ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 80 resultado(s)

Busca por : Nariz; Cartilagens nasais; Obstrução nasal; Rinoplastia

Cartilagem fragmentada para aumento do radix nasal

Manoel Alves Vidal; Diogo Kokiso; Bruno Peres Vidal; Auro Marcos Levy de Andrade Filho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(1):2-7 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A principal queixa dos pacientes que procuram as clínicas de cirurgia plástica para serem submetidos a rinoplastia é o dorso nasal. A utilização de enxerto cartilaginoso em radix nasal é rotineira e suas indicações habituais são para diminuir o ângulo nasofacial inadequado ou para redefinir o ponto de transição do radix, para alongamento ou encurtamento do nariz. Este trabalho tem o intuito de apresentar a enxertia de cartilagem do radix nasal, com cartilagem fragmentada e introduzida até o radix com seringa. MÉTODO: Foi analisado o ato cirúrgico e seu resultado através da revisão de prontuários dos pacientes submetidos ao ato cirúrgico no período de 1/maio/2011 a 1/maio/2013, totalizando 37 casos. RESULTADOS: Em todos os casos, conseguiu-se o resultado planejado de aumento do radix nasal com sucesso. Não foi observada absorção clinicamente detectável do enxerto. CONCLUSÃO: A utilização do enxerto de cartilagem fragmentada realizada da forma descrita neste trabalho mostrou-se eficaz para a elevação do radix nasal.

Palavras-chave: Rinoplastia; Cartilagem; Enxerto; Cartilagens nasais.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The main complaint of patients visiting plastic surgery clinics for rhinoplasty is the nasal dorsum. Cartilage grafts are routinely used in the nasal radix to reduce inappropriate nasofacial angles or redefine the transition point of the radix and then lengthen or shorten the nose. The aim of this study is to present cartilage nasal radix grafts prepared with diced cartilage and introduced to the radix with the aid of a syringe. METHOD: We evaluated the surgical procedure and the results obtained by analyzing the medical records of 37 patients who underwent this surgery between May 1, 2011 and May 1, 2013. RESULTS: In all cases, we achieved the expected result of successfully increasing the nasal radix. No graft absorption was clinically detected. CONCLUSION: The use of a diced cartilage graft as described in this study effectively increased the nasal radix.

Keywords: Rhinoplasty; Cartilage; Graft; Nasal cartilage.

 

Correção do dorso nasal baixo ou em sela com enxerto composto de cartilagem conchal fragmentada fixa ao pericôndrio envolvidos à fáscia da mastóide

Aluísio Marino Roma ; Antonio Roberto Bozola ; Camila Garcia Sommer ; Michelle Santangelo Faria ; Caue Miguel Rabatone Jorge ; Daniel Hilário Longhi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):480-485 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A rinoplastia de aumento em muitos casos torna-se mais difícil que a rinoplastia de redução. Enxertos dorsais sólidos realizados com cartilagem costal têm sido muito utilizados para aumento dorsal, porém estão associados com altos índices de revisão, por isso, muitos autores passaram a utilizar cartilagem em cubos envoltos por fáscia. A fáscia da mastoide, conectada ao pericôndrio da cartilagem conchal auricular, pode formar um enxerto composto para o aumento do dorso nasal, sendo também uma opção de tratamento. O objetivo é demonstrar a possibilidade do uso de cartilagem da concha auricular fragmentada fixa ao seu pericôndrio, e envoltos na fáscia da mastoide, formando um enxerto composto para aumento do dorso nasal. MÉTODOS: Trata-se de um estudo retrospectivo de 9 pacientes operados entre 2012 e 2016 no Hospital de Base da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, em que foi realizado aumento do dorso nasal com cartilagem conchal fragmentada fixa ao seu pericôndrio e envolto à fáscia da mastoide. RESULTADOS: Os pacientes foram acompanhados de 6 a 48 meses. Foram questionados quanto à satisfação do procedimento nasal e sensibilidade auricular, com avaliação positiva dos pacientes e cirurgiões. CONCLUSÃO: A cartilagem conchal parece ser uma alternativa de grande valia para procedimentos de aumento de dorso nasal. Esta cartilagem envolta com fáscia da mastoide parece ser uma alternativa vantajosa em comparação ao uso de outras fáscias, com baixa morbidade e taxa de complicações, podendo ser uma grande opção para tratamento do nariz em sela.

Palavras-chave: Rinoplastia; Deformidades adquiridas nasais; Osso nasal; Cirurgia plástica; Cartilagens nasais.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: In many cases, augmentation rhinoplasty is more difficult than reduction rhinoplasty. Solid dorsal grafts performed with costal cartilage have been widely used for dorsal augmentation; however, they are associated with high rates of revision. Thus, many authors began to use cartilage cut into cubes wrapped in fascia. The mastoid fascia, connected to the perichondrium of the auricular conchal cartilage can form a composite graft to augment the nasal dorsum, which is also a treatment option. The objective is to demonstrate the possibility of using fragmented auricular conchal cartilage fixed to its perichondrium and wrapped in mastoid fascia to form a composite graft for augmentation of the nasal dorsum. METHODS: This is a retrospective study of 9 patients who underwent operation between 2012 and 2016 at the Base Hospital of the Faculty of Medicine of São José do Rio Preto, in which the nasal dorsum was augmented with fragmented conchal cartilage fixed to its perichondrium and wrapped in the mastoid fascia. RESULTS: The patients were followed up for up 6 to 48 months. They were questioned about their satisfaction with the nasal procedure and hearing sensitivity, and provided a positive evaluation of the surgeons. CONCLUSION: The conchal cartilage seems a highly valuable alternative graft for nasal dorsum augmentation procedures. The technique of using cartilage wrapped in mastoid fascia seems to be an advantageous alternative when compared with those using cartilage wrapped in other fasciae: it has low morbidity and complications rates and can be a great option for saddle nose treatment.

Keywords: Rhinoplasty; Nasal acquired deformities; Nasal bone; Surgery, Plastic; Nasal Cartilages.

 

Exorrinoplastia Para Tratamento da Ponta Nasal Bulbosa

Luiz Fernando da Costa, Anísio Marinho Muñoz, Daniel López, Juan Carlos Melo, Mário André Nahon
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(2):72-81 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Nos últimos anos, nossa equipe tem utilizado sistematicamente a exorrinoplastia para tratamento da ponta nasal bulbosa, caracterizada por pele grossa, ponta globosa e mal definida. Inicialmente, era feita apenas a sutura interdomal e foi observado que o resultado da projeção da ponta nasal não era duradouro. Recentemente, passou-se a utilizar o acesso de Rethi modificado, sutura interdomal e enxertos cartilaginosos tipo Peck e "strut", obtendo-se, desta forma, melhor definição e projeção da ponta nasal com resultados persistentes.

Palavras-chave: Nariz, cirurgia. Rinoplastia, métodos

 

ABSTRACT

Over the last few years, our team has systematically utilized exo-rhinoplasty in the treatment of bulbous nasal tips, which are characterized by thick skin, excessively rounded and with bad definition. Initially, only interdomal sutures were performed and it was noticed that the resulting projection using this technique was not long-lasting. More recently, the modified Rethi approach started to be utilized, using interdomal sutures and Peck and Strut-type cartilage grafts; thus obtaining a better definition and projection of the nasal tip with longlasting results.

Keywords: Nose, surgery. Rhinoplasty, methods

 

Avaliação pré e pós-operatória da válvula nasal externa em rinoplastia

Eduardo Nascimento Silva; Rogério de Castro Bittencourt
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):17-27 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A válvula nasal externa está localizada no rebordo das narinas e é composta por tecidos moles e cartilagem. Caso haja algum desequilíbrio entre estas estruturas, invariavelmente ocorrerá insuficiência desta válvula nasal externa, podendo ser parcial ou total, dependendo do grau das alterações. Avaliou-se a válvula nasal externa no pré e pós-operatório em rinoplastia verificando a eficiência da técnica utilizada. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 34 pacientes operados em hospitais particulares. Foram avaliados o colabamento da asa nasal durante a inspiração profunda e o vetor das cartilagens laterais inferiores. Para estruturação da asa nasal, utilizou-se o enxerto de suporte da cruz lateral e/ou enxerto de contorno alar. RESULTADOS: O vetor não adequado da cartilagem lateral inferior está relacionado com a insuficiência da válvula nasal externa (p = 0,006) e a estruturação da asa nasal, mediante o uso de enxertos, corrigiu esta afecção na maioria dos casos (p = 0,006). Houve diferença na frequência de utilização de enxertos na rinoplastia primária (66%) e secundária (80%). CONCLUSÃO: O vetor inadequado das cartilagens laterais inferiores geralmente resultou em uma asa nasal desestruturada, com insuficiência da válvula nasal externa. A estruturação da asa nasal com enxerto de suporte da cruz lateral e/ou enxerto de contorno alar se mostrou eficaz na correção da insuficiência da válvula nasal externa em 90% dos casos, além de conferir proporções e contornos mais belos ao nariz. A frequência de utilização dos enxertos na rinoplastia secundária (80%) foi maior do que na primária (66%) e nos mostrou a necessidade dos enxertos numa cirurgia mais complexa.

Palavras-chave: Nariz; Cartilagens nasais; Obstrução nasal; Rinoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The external nasal valve is located on the rim of the nostrils and is composed of soft tissues and cartilage. Any imbalance between these structures always leads to external nasal valve insufficiency, which may be partial or total, depending on the degree of alteration. The external nasal valve was evaluated before and after rhinoplasty to assess the efficiency of the technique used. METHODS: This is a retrospective study that included 34 patients operated at private hospitals. The collapse of the nasal alae during deep inspiration and the vector of the lower lateral cartilage were evaluated. To provide more structure to the nasal alae, the lateral crural strut graft and/or alar contour graft were used. RESULTS: The inappropriate vector of the lower lateral cartilage is related to the external nasal valve insufficiency (p = 0.006), which was corrected with grafts providing nasal alae remodeling in most of the cases (p = 0.006). A significant difference was observed in the frequency of using grafts in primary (66%) and secondary rhinoplasty (80%). CONCLUSION: The inappropriate vector of the lower lateral cartilages usually resulted in an unstructured nasal alae, presenting external nasal valve insufficiency. Structuring the nasal alae with a lateral crural strut graft and/or alar contour graft was proven effective to correct external nasal valve insufficiency in 90% of the cases and to provide better aesthetic proportions and nasal contour. The frequency of grafts used in secondary rhinoplasty (80%) was higher than that in primary (66%), which indicates the need for grafts in a more complex surgery.

Keywords: Nose; Nasal cartilage; Nasal obstruction; Rhinoplasty.

 

Eficácia das técnicas estruturada e convencional na abordagem estética e reparadora do nariz

Paolo Rubez Rocha
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(1):28-36 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A rinoplastia, como outras subespecialidades da Cirurgia Plástica, apresentou evolução muito grande nas últimas décadas, tanto em termos de técnica operatória quanto em diagnóstico das alterações a serem tratadas. O objetivo deste trabalho é avaliar a eficácia das técnicas Estruturada e Convencional na abordagem estética e reparadora do nariz. MÉTODOS: Foram estudados de forma retrospectiva 49 pacientes operados pelo autor do trabalho, que foram submetidos a uma das duas técnicas operatórias. A eficácia das técnicas foi avaliada a partir da crítica dos pacientes e do cirurgião com relação aos resultados e à capacidade de se chegar ao objetivo do pré-operatório. RESULTADOS: Ambas as técnicas se mostraram eficazes para alcançar o objetivo final da cirurgia. A satisfação dos pacientes e do cirurgião foram semelhantes nos dois casos, e não houve complicações maiores em nenhum dos grupos. CONCLUSÃO: O trabalho mostrou que tanto a técnica Estruturada quanto a Convencional são eficazes para o tratamento das alterações nasais, sendo o mais importante o correto diagnóstico pré-operatório das alterações para a escolha da melhor abordagem em cada caso.

Palavras-chave: Rinoplastia; Cartilagens nasais; Nariz; Cartilagem costal.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Rhinoplasty, like other plastic surgery subspecialties, has greatly evolved in recent decades, as both a surgical technique and a diagnosis of the alterations that need to be performed. The objective of the current study was to evaluate the efficacy of the structured and conventional surgical techniques on nasal aesthetic and corrective approaches. METHODS: A total of 49 patients, who underwent surgical operation by the author of this work, were retrospectively studied. The patient generally underwent one of the two surgical techniques. The efficacy of each technique was evaluated by means of the critique provided by the patients and the surgeon regarding the results, and the ability to reach the pre-operative goals. RESULTS: Both techniques were efficient in attaining the final objective of the surgery. Patient and surgeon satisfaction were similar in both cases, and there were no major complications in any of the groups. CONCLUSION: The present work showed that both the structured and the conventional techniques were efficient in the treatment of nasal alterations. The most important factor for selecting the best approach in each case was the correct pre-operative diagnosis of the required alterations.

Keywords: Rhinoplasty; Nasal cartilages; Nose; Costal cartilage.

 

Casos Incomuns na Cirurgia do Nariz

José Carlos R. Ferreira, Eliza Minami
Rev. Bras. Cir. Plást. 1999;14(3):58-68 - Artigos

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Apresentação de três casos de cirurgia nasal que necessitaram de procedimentos pouco utilizados na prática clínica diária. No primeiro caso, reaproveitou-se um enxerto tibial, realizado em tempo operatório prévio, associando-o a enxerto cartilaginoso e inclusão de polietileno poroso. O retalho de Converse foi usado no segundo caso e a expansão de tecido do dorso nasal foi o recurso adotado no terceiro caso. São mostrados os resultados obtidos e discutida a condução de cada caso.

Palavras-chave: Nariz; rinoplastia; reconstrução nasal

 

ABSTRACT

Three cases of nasal surgery requiring less used procedures in daily clinical practice are presented. In the first case, a tibial graft early carried out was rcused and associated to cartilaginous graft and inclusion of porous polyethylene. Converse flap was used for the second case and nasal dorsum tissue expansion was the resource adopted for the third case. The results obtained are shown and conduct in each case is discussed.

Keywords: Nose; rhinoplasty; nasal reconstruction

 

Percepção da redução nasal pela rinoplastia de aumento do radix e da ponta

Eduardo Antonio Torres Furlani; José Glauco Lobo Filho; Fábio Rocha Fernandes Távora
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(1):39-47 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O dorso reto tem sido sempre um ideal na rinoplastia estética. A simples remoção da giba tem sido o método clássico e mais utilizado, mas pode ter consequências estéticas e funcionais adversas. Ainda existe grande resistência a procedimentos de aumento, porque a maioria dos pacientes solicitam redução e porque os benefícios de melhoria do equilíbrio nasal pelo aumento não são intuitivos. Um nariz aumentado pode parecer menor, o que é um benefício em particular em pacientes com pele espessa ou com o aspecto de terço inferior grande. Por outro lado, a percepção de redução com o aumento do radix e da ponta é muito comum, embora nunca tenha sido medida. MÉTODOS: Esse estudo cria intervenções gráficas e reais para criar um dorso reto por meio do aumento do radix e da ponta e analisa como os pacientes e observadores independentes percebem as modificações. Analisou-se uma amostra de 42 casos consecutivos de rinoplastia. Desses, foram incluídos os que tinham dorso convexo e eram cirurgias primárias, restando 9 casos. RESULTADOS: Houve aumento médio de 6,5% no tamanho do nariz na após a modificação gráfica, enquanto houve percepção de redução do nariz (p = 0,004). Houve aumento médio de 1% após a rinoplastia, enquanto houve percepção de redução. CONCLUSÃO: A retificação do dorso nasal pelo aumento do radix e da ponta causa percepção de redução do nariz.

Palavras-chave: Rinoplastia; Percepção de tamanho; Nariz; Cartilagens nasais.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: A straight bridge has always been the aesthetic ideal. Simple hump removal, the classical and most commonly applied method, can have aesthetic and functional consequences. However, great resistance to augmentation procedures persists because most patients request reduction and the benefits of improving nasal balance are counterintuitive. An augmented nose can look smaller, a particular benefit in patients with thick, inelastic skin or a large lower nose. On the other hand, decreased size perception after raising of the radix and tip is very common but has not been measured to date. METHODS: This study created graphic and real interventions to achieve a straight bridge through radix and tip raising and analyzed how patients and independent observers perceive these changes. A sample of 42 sequential rhinoplasty patients was analyzed, including nine cases of primary surgery and dorsal convexity. RESULTS: There was a 6.5% mean augmentation after graphic computing intervention but a perception of size reduction (p = 0.004). There was a 1% mean augmentation after rhinoplasty and an overall size reduction perception. CONCLUSION: Correction of the nasal dorsum, making a straight bridge through slightly increasing radix and tip, creates the perception of a decreased nose size.

Keywords: Rhinoplasty; Size perception; Nose; Nasal cartilage.

 

Deformidade das cartilagens alares em forma de parênteses: tratamento pela rotação caudal das crura laterais, experiência de 49 casos

Rodrigo Mangaravite; Ali BOUCHAMA; Ramil Sinder
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(1):50-56 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Sheen descreveu pela primeira vez uma má posição cefálica das cartilagens alares como a «deformidade em forma de parênteses». O objetivo deste trabalho foi analisar os resultados do tratamento desta deformidade pela rotação caudal da cruz lateral. MÉTODO: Foi realizado estudo retrospectivo, com 49 casos, operados entre Julho 2011 e Janeiro 2013 na 2ª Enfermaria da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro e em uma clínica particular. RESULTADOS: A maioria dos pacientes (76% dos casos) tinha a forma severa desta deformidade, os outros apresentavam uma forma moderada (24% dos casos). Cinquenta e sete por cento dos pacientes tinham um "boxy tip" e um piçamento alar inicial, 61% apresentavam uma retração alar e 8% um colapso da válvula externa. O «boxy tip" foi corrigido em 100% dos casos, a retração alar inicial foi corrigida em 97% dos casos, o pinçamento alar em 96% e o colapso da válvula externa foi tratado em 100% dos casos. Os 3 casos de recidiva unilateral foram corrigidos pela mesma técnica durante uma segunda rinoplastia. CONCLUSÕES: Este trabalho mostra que a rotação caudal da cruz lateral permite tratar a deformidade descrita por Sheen com poucas recidivas e sem complicações graves.

Palavras-chave: Cirurgia Plástica; Rinoplastia; Cartilagens Nasais; Colapso Estrutural; Complicações Pós-Operatórias.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Alar cartilage cephalic malposition was first described as a parenthesis-shaped deformity by Sheen. The aim of this study was to analyze the results of treatment by caudal rotation of the lateral crus for this deformity. METHOD: A retrospective study was conducted with 49 cases, operated on between July 2011 and January 2013 at the 2nd Infirmary of the Santa Casa da Misericórdia in Rio de Janeiro and at a private clinic. RESULTS: Most of the patients (76% of cases) had a severe form of this deformity. All others presented with a moderate form (24% of cases). Fifty seven percent of the patients (57%) had a "boxy tip" and an initial alar pinching, 61% showed alar retraction and 8%, external valve collapse. The "boxy tip" was corrected in 100% of cases; initial alar retraction, 97%; alar pinching, 96%; and external valve collapse, 100%. The 3 cases of unilateral relapse were corrected by the same technique during a second rhinoplasty. CONCLUSIONS: This study shows that caudal rotation of the lateral crus can treat the deformity described by Sheen with a small number of relapses and without serious complications.

Keywords: Plastic Surgery; Rhinoplasty; Nasal Cartilages; Structural Collapse; Postoperative Complications.

 

Avaliação da equimose após osteotomia nasal lateral contínua interna e externa na rinoplastia aberta

Felipe Pimentel Magno; Henrique Biavatti; Juliana Bolandini de Matos; Bruno Perrelli Sá Freire Fernandes; Felipe Gomes de Oliveira Queiroga; Bianca Maria Barros Ohana; Celso Eduardo Jandre Boechat
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):211-216 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O objetivo é avaliar a presença de equimose com 7 e 15 dias após osteotomia nasal lateral interna e externa na rinoplastia aberta.
Métodos: Análise prospectiva, dos pacientes submetidos à rinoplastia aberta, com osteotomia nasal lateral com total de 15 pacientes. Os pacientes foram alocados em dois grupos. Aqueles submetidos à osteotomia nasal lateral externa formaram o grupo A (n = 6) e os submetidos à osteotomia interna, o grupo B (n = 9). Foram avaliados com 7 e 15 dias de pós-operatório e registrada a presença ou ausência de equimose.
Resultados: Dentro do grupo A evidenciamos no 7º dia de pós-operatório 3 (50%) pacientes com equimose e 3 (50%) sem alteração na tonalidade da pele. Com 15 dias de pós-operatório, o mesmo grupo apresentava 2 (25%) pacientes com equimose e 4 (75%) sem alteração. Já no grupo B foram identificados no 7º dia após o procedimento 3 (33,4%) pacientes com presença de equimose e 6 (66,6%) sem alteração. O mesmo grupo após 15 dias do procedimento apresentou 1 (11,1%) paciente com equimose e 8 (88,9%) sem alteração.
Conclusão: Apesar da fratura interna apresentar menor incidência de equimose no sétimo e décimo quinto dias de pós-operatório, não houve relevância estatística na comparação entre as técnicas.

Palavras-chave: Rinoplastia; Osteotomia; Nariz; Equimose

 

ABSTRACT

Introduction: The objective is to evaluate the presence of ecchymosis 7 and 15 days after internal and external lateral nasal osteotomy in open rhinoplasty.
Methods: A prospective evaluation of 15 patients who underwent open rhinoplasty with lateral nasal osteotomy was conducted. The patients were allocated into two groups. Those who underwent external lateral nasal osteotomy were included in group A (n = 6), while those who underwent internal osteotomy were included in group B (n = 9). The patients were evaluated on postoperative days 7 and 15, and the presence or absence of ecchymosis was recorded.
Results: In group A, we observed that on postoperative day 7, 3 patients (50%) had ecchymosis and 3 (50%) showed no changes in skin color. On postoperative day 15, the same group had 2 patients (25%) with ecchymosis and 4 (75%) without changes. On the other hand, in group B, 3 patients (33.4%) had ecchymosis and 6 (66.6%) showed no changes on postoperative day 7. In the same group, 1 patient (11.1%) had ecchymosis and 8 (88.9%) showed no changes 15 days after surgery.
Conclusion: Despite the lower incidence of ecchymosis in internal fractures on postoperative days 7 and 15, no statistical significance was observed between the two techniques.

Keywords: Rhinoplasty; Osteotomy; Nose; Ecchymosis

 

Reconstrução do terço médio nasal em rinoplastia primária

Glauco Soares de Almeida, Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa, Nelson Gurgel Simas de Oliveira, Allysson Antonio Ribeiro Gomes, Márcio Rocha Crisóstomo, Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):124-127 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A rinoplastia é atualmente aceita como uma operação para remodelamento nasal, e não apenas um procedimento de redução nasal. Como resultado do trabalho pioneiro de Sheen, cada vez mais atenção tem sido dada à preservação da função da válvula nasal interna e à reconstrução do terço médio nasal. A redução da giba nasal pode levar a problemas funcionais e estéticos se realizada de forma inadequada. Possíveis seqüelas incluem o estreitamento da válvula nasal interna, o colapso do terço médio e a deformidade em "V" invertido. Seu tratamento clássico emprega enxertos expansores ("spreader graft"). Objetivos: Avaliar a qualidade da reconstrução do terço médio nasal com a utilização de um retalho de cartilagem lateral superior ("spreader flap") e comparar com o enxerto expansor ("spreader graft"). Método: No período de fevereiro de 2006 a novembro de 2007, 16 pacientes submetidas a rinoplastia primária foram divididas em dois grupos, com oito pacientes cada. No primeiro, foi realizada reconstrução do terço médio com retalho expansor e, no outro, com enxerto expansor. Resultados: Todos os pacientes evoluíram sem queixas funcionais e a inspeção da válvula nasal interna mostrava-se com angulação normal. O resultado estético foi avaliado como satisfatório pelos pacientes. Conclusão: O uso de retalho expansor para reconstrução do terço médio nasal é efetivo na prevenção da formação do "V" invertido e do colapso da válvula interna. Não se observaram diferenças de resultados, estéticos ou funcionais, entre as técnicas.

Palavras-chave: Rinoplastia/métodos. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

Introduction: Rhinoplasty is now accepted as a operation of reshaping the nose rather than just nasal reduction. As a result of the pioneering work of Sheen, even more attention have been paid to preserving function of the internal nasal valve and the reconstructing of the middle third of the nose. Dorsal hump reduction can create both functional and aesthetic problems if performed incorrectly. Possible sequelae include narrowing the internal valve, visible fall-in of the midvault, and the inverted "V" deformity. Objective: To evaluated the quality of the nasal middle vault reconstructing with the spreaders flaps and compare with spreaders grafts. Method: Sixteen patients were submitted to primary rhinoplasty with reconstruction of the middle vault were evaluated. Results: Both methods were effective for nasal middle vault reconstructing. Conclusion: In the present paper, the authors used the spreader graft and the spreader flap to reconstructing the middle third of the nose with good results.

Keywords: Rhinoplasty/methods. Nose/surgery.

 

Detalhes anatômicos das cartilagens laterais inferiores em afrodescendentes: estudo em cadáveres

Victor Diniz de Pochat; Nivaldo Alonso; Emilie B. Ribeiro; Edinho Tenório; Emanuelle Rocha; José Valber Lima Meneses
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):54-57 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: São poucos os estudos na literatura que descrevem a morfologia das cartilagens laterais inferiores, sendo ainda mais raros em populações afrodescendentes. O objetivo desse estudo foi descrever a anatomia das cartilagens laterais inferiores e suas variações em afrodescendentes. Método: Foram estudados 16 cadáveres frescos. Os narizes foram dissecados através de exorinoplastia, com identificação e liberação das conexões das cartilagens laterais inferiores. As cruras laterais e cruras médias/mediais foram analisadas quanto a forma, comprimento e largura, sendo identificadas quanto ao lado e sexo. A distância entre o dômus e o septo caudal foi avaliada. Foi utilizada uma régua milimetrada para as mensurações. As medidas encontradas foram registradas e analisadas com auxílio do software BioEstat 5.0. Resultados: A forma convexa das cruras laterais foi predominante; enquanto a forma côncava ocorreu unilateralmente em dois casos e bilateralmente em um. Os "pés" da crura mediais estavam unidos em 81,25% da amostra e separados em 18,75% dos casos. A distância entre o ângulo do septo caudal e o dômus foi de 4 a 10 mm (média = 6,86 ± 1,75 mm). Conclusão: As cartilagens laterais inferiores dos afrodescendentes apresentaram dimensões semelhantes aos descritos na literatura.

Palavras-chave: Cartilagens nasais. Anatomia. Cadáver. Nariz. Rinoplastia. Grupo com Ancestrais do Continente Africano.

 

ABSTRACT

Introduction: Aesthetic deformity of the nose and impaired nasal functioning may be related to structural variations in the lower lateral cartilage (LLC) and these variations can be either congenital or acquired. Few studies have investigated LLC morphology, and even fewer have investigated LLC morphology among African descendants. To meet this research gap, this study conducted an in-depth examination of LLC anatomy and its variation among a sample of African descendants. Methods: The noses of 16 fresh cadavers were dissected through exorhinoplasty to collect data regarding the shape, length, and width of the lateral and middle/medial crus, variations in these parameters in terms of the right and left sides and gender, and distance between the domus and the caudal septum for analysis using BioEstat 5.0 software. Results: Convex shape of the lateral crus was found to be predominant among the samples. Only 12.5% of the samples were found to have a unilateral concave shape and 6.25% to have a bilateral concave shape. The feet of the medial crus were found to be united in 81.25% of the samples and separated in 18.75%. The distance between the angle of the caudal septum and the domus was found to range from 4 to 10 mm (mean 6.86 ± 1.75 mm) among the samples. Conclusion: The parameters of LLC morphology among African descendants measured in this study were found to be similar to those previously described in the literature.

Keywords: Nasal cartilages. Anatomy. Cadaver. Nose. Rhinoplasty. African Continental Ancestry Group.

 

Retalho de cartilagem alar para projeção da ponta nasal

JOSÉ CARLOS DAHER; MILENA CARVALHO ALMEIDA GALDINO; LUCIANO GOMES MOURA; LEONARDO MARTINS COSTA DAHER; ISMAR RIBEIRO; GABRIEL CAMPELO DOS SANTOS; LEONARDO DAVID PIRES BARCELOS; CESAR AUGUSTO DAHER CEVA FARIA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):374-381 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introduction: The nasal tip is a frequent object of study by surgeons, since it is a common reason for pre- and postoperative complaints. Thus, the tip should be thoroughly evaluated to determine the best technique to be used. The objective is to demonstrate an original alar cartilage flap technique for projection of the nasal tip, performed alone or in combination with other procedures for the same purpose.
Method: A retrospective cross-sectional study of 22 patients submitted to open rhinoplasty with use of the alar flap to project the nasal tip.
Results: A total of 22 open rhinoplasties were performed on primary bulbous, fatty, and under-projected tips. Among the patients in the study, 90% were black and 2% were white; 72.7% reported a high degree of satisfaction with the operation, 18.1% considered the result very good, and 9.2% considered the result acceptable. There were no complications/reoperations.
Conclusion: The alar cartilage flap for projection of the nasal tip is simple to perform and can be considered an excellent supplemental method for use in treatment of the black nose.

Palavras-chave: Rinoplastia; Projeção; Cartilagens nasais; Nariz; Retalhos cirúrgicos

 

ABSTRACT

Introduction: The nasal tip is a frequent object of study by surgeons, since it is a common reason for pre- and postoperative complaints. Thus, the tip should be thoroughly evaluated to determine the best technique to be used. The objective is to demonstrate an original alar cartilage flap technique for projection of the nasal tip, performed alone or in combination with other procedures for the same purpose.
Method: A retrospective cross-sectional study of 22 patients submitted to open rhinoplasty with use of the alar flap to project the nasal tip.
Results: A total of 22 open rhinoplasties were performed on primary bulbous, fatty, and under-projected tips. Among the patients in the study, 90% were black and 2% were white; 72.7% reported a high degree of satisfaction with the operation, 18.1% considered the result very good, and 9.2% considered the result acceptable. There were no complications/reoperations.
Conclusion: The alar cartilage flap for projection of the nasal tip is simple to perform and can be considered an excellent supplemental method for use in treatment of the black nose.

Keywords: Rhinoplasty; Projection; Nasal cartilage; Nose; Surgical flaps

 

Tratamento das válvulas nasais em rinoplastia secundária

Glauco Soares de Almeida
Rev. Bras. Cir. Plást. 2013;28(3):422-427 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A rinoplastia é atualmente aceita como uma operação para remodelamento nasal, e não simplesmente um procedimento de redução do nariz. Cada vez mais atenção tem sido dispensada à preservação e à reparação da função das válvulas nasais. O comprometimento da válvula nasal é uma causa distinta de obstrução nasal sintomática, embora discordâncias existam com relação às formas de tratamento. MÉTODO: No período de junho de 2009 a janeiro de 2011, 26 pacientes foram submetidos a rinoplastia secundária para correção de insuficiência de válvulas nasais internas pós-rinoplastia. Cartilagens autólogas de septo nasal, concha auricular e costela foram utilizadas para o tratamento. RESULTADOS: Houve efetividade na resolução da obstrução nasal em 96,2% dos casos operados com cartilagens autólogas. CONCLUSÕES: O uso de enxertos expansores de terço médio nasal e de enxertos de suporte das cruras laterais alares com cartilagens autólogas se mostrou efetivo no tratamento do comprometimento valvular pós-rinoplastia, proporcionando adequado suporte às válvulas nasais e resolução dos quadros de obstrução nasal.

Palavras-chave: Rinoplastia. Cartilagem. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Rhinoplasty is currently accepted as an operation for nasal remodeling, and not simply as a nose reduction procedure. Increasing attention has been given to preservation and repair of the function of nasal valves. The impairment of nasal valves is a distinct cause of symptomatic nasal obstruction; however there are disagreements regarding the forms of treatment. METHOD: In the period between June of 2009 and January of 2011, 26 patients underwent secondary rhinoplasty to correct post-rhinoplasty insufficient function of internal nasal valves. Nasal septum autologous cartilage and auricular concha and rib cartilages were used for the treatments. RESULTS: The treatments were effective in resolving nasal obstruction in 96.2% of the cases operated with autologous cartilage. CONCLUSIONS: The use of expanding grafts from the nasal middle third and supporting grafts from lateral crura alar autologous cartilages proved to be effective in the treatment of post-rhinoplasty valvular impairment providing appropriate support to the nasal valves and resolution of clinical cases of nasal obstruction.

Keywords: Rhinoplasty. Cartilage. Nose/surgery.

 

Uso do Gore-tex para preenchimento do dorso nasal em rinoplastias

Rodrigo Otávio Gontijo Tostes; Felipe Pacheco Martins Ferreira; João Carlos Cisneiros Guedes de Andrade Júnior; José Cesário da Silva Almada Lima Patrícia Noronha de Almeida; Alexandre Alcides Mattos de Meira; Eduardo de Melo Ferreira; Anna Cristina de Freitas Coelho
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(3):461-465 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Muitos materiais autógenos e exógenos vêm sendo utilizados com frequência para confecção de enxertos e implantes nas rinoplastias. O enxerto ou implante ideal deve ser biocompatível, biointegrável, não-absorvível, facilmente moldável e não deve causar resposta inflamatória. O Gore-tex, uma forma expansível do politetrafluoretileno (PTFE), é usado desde a década de 1970 na confecção de próteses vasculares. Apesar de seu uso ser extremamente versátil e extenso, oferecendo baixas taxas de complicação, a demonstração na literatura médica de seus resultados, quando usado na cirurgia estética, é muito restrita. Métodos: Realizado estudo retrospectivo sobre a evolução de 7 pacientes submetidos a implantes de Gore-tex visando ao preenchimento do dorso nasal, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2007. Todos os pacientes foram avaliados quanto a fatores estéticos e funcionais, e quanto à presença ou não de complicações. Resultados: Todos os pacientes tiveram boa evolução pós-operatória, com grande satisfação do ponto de vista estético e funcional, e sem complicações. Conclusões: O Gore-tex mostrou-se um material sintético satisfatório, de baixo custo, facilmente moldável, com boa biocompatibilidade e com incidência nula de extrusão ou infecção para implantes de preenchimento de dorso nasal nos casos apresentados.

Palavras-chave: Rinoplastia. Politetrafluoretileno. Nariz/cirurgia.

 

ABSTRACT

Background: Many autogenous and exogenous materials have been frequently used for the production of grafts and implants in rhinoplasties. The ideal graft or implant should be biocompatible, biointegrated, non-absorbable, and easily moldable and should not cause an inflammatory response. Gore-tex, an expandable form of polytetrafluoroethylene (PTFE) has been used since the 1970s for vascular graft production. Although Gore-tex is extremely versatile and has extensive uses and low complication rates, the demonstration of Gore-tex use in aesthetic surgery is very limited in medical literature. Methods: We performed a retrospective study of 7 patients who received Gore-tex implants in order to fill the nasal dorsum from January 2005 to December 2007. All patients were assessed for aesthetic and functional factors and for the presence or absence of complications. Results: All patients had good postoperative evolution, with great satisfaction in terms of aesthetic and functional aspects and no complications. Conclusions: Gore-tex is a satisfactory synthetic material as it is inexpensive, easily moldable, has good biocompatibility, and has shown no incidence of extrusion or infection in implants used for nasal dorsum filling in previously reported cases.

Keywords: Rhinoplasty. Polytetrafluoroethylene. Nose/surgery.

 

Anatomia artística e opções técnicas na rinosseptoplastia

Julio Wilson Fernandes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):40-42 - Face I

PDF Português

RESUMO

INTRODUÇÃO: A prática da rinosseptoplastia envolve uma percepção adequada e objetiva da "deformidade", uma adequada avaliação funcional do nariz, e uma idealização da beleza, baseada na anatomia artística, e no contexto das expectativas de cada paciente. MÉTODOS: O autor apresenta os mais frequentes aspectos da anatomia artística, relevantes para a rinoplastia, e as técnicas, táticas, e atitudes cirúrgicas que têm possibilitado a convergência, entre a referida anatomia e a obtenção de resultados estética e funcionalmente adequados na sua prática. RESULTADOS: Os narizes com alterações mínimas na ponta foram submetidos à rinoplastia convencional, enquanto os que necessitaram maiores intervenções foram submetidos a rinoplastia aberta, ambos com resultados igualmente satisfatórios. CONCLUSÃO: A anatomia artística tem sido uma importante contribuição ao sucesso das rinosseptoplastias, tanto na abordagem fechada como na aberta.

Palavras-chave: Nariz; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cartilagens nasais; Osteotomia; Septo nasal.

 

Enxerto de cartilagem em "feixe de gravetos" no aumento do dorso nasal

Sergio Moreira da Costa; Gustavo Moreira da Costa Souza; Waldemar Chaves Nascimento Brandão Penna; Lívia Neffa; Rodolfo Guedes Afiune
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):633-637 - Ideias e Inovações

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Os enxertos autólogos conquistaram importante papel na rinoplastia gerando sustentação com melhor resultado funcional e estético. Os enxertos cartilaginosos fragmentados surgiram como alternativa para evitar deformidades perceptíveis que ocorrem com enxertos esculpidos. O uso de enxertos em forma de filetes não fixados entre si demonstrou bons resultados. Este estudo objetiva divulgar nova técnica de preenchimento de dorso nasal utilizando filetes cartilaginosos amarrados em forma de "feixe de gravetos". MÉTODO: Foram realizadas 28 rinoplastias abertas estruturadas de janeiro a junho de 2015 na Clínica de Cirurgia Plástica do Hospital Felício Rocho. Realizou-se incisão infracolumelar em V e dissecção em planos profundos. A principal área doadora de enxerto cartilaginoso foi o septo nasal. Os enxertos foram preparados com lâmina 11, em longas e finos filetes com espessura média de 1 mm. Com fio catgut simples 5-0, os enxertos foram agrupados em um feixe autossustentável. RESULTADOS: Treze pacientes eram do gênero feminino e 15 do masculino. A idade média foi 34,8 anos. A técnica do feixe de gravetos demonstrou bons resultados no per e pósoperatório com manutenção do preenchimento e elevação do dorso nasal. O aumento da raiz e do dorso foi obtido em 100% dos casos, sem complicação local ou necessidade de revisão cirúrgica no seguimento atual. CONCLUSÃO: O enxerto de cartilagem em feixe de gravetos mostrou-se eficiente e de fácil execução. Oferece boa forma no tratamento do dorso e raiz nasal em casos estéticos, funcionais e traumáticos.

Palavras-chave: Cirurgia plástica; Rinoplastia; Nariz; Cartilagens nasais; Transplante autólogo.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Autologous grafts play an important role in rhinoplasty, they provide support with improved functional and aesthetic results. Fragmented cartilaginous grafts are an alternative that help avoid the perceptible deformities that occur with sculpted grafts. Grafts in the form of unbound strips have also shown good results. This study demonstrated the effectiveness of a new technique, which involves filling of the nasal dorsum using cartilaginous strips bound in the form of a bundle of twigs. METHOD: A total of 28 open structure rhinoplasties were performed from January to June 2015 at the Plastic Surgery Clinic of the Felício Rocho Hospital. V-shaped infracolumellar incisions were made by dissection of the deep planes. The nasal septum was the main donor area of the cartilage grafts. The grafts were prepared with a #11 scalpel blade into thin strips with an average thickness of 1 mm. Using simple 5-0 catgut wire, the grafts were bound into a self-contained bundle. RESULTS: Thirteen patients were female and 15 male, with a mean age of 34.8 years. The "bundle of twigs" technique displayed good postoperative results, with maintenance of the filling and elevation of the nasal dorsum. Follow-up assessments confirmed the augmentation of the root and dorsum in 100% of the cases, without local complications or need for surgical revision. CONCLUSION: The bundle of twigs technique was efficient and easily performed. It offers an attractive alternative for treatment of the nasal dorsum and root in aesthetic, functional, and traumatic cases.

Keywords: Plastic surgery; Rhinoplasty; Nose; Nasal cartilages; Autologous transplantation.

 

Ressecção segura do dorso nasal

Felipe Bilhar Fasolin; Anna Luiza Melo Martins; Niveo Steffen; Bruno Della Mea Gasperin; Caroline Batistti; Pedro Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):65-66 - Face I

PDF Português

RESUMO

Rinoplastia é uma das cirurgias estéticas mais realizadas no Brasil, mas apresenta riscos reais de complicações. Ressecções do dorso nasal mal-sucedidas podem gerar problemas funcionais ou estéticos. Realizamos uma revisão de literatura acerca das técnicas essenciais para uma ressecção segura do dorso nasal. Dentre as mais publicadas, ressecções compostas ou por componentes foram as duas grandes vertentes, cada uma apoiada por nomes de peso da rinoplastia mundial. A rotina padronizada em cinco passos pareceu ser ideal dentro de um ambiente de ensino devido à ressecção óssea gradual realizada por raspas e pela reprodutibilidade do método de separação dos componentes do dorso nasal com uma abordagem individualizada de cada estrutura, sendo efetiva e segura ao mesmo tempo.

Palavras-chave: Rinoplastia; Cartilagens nasais; Septo nasal.

 

Morfologia nasal - harmonia e proporção aplicadas à rinoplastia

Isaac Rocha Furtado
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):599-608 - Artigo Especial

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

O estudo da morfologia nasal é de fundamental importância para um melhor entendimento e planificação das rinoplastias. O objetivo deste trabalho é analisar a forma básica do nariz visto como estrutura isolada, e principalmente em equilíbrio com a face do paciente. Os padrões determinados são bastante subjetivos, pois o conceito de beleza depende de vários fatores. As medidas clássicas de proporção auxiliam na concepção e visão estética do cirurgião. E quando associadas ao conhecimento da anatomia e técnica cirúrgica irão determinar o resultado final da rinoplastia. Logo, o conceito do nariz "ideal" deve ser aplicado para cada um, respeitando os padrões clássicos da antropometria, o sexo, grupo étnico-racial, fatores culturais e psicossociais. A morfologia não se restringe apenas ao aspecto estático do nariz, mas relaciona-se diretamente com a dinâmica pessoal, a mímica e a personalidade.

Palavras-chave: Nariz; Rinoplastia; Cartilagens nasais.

 

ABSTRACT

The study of nasal morphology is of fundamental importance for a better understanding and planning of rhinoplasty. The objective of this study is to analyze the basic shape of the nose seen as an isolated structure, and especially in equilibrium with the patient's face. The existing patterns to do so are quite subjective, since the concept of beauty depends on several factors. The classic proportion measurements assist the surgeon with the conception and aesthetic view. When combined with an understanding of the anatomy and surgical technique they determine the final outcome of rhinoplasty. Thus, the concept of "optimal" nose must be applied on an individual basis, respecting classical anthropometry patterns, gender, ethnic-racial, cultural and psychosocial factors. Morphology is not limited only to the static aspect of the nose, but is directly related to personal dynamics, mimicry and personality of the patient.

Keywords: Nose; Rhinoplasty; Nasal cartilages.

 

Reconstrução de columela após necrose por uso de sonda nasogástrica

José Octávio Gonçalves de Freitas; Aymar Edison Sperli; Rinaldo Fischler
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):333-335 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores apresentam o caso de paciente portador de sequela de sonda nasogástrica utilizada para procedimento na infância. A reconstrução foi realizada em dois tempos cirúrgicos. No primeiro tempo cirúrgico, foi realizada reconstrução da neocolumela com retalhos nasogenianos rodados de baixo para cima. No segundo tempo, foram realizados osteotomia e ortosseptoplastia.

Palavras-chave: Rinoplastia. Nariz/cirurgia. Necrose.

 

ABSTRACT

The present report describes the case of a patient with sequelae from a nasogastric tube used for a prior procedure performed during childhood. The reconstruction required 2 separate surgical procedures. The first surgery involved reconstruction of the columella with nasogenian flaps rotated upwards and the second procedure consisted of osteotomy and septoplasty.

Keywords: Rhinoplasty. Nose/surgery. Necrosis.

 

O papel das sombras e luzes na estética nasal

Bruno Della Méa Gasperin; Anna Luiza Melo Martins; Níveo Steffen; Felipe Bilhar Fasolin; Pedro Bins Ely
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):107-109 - Face I

PDF Português

RESUMO

A rinoplastia continua a ser um dos procedimentos cirúrgicos estéticos mais comumente realizados. O contorno de um nariz visualmente atrativo é criado a partir de linhas, sombras e luzes que recobrem o dorso, ponta e base nasal. O controle da anatomia de superfície nasal requer conhecimento amplo das estruturas subjacentes e de técnicas cirúrgicas capazes de modificá-las a favor da estética nasal.

Palavras-chave: Rinoplastia; Cartilagens Nasais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons