsurgical reconstruction after head and neck surgery between June 2014 and October 2016 were reviewed to determine which flap was used, the length of the vascular pedicle, recipient vessels, microvascular anastomoses, surgical time, length of hospital stay, complications, and success rate. RESULTS: Thirty microsurgical reconstructions were performed using 3 types of flaps: anterolateral thigh (n = 15), antebrachial radial (n = 8), and fibula (n = 7). Recipient vessels: facial artery (70%) and facial vein (50%), as 92.4% of microvascular anastomoses were end-to-end. The average operative time was 10.1 hours. The average length of hospital stay was 10.7 days. Two flaps were lost due to arterial thrombosis, resulting in a success rate of 93.3%. CONCLUSIONS: The microsurgical reconstructions were effective for the repair of complex defects as well as to partially restore the shape and function of the affected tissues. Complications were observed in less than 50% of the cases, although these presented with significant morbidity. The success rate was similar to that reported by major centers of reconstructive microsurgery. The learning curve is long, although it tends to improve with staff training and the acquisition of experience over time.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Microsurgery; Head and neck neoplasms; Surgical flaps.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Cirurgia reconstrutiva em cabeça e pescoço representa desafio ao cirurgião plástico e requer amplo arsenal técnico, no qual a microcirurgia figura papel essencial. O objetivo é analisar retrospectivamente as reconstruções microcirúrgicas em cabeça e pescoço realizadas na Pontifícia Universidade Católica de Campinas no período de dois anos. MÉTODOS: Pacientes submetidos à reconstrução microcirúrgica após cirurgia de cabeça e pescoço, entre junho de 2014 e outubro de 2016, tiveram seus prontuários revisados para avaliação do retalho utilizado, comprimento do pedículo vascular, vasos receptores, anastomoses microvasculares, duração da cirurgia, tempo de internação, complicações e índice de sucesso. RESULTADOS: Foram realizadas 30 reconstruções microcirúrgicas com três tipos de retalhos: anterolateral da coxa (n = 15), antebraquial radial (n = 8) e fíbula (n = 7). Vasos receptores: artéria facial (70%) e veia facial (50%), sendo que 92,4% das anastomoses microvasculares foram término-terminais. As cirurgias duraram, em média, 10,1 horas. O tempo médio de internação hospitalar foi de 10,7 dias. Houve perda de dois retalhos por trombose arterial, levando à taxa de sucesso de 93,3%. CONCLUSÕES: As reconstruções microcirúrgicas analisadas foram eficazes na reparação dos defeitos complexos, restaurando parcialmente forma e função dos tecidos acometidos. Foram observadas complicações em menos da metade dos casos, porém com morbidade elevada. O índice de sucesso foi semelhante ao de grandes centros de microcirurgia reconstrutiva. A curva de aprendizado é longa, mas tende a melhorar com o treinamento da equipe e aquisição de experiência ao longo do tempo.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Neoplasias de cabeça e pescoço; Retalhos cirúrgicos.

 

Vascular clamp of mononylon thread in experimental microsurgery

Balduino Ferreira de Menezes; Murilo Sgarbi Secanho; Matheus Scuracchio Fernandes; Laisa Brandão Carvalho; Fausto Viterbo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2022;37(1):60-65 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Reconstructive microsurgery is now an inseparable and essential branch of plastic surgery. The training is long, has a relatively high financial cost and requires a lot of the proponents. To improve this equation in favor of the formation of new microsurgeons in Brazil, it is essential to facilitate access to experimental training, using simple materials. Huaraca described a technique using a simple 5-0 mononylon thread to replace the vascular clamp, which is an indispensable instrument for microsurgical anastomosis and is generally expensive. The objective is to compare the Huaraca technique with mononylon thread and the traditional metal clamp during vascular microsurgical anastomosis.
Methods: Six Wistar rats whose both femoral arteries were randomly selected for end-to-end suture after complete section, with one side performed with usual vascular clamp and the contralateral with Huaraca technique, at the same surgical time and by the same surgeon.
Results: In both situations, the patency rate was 67% after 72 hours, with an average time of 26 minutes with the Huaraca technique and 18 minutes with the traditional clamp (p=0.001).
Conclusion: Despite the longer execution time, the Huaraca technique is a simple and low-cost measure that can replace the traditional vascular clamp.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Microsurgery; Anastomosis, surgical; Nylons; Learning curve; Models, animal.

 

RESUMO

Introdução: A microcirurgia reparadora é ramo hoje indissociável e imprescindível na cirurgia plástica. O treinamento é longo, custo financeiro relativamente alto e exige muito dos proponentes. Para melhorar essa equação a favor da formação de novos microcirurgiões no Brasil, é fundamental facilitar o acesso ao treinamento experimental, utilizando materiais simples. Huaraca descreveu uma técnica utilizando um simples fio mononylon 5-0 para substituir o clamp vascular, que é instrumento indispensável da anastomose microcirúrgica e geralmente de alto custo. O objetivo é comparar a técnica de Huaraca com fio de mononylon e o clamp metálico tradicional durante anastomose microcirúrgica vascular.
Métodos: Seis ratos da raça Wistar cujas duas artérias femorais foram aleatoriamente selecionadas para sutura término-terminal após secção completa, sendo um dos lados realizado com clamp vascular habitual e o contralateral com técnica de Huaraca, no mesmo tempo cirúrgico e pelo mesmo cirurgião.
Resultados: Em ambas as situações, a taxa de patência foi de 67% após 72 horas, sendo que o tempo médio foi de 26 minutos com a técnica de Huaraca e de 18 minutos com o clamp tradicional (p=0,001).
Conclusão: Apesar do tempo de execução mais longo, a técnica de Huaraca é medida simples e de baixo custo que pode substituir o clamp vascular tradicional.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Anastomose cirúrgica; Nylons; Curva de aprendizado; Modelos animais

 

Assessment of teaching and learning burn treatment basics among medical students

Geiza Máximo; Aline Ferrari Martins; Luís Ricardo Martinhão Souto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):541-549 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Burns, an injury of high biopsychosocial importance, are a crucial issue in medical training, and newly graduated students face burn patients in a variety of professional settings. METHODS: This study assessed the teaching and learning of burns among medical students at a public facility in the State of São Paulo; a specific questionnaire was applied to evaluate first year (Group 1: 54 students) and sixth year (Group 2: 60 students) medical students' knowledge about the initial care of burn patients. RESULTS: In Group 1, there was a substantial lack of knowledge about the subject, with a general average incorrect answer rate ("errors") of 70.98% and a correct answer rate of 29.02%; in Group 2, these rates were 36.66% and 63.34%, respectively. Only 63.34% of the sixth-year students would be able to adequately conduct the treatment of a burn patient, gauged by their ability to offer a patient a better prognosis. CONCLUSIONS: The data are disturbing, since adequate knowledge and preparation of the trainees for the care of burn patients has not been verified, and burns are emergency situations that require prompt, adequate, and efficient medical intervention to reduce patients' morbidity and mortality.

Keywords: Learning curve; Medical education; Burns; Emergency medical services; Aptitude tests.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Agravo de grande importância biopsicossocial, queimadura é um tema crucial na formação médica, uma vez que recém-formados se deparam com pacientes que sofreram queimaduras nos mais variados cenários profissionais. MÉTODOS: Este estudo avaliou o ensino e a aprendizagem do tema queimaduras em alunos do curso de Medicina de uma faculdade pública do Estado de São Paulo; foi aplicado um questionário específico para avaliar o conhecimento sobre o atendimento inicial ao paciente queimado na primeira série (grupo 1 - 54 estudantes), e na sexta série (grupo 2 - 60 estudantes). RESULTADOS: Observou-se, no grupo 1, grande desconhecimento sobre o tema, com média geral de desconhecimento ("erros") de 70,98% e de acertos de 29,02%; no grupo 2, essas taxas foram de 36,66 % e 63,34 %, respectivamente. Somente 63,34% dos alunos do sexto ano conseguiriam conduzir adequadamente o tratamento de um paciente queimado e, consequentemente, oferecer a este paciente um melhor prognóstico. CONCLUSÕES: Os dados são preocupantes, uma vez que não se verificou conhecimento nem preparo adequados dos formandos para atendimento de pacientes queimados, e que queimaduras são situações de emergência que exigem intervenção médica rápida, adequada e eficiente, a fim de reduzir a morbimortalidade das vítimas.

Palavras-chave: Curva de aprendizado; Educação médica; Queimaduras; Serviços Médicos de emergência; Testes de aptidão.

 

Strategies in complex reconstructions of the scalp and forehead: a series of 22 cases

Caio Alcobaça Marcondes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):229-234 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: The cephalic region is exposed to various insults from the environment. Extensive lesions in the scalp are a great challenge for plastic surgeons, because the low mobility of the skin in this region hampers its closure. A great variety of techniques have been used to close defects on the scalp and forehead. Ideally, scalp closure should provide a better functional and aesthetic outcome, as well as low morbidity at the donor site. METHODS: From January 2006 to December 2014, we performed a retrospective clinical study involving a series of 22 patients with advanced tumors of the scalp or forehead, or with extensive post-trauma skin loss. RESULTS: Reconstructive surgeries with 11 local scalp flaps (bi- or tri-pedicled), three coronal forehead flaps, and eight free flaps were performed. One patient experienced late partial loss of a free flap after radiotherapy. CONCLUSION: Various techniques can be used to reconstruct the scalp and forehead; each case should be assessed individually. The present study indicated that flaps are safe and that they confer low morbidity at the donor area. These results were satisfactory and in agreement with the literature analyzed.

Keywords: Scalp/surgery; Microsurgery; Surgical flaps; Head and neck tumors; Reconstructive surgical procedures.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A região cefálica está exposta a insultos de ordem variada por parte do meio ambiente. As lesões extensas no couro cabeludo representam um grande desafio ao cirurgião plástico devido à pouca mobilidade da pele nesta região, o que dificulta o seu fechamento. Uma grande variedade de técnicas tem sido utilizada para o fechamento de defeitos no couro cabeludo e na fronte. A técnica ideal deve visar o melhor resultado funcional, estético e baixa morbidade do sítio doador. MÉTODOS: Foi realizado um estudo clínico retrospectivo no período de janeiro de 2006 a dezembro de 2014, de uma série de 22 casos com tumores avançados do couro cabeludo e da fronte e perda cutânea extensa pós-trauma. RESULTADOS: Foram realizados 11 retalhos locais de couro cabeludo (bi ou tripediculados), três retalhos coronais da fronte e oito retalhos livres. Houve um caso de perda parcial tardia de um retalho livre pós-radioterapia. CONCLUSÃO: Diferentes técnicas para a reconstrução do couro cabeludo e da fronte são possíveis, cada caso deve ser avaliado individualmente. Os retalhos apresentados foram considerados seguros e com pouca morbidade da área doadora. Os resultados obtidos foram satisfatórios e estão de acordo com a literatura analisada.

Palavras-chave: Couro cabeludo/cirurgia; Microcirurgia; Retalhos cirúrgicos; Neoplasias de cabeça e pescoço; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Craniofacial reconstructions: is there still room for locoregional flaps?

Rafael Anlicoara; Marco Aurélio de Freitas Cabral; Jairo Zacché de Sá; Guilherme Torreão de Sá; Antonio Carlos Corte Real Braga
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):603-608 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Advanced tumors of the head and neck still have a high prevalence in Brazil. Reconstructing a defect resulting from a craniofacial resection is a challenge for the plastic surgeon. Free flaps are the first choice for these reconstructions, and locoregional flaps have been used in selected cases. The objective of this study was to evaluate a number of reconstructions with locoregional flaps in patients undergoing craniofacial oncologic resection, to demonstrate the applicability of these flaps and the end result of the reconstructions. METHODS: We retrospectively studied four craniofacial reconstructions with locoregional flaps on the forehead and scalp. The patients were operated at the Clinical Hospital of the Federal University of Pernambuco. They signed a consent form allowing the scientific publication of their photographs and clinical case records. RESULTS: All reconstructions were successful. There were no cases of local infection or meningitis, flap necrosis, liquor fistula, or dehiscence. Reconstructions with locoregional flaps were safe and simple to perform for extensive defects in the craniofacial region. CONCLUSIONS: Plastic surgeons can perform complex reconstructions with locoregional flaps, demonstrating that there is still room for this type of reconstruction.

Keywords: Head and neck neoplasms; Reconstructive surgical procedures; Microsurgery; Face; Plastic surgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os tumores avançados de cabeça e pescoço ainda têm elevada prevalência no Brasil. A reconstrução de um defeito resultante de ressecção craniofacial é um desafio para o cirurgião plástico. Os retalhos livres são a primeira escolha para essas reconstruções e os retalhos locorregionais têm sido utilizados em casos selecionados. O objetivo deste estudo é avaliar uma série de reconstruções com retalhos locorregionais em pacientes submetidos a ressecções oncológicas craniofaciais, demonstrando a aplicabilidade desses retalhos e o resultado final das reconstruções. MÉTODOS: Foram avaliadas, retrospectivamente, quatro reconstruções craniofaciais com retalhos locorregionais de fronte e couro cabeludo. Os pacientes foram operados no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE) e assinaram termo de consentimento permitindo a publicação científica de suas fotos e casos clínicos. RESULTADOS: Todas as reconstruções foram bem sucedidas. Não ocorreram casos de infecção local ou meningite, necrose do retalho, fístulas liquóricas ou deiscências. As reconstruções com retalhos locorregionais apresentadas foram seguras e simples para reconstruir defeitos extensos em região craniofacial. CONCLUSÕES: Os cirurgiões plásticos podem realizar reconstruções complexas com estes retalhos, demonstrando que ainda há espaço para este tipo de reconstrução.

Palavras-chave: Neoplasias de cabeça e pescoço; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Microcirurgia; Face; Cirurgia plástica.

 

Reconstruction of complex lesions of the lower limbs with reverse fasciocutaneous flaps

Rafael Anlicoara; Flávio Augusto Melo de Arruda Barbosa; Jairo Zacché de Sá; Antonio Carlos Corte Real Braga; Guilherme Torreão de Sá
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):116-122 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Complex lesions on the lower limbs have always been challenging because of their difficult resolution. Microsurgical free flaps have been an excellent surgical option; however, they have limited use because there are an insufficient number of clinicians trained in such structured services. Fasciocutaneous flaps, specifically reverse flow, have been shown to be an excellent option in treating lower limb injuries as an alternative to complex microsurgical free flaps. METHODS: From January 2012 to June 2015, nine patients underwent reconstruction of the lower limbs with reverse fasciocutaneous flaps. All had extensive lesions on these limbs. RESULTS: In eight patients, the results were satisfactory, and there were no major complications. In one patient, there was total necrosis of the flap. CONCLUSION: Because of the relative technical simplicity of performing such a technique, fasciocutaneous flaps are a viable option for the reconstruction of complex wounds of the lower limbs and are an additional therapeutic option for patients with these lesions.

Keywords: Surgical Procedures; Reconstructive surgical flaps; Lower extremity; Microsurgery.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Lesões extensas em membros inferiores sempre foram desafiadoras devido a sua difícil resolução. Retalhos livres microcirúrgicos se mostraram como excelente opção cirúrgica, todavia, por carecer de equipe capacitada e serviços estruturados, têm seu uso restrito. Os retalhos fasciocutâneos, especificamente os de fluxo reverso, têm se mostrado excelente opção na abordagem de lesões de membros inferiores, numa alternativa aos complexos retalhos livres microcirúrgicos. MÉTODOS: De janeiro de 2012 a junho de 2015, nove pacientes foram submetidos à reconstrução de membros inferiores com retalhos reversos fasciocutâneos. Todos eram portadores de lesões extensas nos referidos membros. RESULTADOS: Em oito pacientes o resultado foi satisfatório, sem complicações maiores. Em um paciente houve necrose total do retalho. CONCLUSÃO: Pela sua relativa simplicidade técnica, os retalhos fasciocutâneos de fluxo reverso vêm se consolidando como opção bastante viável na reconstrução de feridas complexas dos membros inferiores, sendo mais uma opção terapêutica para os pacientes portadores destas lesões.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalhos cirúrgicos; Extremidade inferior; Microcirurgia.

 

Speed in surgery: 10 quick tips to increase confidence and manual training on the young plastic surgeon

Gibran Busatto Chedid; Paula Girelli; Carlos Oscar Uebel
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(3):378-383 - Special Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The purpose of this article is to show 10 quick tips that aim to aid in the development of confidence, improvement of manual skill, and surgical planning in the daily training routine of the young plastic surgeon; skills capable of reducing overall surgical time without compromising the meticulousness of the movements performed.

Keywords: Teaching hospitals; Plastic surgery; General surgery; Motor dexterity; Learning curve.

 

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo demonstrar 10 dicas rápidas que tem como alvo o auxílio no desenvolvimento de confiança, de melhora da habilidade manual e de planejamento cirúrgico na rotina diária de treinamento do jovem cirurgião plástico; habilidades capazes de promover redução do tempo cirúrgico global, sem comprometer a meticulosidade dos movimentos realizados.

Palavras-chave: Hospitais de ensino; Cirurgia plástica; Cirurgia geral; Destreza motora; Curva de aprendizado

 

Experimental model of degloving injury in hind limb

Dimas Andre Milcheski; Marcus Castro Ferreira; Paulo Tuma Jr.; Hugo Alberto Nakamoto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(2):328-331 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese

ABSTRACT

Degloving injuries may be a challenge when it comes to deciding the surgical approach to be used. Repositioning of the flap and suturing is faster and more straightforward, but often leads to total or partial loss of the avulsed flap. Skin flap deffating and grafting of the detached flap have the disadvantages of resulting in poor aesthetic appearance and being less protective, but they have been the most widely used due to the higher rate of graft take. Pharmacological agents with vascular properties that enhance the viability of the reattached flap could be beneficial to patients with degloving injuries. In a way to test drugs with vascular properties is necessary to develop an experimental model. This paper presents an animal model of degloving injury in the hind limb of rats. Rats were subjected to the proposed degloving model of hind limb, resulting in a reverse flow flap. The flap was then repositioned and sutured.

Keywords: Wounds and injuries. Lower extremity. Skin/injuries. Necrosis/etiology. Animal models.

 

RESUMO

Os desenluvamentos cutâneos são lesões graves e frequentemente há dificuldade para o cirurgião decidir qual o tratamento mais adequado a ser instituído, o reposicionamento e a sutura do retalho ou o desengorduramento do retalho e a enxertia da pele avulsionada. A conduta cirúrgica de reposicionamento e sutura do retalho é mais rápida e simples de ser realizada, mantém as características anatômicas e fisiológicas locais, mas frequentemente evolui com perda parcial ou total do retalho avulsionado. O tratamento cirúrgico de adelgaçamento do retalho desenluvado e enxertia da pele obtida tem a desvantagem de resultar em aspecto estético e protetivo inferiores, mas é o tratamento mais utilizado, devido à maior taxa de integração do enxerto. Medicações com propriedades de aumentar a perfusão do retalho desenluvado podem permitir a conduta cirúrgica de reposicionamento e sutura do retalho ao seu leito original, mantendo as vantagens da cobertura cutânea original e preservando total ou parcialmente a viabilidade do retalho. Para tanto, há necessidade de se desenvolver um modelo experimental para testar medicações com propriedades vasculares. O presente estudo apresenta um modelo animal de desenluvamento cutâneo em membros inferiores de ratos. Os animais foram submetidos ao modelo proposto de desenluvamento de todo membro inferior, resultando em um retalho de fluxo distal, que foi reposicionado ao leito e suturado.

Palavras-chave: Ferimentos e lesões. Extremidade inferior. Pele/lesões. Necrose/etiologia. Modelos animais.

 

Laboratory training program in microsurgery at the National Cancer Institute

Diogo Almeida Lima; Mário Sérgio Lomba Galvão; Marcelo Moreira Cardoso; Paulo Roberto de Albuquerque Leal
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(1):141-149 - Special Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Microsurgery is a technique in which the surgery is performed under optical magnification in vessels with a diameter of less than 3 mm. In 1960, Jacobson and Suarez first used the term "microsurgery" to describe the experimental anastomosis of vessels with a caliber between 1 and 2 mm, which is considered as the origin of the modern microvascular practice. Since then, several types of microvascular tissue transfer techniques for the repair of large body defects have been developed and published, accompanied by significant advances in optical imaging technologies and instrument design. Despite this technical progress, laboratory practice is essential and enables the surgeon to acquire the ability to master the microanastomosis technique. The present study describes the microsurgery training program of the Laboratory of Experimental Microsurgery of the National Cancer Institute (Rio de Janeiro, RJ, Brazil).

Keywords: Microsurgery. Reconstructive surgical procedures. Training. Plastic surgery.

 

RESUMO

A microcirurgia é uma técnica na qual se realiza cirurgia sob magnificação óptica em vasos de diâmetro < 3 mm. Jacobson e Suarez, em 1960, foram os primeiros a utilizar o termo microcirurgia para descrever anastomoses experimentais de vasos com calibre entre 1 mm e 2 mm, sendo a origem da moderna prática microvascular creditada a eles. Desde então, foram desenvolvidos e publicados diversos tipos de transferência microvascular de tecidos para reparo de grandes defeitos corporais e ocorreu intensa modernização do poder óptico e do design dos instrumentos. Apesar dessa evolução, a prática laboratorial é indispensável e permite ao cirurgião alcançar a habilidade necessária à realização da técnica de microanastomoses. Nesse contexto, este artigo apresenta a rotina de treinamento em microcirurgia realizada no Laboratório de Microcirurgia Experimental do Instituto Nacional do Câncer (Rio de Janeiro, RJ, Brasil).

Palavras-chave: Microcirurgia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Capacitação. Cirurgia plástica.

 

Practical training model for microvascular anastomosis

Murillo Francisco Pires; Fraga Luis Fernando Perin; Alexandra Conde Green ; Rafael Zacarias; José Carlos Faes; Thiago Tenório; Américo Helene Jr.
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):325-327 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The microsurgical anastomosis technique is practically challenging and requires extensive training, dedication, and time for inexperienced surgeons to perfect. In the present report, we describe an accessible, practical, and simple training model, which involves the use of an abdominal flap obtained from abdominoplasties. The caliber of the superficial epigastric vessels found in the excised abdominal flaps ranged from 1.2 mm to 2.0 mm, depending on the preoperative body mass index of the patient. This flap facilitated the training of microsurgical anastomosis in blood vessels with different calibers. These vessels had a small amount of remnant blood within the lumen, which enabled the testing of the quality and patency of the anastomosis. This training model involving human abdominal vessels allows for a quicker transition to actual operative situations, compared to the use of animal or inanimate models. Moreover, effective practice of dissection and endtoend and endtoside anastomoses using our model helps in the development of skill and surgical dexterity.

Keywords: Anastomosis, surgical. Microsurgery. Abdomen/surgery. Training.

 

RESUMO

A técnica de anastomose microcirúrgica é desafiadora e requer treinamento extenso, dedicação e tempo. Os autores descrevem um modelo de treinamento acessível, prático e fácil, que utiliza retalho abdominal proveniente de abdominoplastias. O calibre dos vasos epigástricos superficiais encontrados nos retalhos abdominais excisados variou de 1,2 mm a 2 mm, dependendo do índice de massa corporal da paciente no préoperatório. Esse retalho permitiu o treinamento de anastomoses microcirúrgicas em vasos de diferentes calibres. Esses vasos permaneciam com pequena quantidade de sangue em seu lúmen, o que permitia testar a qualidade e a patência das anastomoses. Esse modelo de treinamento em vasos abdominais humanos, quando comparado aos modelos animais ou inanimados, permite transição mais rápida e real aos pacientes. A prática de dissecção e de anastomoses terminoterminais e terminolaterais de uma maneira efetiva e prática aperfeiçoa a destreza cirúrgica.

Palavras-chave: Anastomose cirúrgica. Microcirurgia. Abdome/cirurgia. Capacitação.

 

Utilização do músculo grácil da coxa como opção para a cobertura de defeitos ósseos na microssomia hemifacial: relato de caso e discussão da literatura

Geraldo Machado Filho; Mariana Angélica Berardi Cioffi; Rolando Mendoza Romero; José Henrique Floriani; Milton Paulo de Oliveira; Marcos Ricardo de Oliveira Jaeger
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):104-106 - Face I

PDF Portuguese

RESUMO

A microssomia craniofacial (MCF) é a segunda anomalia craniofacial mais comum após a fenda lábio-palatina. O tratamento da MCF é complexo e envolve desde a traqueostomia e gastrostomia neonatal, passando pela correção ortognática e enxertos ósseos até o remodelamento das partes moles do crânio. Para deformidades maiores de partes moles, o retalho microcirúrgico tem se tornado carro-chefe no preenchimento da região da bochecha, pescoço e pré-auricular. O estudo apresenta descrição de técnica de reconstrução de partes moles com retalho microcirúrgico de músculo grácil em paciente com MCF. Paciente apresenta melhora importante da simetria facial imediata e de longo prazo, sem intercorrências pós-operatórias. As cicatrizes tanto da área doadora quando da abordagem facial ficaram satisfatoriamente posicionadas. O músculo transplantado não acarretará prejuízo funcional para a vida da paciente.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Paralisia facial; Microcirurgia; Assimetria Facial.

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license