ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 702 resultado(s)

Busca por : Mamoplastia; Cirurgia plástica; Mama; Contorno corporal; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

Reconstrução da papila e imediata tatuagem do complexo areolopapilar: técnica, resultados e revisão de literatura

Francisco Jose Fontenele Bezerra; Rosely Moraes Gonçalves de Moura
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(1):12-18 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução do complexo areolopapilar (RecCAP) constitui-se na etapa final da reconstrução mamária, estando a tatuagem do complexo areolopapilar (CAP) bem estabelecida como efetiva, apesar de pouco difundida entre cirurgiões plásticos brasileiros. Nós mostramos um método simples de RecCAP com a utilização de retalhos cutâneos para confecção da papila e imediata tatuagem do CAP encurtando a recuperação do paciente e evitando novos tempos cirúrgicos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo retrospectivo de pacientes submetidas à RecCAP em nossa clínica privada, no período de setembro de 2015 a dezembro de 2016. Também se procedeu uma pesquisa na base de dados Medline no período de 2004 a 2016, incluindo relatos de doenças associadas à tatuagem. RESULTADOS: Vinte e seis pacientes foram submetidos a 28 reconstruções do complexo areolopapilar, com faixa etária média de 48 anos (variando de 29 a 65 anos), não havendo maiores complicações, com exceção da irregularidade na absorção do pigmento em oito reconstruções (28,5%). CONCLUSÃO: A utilização de técnicas de tatuagem na confecção do complexo areolopapilar mostrou-se eficaz, com mínima morbidade e de fácil execução, com altos índices de satisfação do paciente, apesar da necessidade de retoques futuros na obtenção da tonalidade ideal.

Palavras-chave: Tatuagem; Neoplasias da mama; Mamoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Técnicas cosméticas.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: The reconstruction of the nipple-areola complex (NACRec) is the final stage of breast reconstruction; and tattooing the nipple-areola complex (NAC) is well established as effective, although not widespread among Brazilian plastic surgeons. We have shown a simple method of NACRec using skin flaps for the preparation of the papilla and immediate tattooing of the NAC, shortening the recovery of the patient and avoiding new surgeries. METHODS: We performed a retrospective study of patients submitted to NACRec in our private clinic, from September 2015 to December 2016. We also searched the Medline database from 2004 to 2016 for reports of diseases associated with tattooing. RESULTS: Twenty-six patients underwent 28 reconstructions of the nipple-areola complex, with a mean age of 48 years (ranging from 29 to 65 years), with no major complications, except for the irregularity in pigment absorption in eight reconstructions (28.5%). CONCLUSION: The use of tattooing techniques in the preparation of the nipple-areola complex proved to be effective, with minimal morbidity, and easy to perform, with high patient satisfaction rates, despite the need for a future touch-up to obtain the ideal shade.

Keywords: Tattooing; Breast neoplasms; Mammaplasty; Reconstructive surgical procedures; Cosmetic techniques.

 

Reconstrução mamária com tecido autólogo: 380 casos consecutivos

Larissa Silva Leitão Daroda; Romeu Ferreira Daroda; Darlen Rodrigues Vieira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(3):352-360 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução mamária desempenha papel importante no tratamento do câncer de mama. Várias opções estão disponíveis para a reconstrução autóloga, sendo as mais difundidas o retalho do reto abdominal (TRAM), o retalho de grande dorsal e retalho muscular local. O trabalho visa demonstrar a experiência inicial na reconstrução mamária com tecido autólogo, acrescido ou não de implante. MÉTODO: Foi realizada análise retrospectiva de prontuários de 367 pacientes que foram submetidas à reconstrução mamária imediata e tardia com retalho do reto abdominal (TRAM) unipediculado ou retalho de grande dorsal (GD) ou retalho muscular local (RL). RESULTADOS: Foram reconstruídas 380 mamas. Em 156 pacientes, a técnica foi TRAM; em 179, GD; e, em 49 pacientes, outras técnicas foram empregadas. O tamanho dos implantes variou entre 155 cc e 640 cc. A idade média das pacientes foi de 49,33 anos. 197 pacientes foram operadas do lado direito, 169 do lado esquerdo e em 14 pacientes a reconstrução foi bilateral. A reconstrução foi imediata em 80% das pacientes. Houve poucas complicações moderadas (deiscência parcial da sutura, com necessidade de ressutura) e graves (liponecrose do retalho, extrusão do implante após infecção e tromboembolismo pulmonar) e, ainda, algumas complicações menores que não demandaram correção cirúrgica. CONCLUSÕES: A reconstrução mamária com tecido autólogo fornece ao cirurgião plástico um método consistente e confiável de reconstrução mamária, com resultados estéticos muito satisfatórios e com morbidade pequena para pacientes selecionadas.

Palavras-chave: Mamoplastia; Retalhos cirúrgicos; Músculos; Neoplasias da mama; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast reconstruction plays an important role in the treatment of breast cancer. Several options are available for autologous breast reconstruction, the more widespread being the transverse rectus abdominis myocutaneous (TRAM) flap, the latissimus dorsi myocutaneous (LDM) flap, and the local muscle (LM) flap. The objective of this work was to demonstrate the initial experience in breast reconstruction with autologous tissue, with or without implants. METHOD: A retrospective analysis was performed of medical charts of 367 patients who underwent immediate and delayed breast reconstruction with the unipediculated TRAM flap, LD flap, or LM flap. RESULTS: Three hundred eighty breasts were reconstructed. There were 156 TRAM flap procedures, 179 LD flap procedures, and 49 other techniques. The size of the implants ranged between 155 cc and 640 cc. The mean age of the patients was 49.33 years. One hundred ninety-seven patients underwent surgery on the right side and 169 on the left; 14 patients underwent bilateral reconstruction. Reconstruction was immediate in 80% of the patients. There were few moderate (partial dehiscence of the wound requiring suturing) and severe complications (flap liponecrosis, extrusion of the implant after infection, and pulmonary thromboembolism) and some minor complications that did not require surgical correction. CONCLUSIONS: Breast reconstruction with autologous tissue provides the plastic surgeon with a consistent and reliable method of breast reconstruction, with very satisfactory aesthetic results and low morbidity in selected patients.

Keywords: Mammoplasty; Surgical flaps; Muscles; Breast tumors; Reconstructive surgical procedures.

 

Avaliação do emprego da técnica universal para mastoplastias marcação única de Pessoa em um serviço de ensino de Cirurgia Plástica

SALUSTIANO GOMES DE PINHO PESSOA; ALEKSANDRA MARKOVIC; JOSÉ ALBERTO DIAS LEITE
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(2):196-203 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A mamoplastia redutora é ainda um procedimento que desafia o cirurgião plástico. O objetivo é demonstrar os resultados no tratamento de variados graus de hipertrofia e ptose mamária utilizando-se a técnica de Marcação Única, proposta por Pessoa, durante o treinamento de novos cirurgiões plásticos.
Métodos: Coorte retrospectivo de 95 pacientes submetidas à mamoplastia redutora pela técnica de Pessoa. Incluídas pacientes com ptose, hipertrofia, gigantomastia e/ou assimetria das mamas. Os procedimentos foram realizados por residentes do primeiro, segundo e terceiro ano. Como fatores de exclusão foram usados: distúrbios psicológicos, obesidade mórbida e/ou pacientes com indicação de implante de prótese sem redução de pele e/ou aréola. Foram avaliados a idade, sexo, volume resultante, grau de satisfação, complicações e dificuldades dos residentes para realização do procedimento cirúrgico.
Resultados: Todas as pacientes do sexo feminino, com idade entre 21 e 61 anos. 90,53% das pacientes declararam-se muito satisfeitas, 5,26% satisfeitas, 3,16% pouco satisfeitas e 1,05% insatisfeita. Como complicações, foram observadas necrose de complexo areolopapilar (1,05%), epidermólise (11,58%) e deiscência de sutura (9,47%). As dificuldades encontradas pelos residentes, dependendo da etapa do procedimento cirúrgico, variaram entre 11,1% e 55,6%.
Conclusões: Verificou-se alto grau de satisfação tanto da parte das pacientes quanto dos residentes envolvidos. Os resultados encontrados confirmam a efetividade da técnica no treinamento de residentes.

Palavras-chave: Mamoplastia; Cirurgia plástica; Mama; Contorno corporal; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

Introduction: Reduction mastoplasty is still a challenging procedure for plastic surgeons. The Objective is to show the results of the treatment of different degrees of breast hypertrophy using Pessoa's single marking technique performed while training plastic surgeons.
Methods: A retrospective cohort of 95 patients underwent reduction mastoplasty using Pessoa's technique. The cohort included patients with breast ptosis, hypertrophy, gigantomastia, and/ or breast asymmetry. The procedures were performed by first-, second-, and third-year residents. The exclusion criteria were psychological disorders, morbid obesity, and/or indication for prosthesis implantation without skin and/or areola reduction. The analyzed factors were age, sex, final size, patient's degree of satisfaction, complications, and difficulties experienced by the residents in performing the surgery.
Results: All patients were women aged between 21 and 61 years. Of the patients, 90.53% reported being very satisfied; 5.26%, satisfied; 3.16%, poorly satisfied; and 1.05%, dissatisfied. The complications observed were necrosis of the nipple-areola complex (1.05%), epidermolysis (11.58%), and suture dehiscence (9.47%). The rate of difficulty experienced by the residents varied between 11.1% and 55.6%, depending on the step of the surgical procedure.
Conclusions: A high degree of satisfaction was reported by both the patients and residents. The results confirm the effectiveness of the technique while training residents.

Keywords: Mastoplasty; Plastic surgery; Breast; Body contour; Reconstructive surgical procedures

 

Cinta do músculo peitoral maior nas mamoplastias: experiência pessoal

Francisco Claro de Oliveira Junior
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(4):533-543 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Alguns autores têm divulgado resultados de mamoplastias com cinta muscular do músculo peitoral, utilizando parâmetros subjetivos e sem um grupo de comparação. Em 2011, Swanson propôs um protocolo com parâmetros objetivos e não observador dependentes, baseado em medidas fotográficas padronizadas para avaliação estética das cirurgias mamárias. Com base nestas informações, este estudo teve por objetivo avaliar a influência da cinta do músculo peitoral maior comparativamente à técnica sem uso de cinta nas mamoplastias, conforme proposto por Swanson. MÉTODO: Coorte retrospectiva envolvendo 18 mulheres submetidas à mamoplastia bilateral primária por ptose e/ou hipertrofia mamária operadas consecutivamente por um único cirurgião de março de 2010 a novembro de 2012. As 36 mamas foram divididas em dois grupos (18 mamas no grupo em que a mamoplastia foi confeccionada com cinta muscular e 18 no grupo sem cinta muscular) e avaliadas por estudo fotométrico no pré-operatório e após seis meses da cirurgia. Os resultados de cada mama foram analisados com o uso do programa "SPSS 20 for MAC". RESULTADOS: A evolução percentual da elevação da projeção mamária média, no grupo com cinta foi 15,32 ± 2,41% superior ao grupo sem cinta (p < 0,001, IC95% de 10,41 a 20,22). O mesmo foi observado na projeção do polo superior, que foi 24,2 ± 3,71% maior (p < 0,001, IC95% de 16,65 a 31,82) do que no grupo em que a cinta não foi utilizada. CONCLUSÃO: A cinta muscular mostrou-se efetiva para o preenchimento do polo superior da mama e para a manutenção da sua projeção no período de até seis meses após a mamoplastia.

Palavras-chave: Mamoplastia; Músculos peitorais; Mama; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Several authors have reported on mammoplasty procedures using a pectoral muscle strap, but evaluated these techniques subjectively without a comparison group. In 2011, Swanson proposed a protocol including objective parameters that was based on standardized photographic measures for the aesthetic assessment of breast surgeries. Accordingly, this study aimed to evaluate the influence of the pectoralis major muscle strap compared to a technique that does not use a muscle strap as proposed by Swanson. METHOD: This retrospective cohort study included 18 women who underwent primary bilateral mammoplasty to correct breast ptosis and/or hypertrophy performed consecutively by a single surgeon between March 2010 and November 2012. Thirty-six breasts were divided in two groups (18 breasts in the group with a muscle strap, Group I; and 18 in the group without a muscle strap, Group II) and the outcome was assessed in a photometric study comparing the preoperative appearance to the 6-month-postoperative appearance. The results of each breast were analyzed using SPSS version 20 for Mac software. RESULTS: The average percentage evolution of breast projection elevation in Group I was 15.32 ± 2.41% higher than that in Group II (p < 0.001, 95% confidence interval [CI], 10.41-20.22). The same result was observed for upper pole projection, which was 24.2 ± 3.71% higher (p < 0.001, 95% CI, 16.65-31.82) in Group I than in Group II. CONCLUSION: Use of the muscle strap effectively filled the upper pole of the breast and maintained its projection for a post-mammoplasty period up to 6 months.

Keywords: Mammoplasty; Pectoral muscle; Breast; Reconstructive surgical procedures

 

Análise retrospectiva da casuística pessoal em mamoplastia redutora utilizando a técnica de pedículo inferior em suas diferentes indicações

Leonardo Dalo de Oliveira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(3):321-327 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Cirurgia de redução de mama tem sido amplamente discutida a partir dos princípios de suas diferentes técnicas utilizadas neste processo. A busca da estética associada a procedimentos cirúrgicos que causem menos cicatrizes inestéticas tem promovido a busca de métodos alternativos de mama redução. O objetivo do presente estudo é realizar uma revisão bibliográfica desta técnica, apresentar minha casuística particular em mamoplastia redutora utilizando a técnica de pedículo inferior comparada à literatura mundial. MÉTODOS: Descreve a abordagem cirúrgica do estudo com 60 pacientes relatando a experiência e os resultados da mamoplastia redutora pela técnica de pedículo inferior. As pacientes foram acompanhadas no consultório a cada 15, 30, 60 dias, 3 meses, 6 meses e 1 ano. RESULTADOS: No pós-operatório algumas complicações sem repercussão no resultado final: perda parcial de sensibilidade do complexo aréolo-papilar, necrose parcial de aréola, hematomas, necrose gordurosa, deiscência de sutura. CONCLUSÕES: A utilização da técnica de mamoplastia redutora com pedículo inferior areolado na minha casuística pessoal mostrou estar próxima da literatura mundial quanto às complicações e resultado estético. A técnica apresenta adequada manutenção da sensibilidade e vascularização do complexo aréolo-mamilar e baixos índices de complicações, podendo ser também empregada em mamas de médias hipertrofias e nas mastopexias e associada a prótese de silicone.

Palavras-chave: Mamoplastia; Cirurgia plástica; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breast reduction surgery has been widely discussed, as different techniques are used to perform this procedure. The pursuit for aesthetics combined with surgical procedures that cause less unsightly scars promoted the development of alternative methods for breast reduction. The aim of this study was to conduct a bibliographic review of this technique, and present a personal casuistry regarding reduction mammoplasty using the inferior pedicle technique and compare it with those in the existing literature. METHODS: This study describes the surgical approach used in 60 patients, their experience, and the results obtained with reduction mammoplasty performed with the inferior pedicle technique. The patients were followed up in outpatient settings at 15, 30, and 60 days; 3 months; 6 months; and 1 year. RESULTS: Some complications occurred in the postoperative period but did not impair the final results. These include partial loss of sensitivity of the nipple-areolar complex, partial necrosis of the areola, hematomas, fat necrosis, and suture dehiscence. CONCLUSIONS: The results obtained by using the inferior areolar complex in reduction mammoplasty proved, in my personal casuistry, to be similar to those found in the existing literature, with regard to complications and aesthetic outcomes. With this technique, the sensitivity and vascularization of the nipple-areola complex can be properly maintained, thus resulting in low complication rates. Moreover, it can also be used in medium-breast hypertrophy, mastopexy procedures, and silicone implant placement.

Keywords: Mammoplasty; Plastic surgery; Reconstructive surgical procedures.

 

Mamoplastia redutora com realização de técnica de Pitanguy, associada ao retalho de Silveira Neto para ascensão de complexo areolopapilar

Luciana Abdalla Rosa Gasparoni; Farid Hakme
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(3):346-352 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A hipertrofia mamária é uma alteração do contorno corporal bastante frequente, e de grande importância clínica, já que repercute na mulher tanto psicologicamente como funcionalmente, em especial nas grandes hipertrofias. Para evitar o sofrimento vascular e necroses nos casos de mamoplastias redutoras em grandes hipertrofias e ptoses severas, uma opção segura é a realização de mamoplastia redutora a Pitanguy, associada à confecção de retalho dermoglandular areolado superomedial de Silveira Neto. MÉTODOS: Foram realizadas, no período de abril de 2014 a julho de 2016, 14 mamoplastias redutoras utilizando a técnica descrita. A ressecção de parênquima variou entre 900 gramas a 1.800 gramas, e a distância de deslocamento superior do complexo areolopapilar variou entre 5 e 15 centímetros. Observou-se a incidência de complicações vasculares e cicatriciais do complexo areolopapilar. RESULTADOS: Todas as pacientes referiram satisfação com o resultado estético e funcional obtidos pela cirurgia. Em quatro pacientes, houve pequena área de epidermólise na região de encontro do sulco submamário com a cicatriz vertical, que cicatrizaram por segunda intenção, sem causar grandes sequelas estéticas. Em nenhum dos casos houve epidermólise ou necrose parcial ou total do complexo areolopapilar, apesar de grandes ascensões dos mesmos. Houve dois casos de hipocromia em pequena área da margem areolar. CONCLUSÃO: Para o tratamento de grandes hipertrofias mamárias, a combinação das técnicas selecionadas foi bem-sucedida em possibilitar grandes reduções volumétricas, correção de ptoses severas, com elevação do complexo areolopapilar por distâncias significativas, com segurança. Desta forma, foram obtidos bons resultados estéticos e funcionais, sem sofrimentos vasculares do complexo areolopapilar.

Palavras-chave: Mamoplastia; Mama/anormalidades; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalhos cirúrgicos; Aréola.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mammary hypertrophy is common, and has great clinical importance, affecting women both psychologically and functionally, especially when severe. To avoid vascular compromise and necrosis associated with reduction mammoplasty in cases with severe hypertrophy and ptosis, a safe option involves combined use of Pitanguy technique and a Silveira Neto areolar superomedial dermoglandular flap. METHODS: Fourteen reduction mammoplasties were performed between April 2014 and July 2016 with the combined technique. Parenchymal resection ranged from 900 to 1,800 g, and the superior displacement distance of the nipple-areolar complex ranged from 5 to 15 cm. Vascular and scarring complications of the nipple-areolar complex were evaluated. RESULTS: All patients reported satisfaction with the aesthetic and functional results obtained with surgery. A small area of sloughing where the inframammary crease and the vertical scar intersect was observed in 4 patients; healing occurred by second intention, without significant aesthetic sequelae. Neither sloughing nor partial or total necrosis of the nipple-areolar complex were observed, despite the significant elevation. Two cases of hypopigmentation of a small area at the areolar margin were observed. CONCLUSION: The combined technique was successful in the treatment of prominent mammary hypertrophy, enabling safe reduction of large volumes, correction of severe ptosis, and significant elevation of the nipple-areolar complex. Good aesthetic and functional results were obtained, without vascular compromise of the nipple-areolar complex.

Keywords: Mammoplasty; Breast/abnormalities; Reconstructive surgical procedures; Surgical flaps; Areola.

 

Reconstrução de mama com miniabdominoplastia reversa

Osvaldo Ribeiro Saldanha Filho; Osvaldo Saldanha; Eugênio Cação; Marcos Ricardo Menegazzo; Daniel Cazeto; Andrés Cano Canchica; Francisco Felipe Góis; Leonardo Gobetti
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):505-512 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mastectomia é muito traumática para a mulher, sendo a reconstrução mamária um procedimento essencial para melhorar o bem-estar psicossocial e a qualidade de vida destas pacientes. A maioria dos cirurgiões plásticos não realiza reconstrução mamária. Sua prática requer um treinamento avançado com longa curva de aprendizado. A reconstrução mamária, utilizando o retalho excedente da abdominoplastia reversa, pode ser uma opção prática e de muita aplicabilidade em pacientes cuidadosamente selecionadas. MÉTODOS: No período de agosto de 2014 a junho de 2016, doze pacientes foram submetidas à reconstrução mamária, com a técnica de miniabdominoplastia reversa. A simetrização foi realizada em seis pacientes que fizeram reconstrução unilateral, sendo um caso reconstruído bilateralmente. Em sete pacientes, os implantes foram colocados em plano supra muscular, e em cinco, em posição sub submuscular. RESULTADOS: Uma paciente apresentou seroma, uma outra teve epiteliólise, um caso de necrose parcial da pele do retalho superficial, todos com evolução favorável. Somente uma paciente teve extrusão do implante. CONCLUSÃO: A reconstrução mamária com retalho excedente de miniabdominoplastia reversa associada à colocação de implante demonstrou ser uma boa opção de reconstrução mamária para casos selecionados, com baixa taxa de complicações. Pacientes com flacidez e lipodistrofia no abdome superior são as candidatas ideais para utilização da técnica.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Abdominoplastia; Mama; Mamoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mastectomy is very traumatic for women, and breast reconstruction is an essential procedure to improve their psychosocial well-being and quality of life. Most plastic surgeons do not perform breast reconstruction. This practice requires advanced training with a long learning curve. Breast reconstruction using excess flaps in reverse abdominoplasty can be a practical option and of great applicability in carefully selected patients. METHODS: From August 2014 to June 2016, 12 patients underwent breast reconstruction using the reverse mini abdominoplasty technique. Symmetrization was performed in six patients who underwent unilateral reconstruction, with one case reconstructed bilaterally. The implants were placed in the supra-muscular plane and in a submuscular position in seven and five patients, respectively. RESULTS: There was one case each of seroma, epitheliolysis, and partial superficial necrosis of the superficial flap, all with favorable evolution. Only one patient underwent implant extrusion. CONCLUSION: Breast reconstruction using excess flaps in reverse mini abdominoplasty associated with implant placement is a good option for breast reconstruction in selected patients with a low complication rate. Patients with flaccidity and lipodystrophy in the upper abdomen are the ideal candidates for the use of this technique.

Keywords: Reconstructive surgical procedures; Abdominoplasty; Breast; Mammaplasty.

 

Complicações de reconstrução mamária após mastectomia total por câncer de mama realizadas pelo Serviço de Cirurgia Plástica e Microcirurgia Reconstrutiva do Hospital Universitário Walter Cantídio

Rogerio De Oliveira Ribeiro; Salustiano Gomes De Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):19-22 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: As anormalidade que afetam as mamas têm repercussões catastróficas para o estado psicológico, emocional e de bem-estar da mulher. As formas de reconstrução da mama apresentam características particulares, com diferentes graus de morbidade que influenciam diretamente no desfecho dos resultados, incluindo o tipo e a frequência de complicações. O presente estudo tem por objetivo identificar as complicações encontradas em um grupo de pacientes submetidos à reconstrução mamária após mastectomia total por câncer de mama e relacioná-las com a forma de reconstrução, momento da reconstrução, tempo cirúrgico e uso de radioterapia.
Método: Corresponde a um estudo de coorte transversal, retrospectivo, com análise realizada por meio de revisão de prontuários de pacientes que foram submetidos à reconstrução mamária após mastectomia total realizadas pelo Serviço de Cirurgia Plástica e Microcirurgia Reconstrutiva do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) no período de 01/01/2015 a 31/12/2017.
Resultados: A complicação mais frequente foi a contratura capsular, que ocorreu em 9 (15,5%) pacientes. As outras complicações identificadas foram: prótese elevada em 5 (8,6%) pacientes; seroma em 4 (6,9%) pacientes; necrose parcial do retalho em 2 (3,4%) pacientes; extrusão em 2 (3,4%) pacientes e hematoma em 1 (1,8%) paciente.
Conclusão: O maior número de complicações manteve relação direta com a técnica de reconstrução, representada pelo uso de material aloplástico, principalmente uso de prótese direta; com o momento da reconstrução imediata e com pacientes que foram submetidos à radioterapia; e não manteve relação com o tempo cirúrgico de reconstrução da mama.

Palavras-chave: Neoplasias da mama; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Mamoplastia; Complicações pós-operatórias.

 

ABSTRACT

Introduction: Abnormalities affecting breasts have catastrophic repercussions on psychological, emotional aspects and the woman well-being. Breast reconstruction forms have particular characteristics with different morbidity degrees that directly influence the outcome, including complications type and frequency. The present study aims to identify complications found in a group of patients submitted to breast reconstruction after total breast cancer mastectomy and relate them to reconstruction, reconstruction moment, surgical time and use of radiotherapy.
Method: Cross-sectional, retrospective cohort study with analysis performed by reviewing medical records of patients who underwent breast reconstruction after total mastectomy at the Department of Plastic Surgery and Reconstructive Microsurgery at University Hospital Walter Cantídio (HUWC) between 1/1/2015 to 12/31/2017.
Result: The most frequent complication was capsular contracture that occurred in 9 (15.5%) patients. Other complications identified were: high prosthesis in 5 (8.6%) patients; seroma in 4 (6.9%) patients; flap partial necrosis in 2 (3.4%) patients; extrusion in 2 (3.4%) patients and hematoma in 1 (1.8%) patient.
Conclusion: The greatest number of complications was directly related to reconstruction technique, represented by the use of alloplastic material, mainly the use of direct prosthesis; with the immediate reconstruction moment and with patients who underwent radiotherapy and did not have relation with surgical time of breast reconstruction.

Keywords: Breast neoplasms; Reconstructive surgical procedures; Mammaplasty; Postoperative complications

 

Avaliação da sensibilidade do complexo areolopapilar após mamoplastia redutora com liberação dérmica versus volume ressecado de tecido mamário

JAIRO ZACCHÊ DE-SÁ; KELSON KAWAMURA; RAFAEL HENRIQUE COUTINHO BARRETO; ANDERSON DA SILVA RAMOS; AMANDA TORRES CAMPOS; ANTÔNIO CARLOS CORTE REAL BRAGA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(4):478-483 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O complexo areolopapilar (CAP) desempenha grande importância tanto na amamentação quanto na vida sexual das pacientes, consequentemente, devemos ressaltar que uma complicação potencial da mamoplastia redutora é a alteração ou até a perda da sensibilidade do CAP.
Método: Estudo prospectivo, randomizado, controlado e duplo-cego para avaliar a relação entre a sensibilidade do complexo areolopapilar após mamoplastia redutora com liberação dérmica e o volume ressecado de tecido mamário. O estudo ocorreu no período de agosto de 2013 a agosto de 2015, no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE).
Resultados: O estudo totalizou 39 pacientes. A média de idade da amostra foi de 31,7 anos, índice de massa corporal (IMC) médio de kg/m2 e nenhuma das pacientes era tabagista. A taxa de comorbidade foi de 5,1% da amostra. O índice de complicações foi de 41%, composto de 7 casos de cicatriz inestética, 6 de hematoma e 4 de deiscência. Não houve caso de sofrimento ou necrose do CAP e todas as pacientes se mostraram satisfeitas com o resultado cirúrgico final. Não houve diferenças estatisticamente significantes em nenhuma das ocasiões entre os pacientes do grupo experimento e controle, tanto no grupo de ressecção de até 300 gramas quanto acima de 300gramas.
Conclusões: A manobra de liberação dérmica não provocou diferença na sensibilidade do complexo areolopapilar, independentemente da quantidade de tecido mamário ressecado.

Palavras-chave: Mamoplastia; Mama/inervação; Mama; Derme; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

Introduction: The nipple-areola complex (NAC) plays an important role both in breastfeeding and sexual lives of the patients. Because of this, we must mention possible complications of reduction mammoplasty, such change or even loss of sensitivity of the NAC.
Method: This was a prospective, randomized, controlled, double-blind study to evaluate the relationship between the sensitivity of the NAC after reduction mammoplasty with dermal release and the resected volume of breast tissue. This study was conducted between August 2013 and August 2015 at the Hospital das Clínicas of the Federal University of Pernambuco (HC-UFPE), in Recife City, Brazil.
Results: The study involved 39 patients. The mean age and body mass index (BMI) of the patients were 31.7 years and 25.5 kg/m2, respectively. None of the patients was a smoker. The complication rate was 41%, including 7 cases of non-aesthetic scars, 6 cases of hematoma (bruises), and 4 cases of dehiscence. No patient had pain or NAC necrosis, and all the patients expressed being satisfied with the final surgical result. No statistically significant differences were found between the patients of the experimental and control groups, both in the group with resection of up to 300 g and those with resection >300 g.
Conclusions: The maneuver of dermic release did not result in any differences in the sensitivity of the NAC, regardless of the quantity of resected breast tissue.

Keywords: Mammoplasty. Breast/innervation; Nipple; Dermis; Reconstructive surgical procedures

 

Tratamento das ptoses mamárias com implantes submusculares e pontos de fixação do tecido mamário ao muscular: aspectos técnicos e avaliação de resultado

ANTONIO CHIQUETTI; ALFREDO BENJAMIN DUARTE DA SILVA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):317-323 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Mastopexia associada à inclusão de implante é uma situação desafiadora para o cirurgião plástico. O objetivo é descrever a colocação de implante submuscular com descolamento anatômico mais pexia firme do tecido glandular usando pontos de fixação do tecido mamário ao muscular e analisar os resultados estéticos das pacientes operadas.
Método: Foram realizadas 23 mastopexias com implantes no período entre abril de 2015 e julho de 2017, pelo mesmo cirurgião, sendo as mamas das pacientes marcadas previamente, na posição sentada. Realizou-se incisão no sulco mamário e descolamento até o polo superior da mama no plano subfascial, fixação da glândula ao músculo peitoral maior com 9 a 12 pontos. A seguir, iniciou-se a dissecção do músculo peitoral maior através de sua origem costal e transição com os músculos reto abdominal e serrátil, liberando amplamente na porção inferior. Introduziu-se o implante e completou-se a mastopexia. Os tamanhos dos implantes variaram de 255ml a 355ml. Fotos das mamas de 12 pacientes foram avaliadas por dois cirurgiões plásticos e dois leigos, nos seguintes parâmetros: resultado estético, simetria das aréolas e grau de ptose mamária. As avaliações podiam ser Ruim, Razoável ou Bom.
Resultados: A técnica cirúrgica mostrou-se reprodutível, apenas 1 caso de hematoma unilateral, nenhuma infecção, queixas de dor discretas. Apenas um caso foi considerado, por um único avaliador, como Razoável; as demais avaliações consideradas como Bom.
Conclusão: O tratamento de ptoses mamárias com colocação de implante submuscular acrescido de pexia da glândula ao músculo peitoral é uma técnica reprodutível e com bons resultados estéticos.

Palavras-chave: Mamoplastia; Implante mamário; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Mama; Fixação de tecidos

 

ABSTRACT

Introduction: Mastopexy associated with implant placement is challenging for plastic surgeons. The objective is to describe the placement of a submuscular implant with anatomical detachment in combination with stable fixation of the breast tissue to the pectoralis muscle and analyze the aesthetic results.
Method: Twenty-three mastopexy procedures with implants were performed from April 2015 to July 2017 by the same surgeon, and surgical markings were made in the breasts of the patients in a seated position. An incision was made in the inframammary fold, and the breast tissue was elevated to the upper pole in the subfascial plane and attached to the pectoralis major muscle using 9-12 stitches. Subsequently, the inferior margin of the pectoralis major muscle and the transition from the rectus abdominis muscle to the serratus muscle were dissected to expose the muscle. The implant was introduced and mastopexy was completed. Implant size ranged from 255 mL to 355 mL. Photographs of the breasts of 12 patients were evaluated by two plastic surgeons and two non-medical subjects, who considered the aesthetic results, symmetry of the nipple-areola complex, and degree of breast ptosis. The results were scored as unsatisfactory, satisfactory, or good.
Results: The surgical technique was reproducible; there was only one case of unilateral hematoma, no implant infections, and only complaints of mild pain. Only one case was scored as satisfactory by one evaluator, whereas the results of the other cases were considered good.
Conclusion: The treatment of breast ptosis with the placement of a submuscular implant in combination with fixation of the breast to the pectoralis major muscle is reproducible and yields good aesthetic results.

Keywords: Mammoplasty; Breast implant; Reconstructive surgical procedures; Breast; Tissue fixation

 

Avaliação dos casos de mamoplastia pela técnica do pedículo inferior areolado

Eduardo Favarin; Glayse June Sassaki Favarin; Ives Alexandre Yutani Koseki; Fábio Yutani Koseki
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(4):496-501 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Dentro do universo de técnicas descritas, destaca-se o pedículo inferior areolado por sua versatilidade, segurança e bons resultados estéticos. O estudo avalia os casos de mamoplastia pela técnica do pedículo inferior areolado realizados pelo autor e apresentar uma pequena modificação na forma de fixação do pedículo ao músculo peitoral maior. MÉTODOS: Foram avaliadas 74 pacientes operadas no período de junho de 2007 a dezembro de 2014. RESULTADOS: A idade média das pacientes foi de 35,63 anos, o índice de massa corporal médio foi 25,8 e o tempo médio de seguimento, de 28 meses. Complicações ocorreram em 33,76% dos casos, a quantidade média de tecido ressecado foi 585 gramas. O grau de satisfação foi ótimo ou bom em 93% dos casos. Houve manutenção da sensibilidade do complexo areolopapilar (CAP) em 72% das mamas à esquerda e 77% à direita. Em 3% das mamas à esquerda houve perda completa da sensibilidade. CONCLUSÃO: A mamoplastia pelo pedículo areolado inferior mostrou-se neste estudo versátil, segura e com bons resultados. Além disso, houve boa manutenção da sensibilidade do CAP. Estudos posteriores poderão ratificar a importância da modificação na fixação do pedículo sugerida neste trabalho.

Palavras-chave: Mamoplastia; Cirurgia plástica; Mama; Técnicas cosméticas; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Mammoplasty is one of the most common plastic surgeries in Brazil. Among the surgical techniques described in the literature, the areolar inferior pedicle technique is the most significant because of its versatility, safety, and satisfactory aesthetic results. This study avaluated cases of mammoplasty with the areolar inferior pedicle technique performed by the author, and to propose a small change in the attachment of the pedicle to the pectoralis major muscle. METHODS: A total of 74 patients underwent the surgery from June 2007 to December 2014. RESULTS: The average patient age was 35.63 years; the mean body mass index was 25.8; and the mean follow-up duration was 28 months. Complications occurred in 33.76% of the cases, and the average amount of resected tissue was 585 g. The degree of satisfaction was excellent or good in 93% of the cases. The sensitivity of the areolar-papillary complex (APC) was maintained in 72% of left-breast reconstructions and 77% of right-breast reconstructions. Moreover, there was a complete loss of sensitivity in 3% of left-breast cases. CONCLUSION: The use of mammoplasty with the areolar inferior pedicle was versatile and safe, and produced favorable outcomes. In addition, the sensitivity of the APC was adequately maintained. Further studies might confirm the importance of the change in fixation of the pedicle suggested in this study.

Keywords: Mammoplasty; Plastic surgery; Breast; Cosmetic techniques; Reconstructive surgical procedures.

 

Mastopexia secundária com troca de prótese: técnica em "D" espelhado

JUAN CARLOS SÁNCHEZ LÓPEZ; PATRÍCIA ERAZO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(3):324-332 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A inclusão de implante mamário combinada com pexia é uma cirurgia desafiadora, não somente pela ausência de procedimento padrão, mas por se mostrar uma cirurgia com elevado potencial de complicações, entre elas, alto índice de revisões pós-cirúrgicas. Neste trabalho é descrita a utilização da técnica em "D" espelhado originalmente usada para mastopexia primária e inclusão de implantes de silicone em mamas hipoplásicas associadas à ptose moderada a grave, agora se estendendo o uso para o tratamento de recidiva de ptoses com deslocamento das próteses com ou sem contratura capsular e/ou cicatrizes inestéticas.
Método: O procedimento descrito, realizado em 90 pacientes, faz uso de marcação própria que determina ressecção em bloco de pele e parênquima subjacente para simetrização, retalho de pedículo medial, troca dos implantes originais para próteses de silicone texturizada, perfil alto, redonda, volumes iguais bilateralmente, posicionadas em plano submuscular, resultando em uma cicatriz final vertical.
Resultados: Pelos dados obtidos não foi necessária revisão cirúrgica em nenhum dos casos. Não houve ocorrência de infecção pós-cirúrgica ou necrose da placa areolopapilar, bem como da cicatriz. A ressecção média do parênquima foi de 80g. Oitenta e nove pacientes (98,8%) foram submetidas à ressecção de diferentes tamanhos. O volume médio das próteses incluídas foi de 300ml. O comprimento da cicatriz vertical se mostrou estável em média de 6,5cm após 2 anos. Os resultados foram considerados satisfatórios pela avaliação feita pelos pacientes.
Conclusão: A mastopexia secundária mostrou-se uma cirurgia de maior complexidade devido à atrofia severa dos tecidos, resultado da cirurgia prévia. Seus benefícios incluem maior simetrização, cicatrizes mais finas com diminuição da tensão da placa areolopapilar, resultados duradouros e alto grau de satisfação das pacientes.

Palavras-chave: Implantes de mama; Mamoplastia; Atrofia; Prevenção secundária; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

Introduction: Breast implantation combined with mastopexy is challenging, not only because a standard procedure is lacking, but also because of the high potential for complications, including a high rate of post-surgical revision. Originally intended for primary mastopexy and inclusion of silicone implants in hypoplastic breasts with moderate to severe ptosis, the use of the mirror "D" technique is now extended to treatment of ptosis recurrence with displacement of prostheses, with or without capsular contracture and/or unsightly scars.
Method: The procedure described was performed in 90 patients, using specific marking to determine block resection of skin and underlying parenchyma for symmetrization. The procedure included use of a medial pedicle flap and exchange of original implants for textured, high-profile, round silicone prostheses with equal volumes bilaterally and positioned in the submuscular plane, resulting in a final vertical scar.
Results: No surgical revision was required in any of the cases. There was no occurrence of postoperative infection or necrosis of the nipple-areola complex or scar. The average parenchyma resection was 80 g. Eighty-nine patients (98.8%) were submitted to resection of different volumes. The average prosthesis volume was 300 mL. The length of the vertical scar was stable with an average of 6.5 cm after 2 years. The results were considered satisfactory according to patient assessment.
Conclusion: Secondary mastopexy is a more complex surgery due to severe atrophy of the tissue as a result of previous surgery. Its benefits include improved symmetrization, thinner scars and reduction in tension on the nipple-areola complex, long-lasting results, and a high degree of patient satisfaction.

Keywords: Breast implants; Mammoplasty; Atrophy; Secondary prevention; Reconstructive surgical procedures

 

Mamoplastia após grande perda ponderal

Marina Junqueira Ferreira Rosique; Rodrigo Gouvêa Rosique
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):375-383 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: Após perda ponderal maciça, as pacientes apresentam alterações mamárias, como flacidez, ptose em graus variados e polo superior vazio. Diferentes técnicas de mamoplastia são empregadas para dar forma ao cone mamário e reposicionar o complexo aréolo-papilar (CAP). Neste trabalho, avaliamos diferentes abordagens cirúrgicas preenchendo as necessidades de cada caso. MÉTODO: Vinte e cinco pacientes submetidas à gastroplastia antes da mamoplastia foram analisadas. As técnicas utilizadas foram (1) mastopexia sem prótese e retalho inferior; (2) mastopexia sem prótese e pedículo areolado inferior; (3) mastopexia com prótese com cobertura pelo retalho inferior; (4) mastopexia com prótese com plicatura de retalhos cruzados (jaquetão). RESULTADOS: A média do IMC antes da mamoplastia foi de 26,6 (variando de 21,6 a 31,2). Todas as pacientes submetidas à cirurgia consideraram o resultado bom ou ótimo. Em avaliação por observador cego às técnicas empregadas, os resultados foram considerados bons com relação à forma da mama, correção da ptose e preenchimento do polo superior. Uma paciente submetida à mastopexia com prótese com retalhos cruzados apresentou seroma e contratura capsular subsequente, necessitando capsulectomia. Oito pacientes apresentaram deiscências: sete, na junção dos retalhos cutâneos no sulco inframamário, e uma na vertical, unilateralmente, resolvidas por cicatrização por segunda intenção. Não houve caso de necrose ou epiteliólise do CAP. CONCLUSÃO: Empregando-se diferentes técnicas de mamoplastia, individualizadas caso a caso, foram obtidos resultados agradáveis, alcançando satisfação das pacientes. Fatores, como distância fúrcula-papila, necessidade de elevação do CAP, volume mamário pré-mamoplastia e desejo de aumento de volume pela paciente, influenciam a escolha da técnica cirúrgica.

Palavras-chave: Contorno corporal; Perda ponderal maciça; Mastopexia; Mamoplastia.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: After massive weight loss, patients present with various mammary changes, such as sagging, different grades of ptosis, and empty upper pole. Different mammoplasty techniques are used to shape the mammary cone and to reposition the nipple-areolar complex (NAC). In this study, we evaluate how different surgical approaches can satisfy the requirements of each patient. METHOD: Twenty-five patients who underwent mammoplasty following gastroplasty were analyzed. The mammoplasty techniques used were (1) mastopexy without implant with inferior flap; (2) mastopexy without implant with inferior areolar pedicle; (3) mastopexy with implant and coverage by inferior flap; (4) mastopexy with implant and plication of cross flaps (jacket procedure). RESULTS: The average body mass index (BMI) before mammoplasty was 26.6 (ranging from 21.6 to 31.2). All patients who underwent this surgery rated the outcome obtained as good or great. In an evaluation carried out by an observer unaware of the techniques employed, the results obtained were considered to be satisfactory for breast shape, correction of breast ptosis, and filling of the upper pole. One patient who underwent mastopexy with implants and cross flaps developed seroma and subsequent capsular contracture, which required capsulectomy. Eight patients developed unilateral dehiscence: seven at the junction of skin flap in the inframammary fold, and one vertically, which were resolved with healing by secondary intention. No cases of necrosis or NAC epitheliosis were observed. CONCLUSION: Using different mammoplasty techniques, which were personalized and analyzed on a case-by-case basis, good outcomes and a high level of patient satisfaction were achieved. Various factors, such as the furcula-papilla distance, the need to lift the NAC, pre-mammoplasty breast volume and the patient's desire to increase breast volume, influence the choice of the surgical technique.

Keywords: Body contour; Massive weight loss; Mastopexy; Mamomplasty.

 

Retalho TRAM com dissecção mínima para reconstrução mamária

Allysson Antonio Ribeiro Gomes; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(4):652-656 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: Após sua publicação, o uso do retalho miocutâneo transverso do reto-abdominal para reconstrução de mama (TRAM) tem sido o procedimento com tecido autólogo mais popular para reconstrução mamária, porém não livre de complicações da área doadora. Método: Foram avaliados onze pacientes submetidas à mastectomia e à reconstrução mamária imediata com retalho TRAM e dissecção mínima da área doadora, utilizando-se pontos de adesão e drenagem a vácuo. Os autores avaliaram as complicações pós-operatórias da área doadora. Resultados: Nenhum caso de seroma, hematoma, infecção, abaulamento de abdome ou hérnia foi identificado, houve uma deiscência de ferida operatória e um relato de desconforto. Conclusão: Concluiu-se que os pontos de adesão e o sistema de drenagem diminuem as complicações da área doadora do retalho TRAM.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Mamoplastia. Mama/cirurgia.

 

ABSTRACT

Background: After the TRAM flap for breast reconstruction have been published, become the most popular autologous breast reconstructive procedure, although not free of donor site complications. Methods: Eleven patients underwent to immediately postmastectomy breast reconstruction with TRAM flap and minimal dissection on donor site using quilting suture's and closed suction drainage were analyzed. The authors had evaluated prospectively the abdominal complications of the donor site. Results: None of the patients developed seroma, hematoma, wound infection, abdominal bulge or hernia. One patient developed partial skin loss, and one patient developed discomfort. Conclusion: The quilting suture's plus closed suction drainage decrease the complications outcomes at TRAM donor site.

Keywords: Reconstructive surgical procedures. Mammaplasty. Breast/surgery.

 

Avaliação dos resultados tardios de mamoplastia redutora pela técnica periareolar

José Horácio Aboudib; Ana Claudia Weck Roxo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):74-80 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Foram selecionadas aleatoriamente 25 pacientes submetidas a mamaplastia redutora pela técnica periareolar, com no mínimo 10 anos de pós-operatório. Em nenhum momento houve o espírito de avaliar comparativamente com outros tipos de técnica em uso no arsenal da cirurgia de redução e pexia mamária. Objetivo: Avaliar os benefícios e as desvantagens desta técnica a longo prazo. Método: Foram selecionados e analisados critérios como tamanho, formato, simetria, sensibilidade no complexo aréolo-papilar, qualidade das cicatrizes, assim como a opinião das pacientes, além do registro de complicações, reintervenções e do grau de satisfação. Todas as pacientes responderam a questionários específicos, permitindo conclusões avaliadas percentualmente para cada tipo de variável. Resultados: Dentre os comentários obtidos, a maioria das pacientes concordou que se submeteria a nova mamaplastia pela técnica periareolar. O volume e a forma das mamas mantiveram-se estáveis e com elevado grau de satisfação por parte das pacientes. A queixa mais frequente foi relacionada à cicatriz. Conclusão: O resultado da análise comprovou que a abordagem periareolar é um procedimento muito útil para as mamaplastias redutoras em pacientes com pequena a média hipertrofia, sem ptose marcante e com aceitável a boa elasticidade cutânea. A principal desvantagem, entretanto, é a tendência da cicatriz ao redor da aréola alargar com o tempo.

Palavras-chave: Mamoplastia/métodos. Mama/cirurgia. Procedimentos Cirúrgicos Reconstrutivos. Cirurgia Plástica.

 

ABSTRACT

Objective: To document our procedure for periareolar reduction mammaplasty, evaluate its long-term benefits and disadvantages, and assess the degree of satisfaction of patients with at least 10 years of follow-up. Methods: We randomly selected 25 patients who underwent periareolar reduction mammaplasty with at least 10 years of follow-up and analyzed several criteria such as breast volume, breast shape and symmetry, nipple-areolar complex sensibility, scar quality, patient opinion and satisfaction level, and number of complications and reoperations. All patients answered specific questionnaires, allowing percent-based evaluation of each variable. Results: Most patients would confidently undergo a repeated mammaplasty by the periareolar technique. The breast volume and shape remained stable with good patient satisfaction. The most frequent complaint was the scar quality. Conclusions: The periareolar approach is useful for reduction mammaplasty in patients with small-to-medium breast volume, small-to-moderate ptosis, and moderate-to-good skin turgor. Its main disadvantage is the tendency of enlargement of the scar around the areola over time.

Keywords: Mammaplasty/methods. Breast/surgery. Reconstructive Surgical Procedures. Surgery, Plastic.

 

Uso da terapia de pressão negativa no tratamento de deiscência em abdominoplastia de paciente pós-bariátrico: relato de caso

LÍVIA NEFFA; VALÉRIA ROCHA MAIA; CLÊNIO MARTINS DE SOUZA COELHO; IZABELLA COSTA ARAÚJO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):41-44 - Suplemento Simpósio Mineiro de Intercorrências 13º SIMPÓSIO - 2019

PDF Português

RESUMO

Introdução: As deiscências são complicações frequentes nas abordagens de contorno abdominal, e os pacientes pós-cirurgias bariátricas possuem riscos maiores de complicações. Na literatura, a grande maioria das deiscências tem conduta conservadora, aguardando uma cicatrização por segunda intenção; porém, a terapia de pressão negativa, já consagrada para tratamento de feridas complexas, pode ser uma boa alternativa para as deiscências abdominais.
Objetivo: Demonstrar o uso de terapia de pressão negativa com fechamento primário retardado como uma alternativa à cicatrização por segunda intenção na abordagem de deiscências pós-dermolipectomia abdominal.
Relato de caso: Paciente, gênero feminino, diabética, tabagista e hipertensa, 53 anos, submetida à cirurgia bariátrica com perda ponderal estável de 30 kg dois anos antes da avaliação para tratamento do contorno corporal. Submetida à dermolipectomia abdominal em âncora com a neo-onfaloplastia sem intercorrências imediatas. Com sete dias, apresentou quadro compatível com seroma de drenagem espontânea com deiscência e posterior infecção de ferida. Após insucesso do tratamento ambulatorial, foi internada e tratada com antibioticoterapia venosa e uso de terapia de pressão negativa em zona de deiscência. Apresentou melhora clínica e laboratorial com o tratamento possibilitando, inclusive, fechamento completo da deiscência apresentada pela paciente.
Discussão: Seroma, infecção e deiscência são complicações frequentes em procedimentos cirúrgicos. O uso da terapia de pressão negativa já é descrita pela literatura como opção em feridas complexas, e se encaixou com uma boa opção do caso relatado.
Conclusão: O caso relatado demonstra que a terapia de pressão negativa pode ser uma alternativa para o tratamento de deiscências pós-dermolipectomias abdominais.

Palavras-chave: Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Cirurgia bariátrica; Gastroplastia; Abdominoplastia; Obesidade; Vácuo; Deiscência da ferida operatória; Tratamento de ferimentos com pressão negativa; Contorno corporal

 

Análise dos resultados estéticos na reconstrução mamária com TRAM ipsilateral vs. contralateral

Juliana Régia Furtado Matos; Iana Silva Dias; Breno Bezerra Gomes de Pinho Pessoa; Salustiano Gomes de Pinho Pessoa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):272-276 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A reconstrução mamária com retalho do músculo reto abdominal (TRAM, do inglês transverse rectus abdominis myocutaneous) tem se tornado um procedimento comumente realizado desde a década de 1990. O TRAM ipsilateral vem demonstrando ser tão seguro quanto o retalho contralateral na reconstrução mamária. Entretanto, estudos avaliando o resultado estético com as duas técnicas são escassos na literatura. A proposta deste estudo é comparar os resultados cosméticos entre os retalhos pediculados ipsilateral e contralateral. MÉTODO: Foi realizada avaliação prospectiva de 29 pacientes submetidas a reconstrução imediata com TRAM ipsilateral e contralateral. Os grupos foram comparados entre si, analisando-se os resultados estéticos. RESULTADOS: O estudo incluiu 29 pacientes, com média de idade foi 43 ± 7 anos. O grupo 1 (TRAM ipsilateral) apresentou o sulco inframamário bem definido em 91,7% dos casos, comparativamente a 52,9% no grupo 2 (TRAM contralateral). Observou-se abaulamento na região xifoide em 8,3% dos pacientes do grupo 1 e em 23,5% dos pacientes do grupo 2. A diferença na forma global da mama reconstruída não foi importante, com 66,7% e 70,6% de simetria nos grupos 1 e 2, respectivamente. CONCLUSÕES: O TRAM ipsilateral demonstrou melhor manutenção do sulco inframamário e menor abaulamento na região xifoide. Entretanto, a forma global da mama e a projeção do polo inferior da mama foram similares entre os dois grupos.

Palavras-chave: Mama/cirurgia. Mamoplastia. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos. Retalhos cirúrgicos. Músculos abdominais.

 

ABSTRACT

BACKGROUND: Breast reconstruction by using the rectus abdominis muscle (transverse rectus abdominis myocutaneous, TRAM) flaps is a common procedure that has been performed since the 1990s. Ipsilateral TRAM flaps were proven to be as safe as contralateral flaps for breast reconstruction. However, studies comparing the aesthetic outcomes of the two procedures are poorly described in the literature. The aim of this study was to compare the cosmetic outcomes of ipsilateral and contralateral pedicled flaps. METHODS: We prospectively evaluated 29 cases of immediate reconstruction with ipsilateral (group 1) or contralateral (group 2) TRAM flaps. The aesthetic outcomes were analyzed and the two groups were compared. RESULTS: The average age of the patients was 43 ± 7 years. In group 1 (ipsilateral TRAM), 91.7% of the patients presented a well-defined inframammary fold, as compared to 52.9% of the patients in group 2 (contralateral TRAM). In group 1, 8.3% of patients showed xiphoid bulges, whereas they were observed in 23.5% of patients in group 2. The difference in the overall shape of the reconstructed breast was not significant; symmetry was observed in 66.7% and 70.6% of patients in groups 1 and 2, respectively. CONCLUSIONS: Ipsilateral TRAM flaps allow better preservation of the inframammary fold and cause less xiphoid bulge. However, the overall shape of the breast and the projection of its lower pole were similar between the two groups.

Keywords: Breast/surgery. Mammaplasty. Reconstructive surgical procedures. Surgical flaps. Abdominal muscles.

 

Lifting reverso do seio mamário para tratamento de simastia congênita

Getúlio Duarte Junior; Fábio Coelho Duarte
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(2):268-271 - Ideias e Inovações

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mama está diretamente relacionada com a beleza, autoestima e sexualidade feminina. A simastia é uma alteração inestética mamária, caracterizada pela união das duas mamas na região pré-esternal. O autor demonstra uma técnica cirúrgica para correção de simastia congênita. MÉTODOS: O trabalho relata o caso de uma paciente jovem com história prévia de hipertrofia mamária e simastia, que realizara previamente duas mamoplastias e uma lipoaspiração no seio mamário, sem correção da simastia. O autor realizou a ressecção do excesso de tecido no seio mamário e um lifting reverso dessa região, associado com um retalho em avanço do abdome superior. RESULTADOS: Houve completa resolução da simastia com o tratamento proposto. CONCLUSÃO: O tratamento realizado pelo autor demonstrou ser mais uma alternativa cirúrgica segura no tratamento da simastia.

Palavras-chave: Mama; Mamoplastia; Implante mamário; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Breasts are associated with a feeling of beauty, self-esteem, and female sexuality . Symmastia is a condition, characterized by the confluence of both breasts in the pre-sternal region. The author demonstrates a surgical technique for correction of congenital symmastia. METHODS: This is the case report of a young patient with previous history of breast hypertrophy and symmastia. She had previously undergone two mammoplasties and one liposuction of the breast, without correction of the symmastia . The author performed resection of the excess tissue in the breast and a reverse lifting of this region, with an upper abdominal advancement flap. RESULTS: There was complete resolution of the symmastia. CONCLUSION: The treatment performed by the author is a safe surgical alternative for the treatment of symmastia.

Keywords: Breast; Mammoplasty; Breast implantation; Reconstructive surgical procedures.

 

Complicações em cirurgias plásticas após perdas ponderais maciças: uma busca sistemática e revisão

JOANNA GUELLER BECKER; ELVIO BUENO GARCIA; JUAN CARLOS MONTANO PEDROSO; LYDIA MASAKO FERREIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.2):75-78 - Suplemento Simpósio Mineiro de Intercorrências 12º SIMPÓSIO - 2018

PDF Português

RESUMO

Introdução: A obesidade é uma doença prevalente e pandêmica. Após perdas ponderais maciças obtidas através da cirurgia bariátrica, a cirurgia plástica tem apresentado crescimento evidente. Entretanto, pacientes pós-bariátricos apresentam maior incidência de complicações. O objetivo deste estudo foi realizar uma busca sistemática e revisão das complicações das cirurgias de contorno corporal após grandes perdas ponderais.
Métodos: Realizada busca sistemática e revisão, na língua inglesa, utilizando as bases Medline/PubMed, Cochrane Library e SciELO. A busca foi feita cruzando o descritor complicações com os seguintes termos: plástica pós-bariátrica; plástica após perda ponderal maciça; contorno corporal.
Resultados: A população analisada resultou em 1.167 pacientes, submetidos a 1.791 procedimentos cirúrgicos, através da seleção de sete artigos na literatura, sendo dois prospectivos e cinco retrospectivos. Obteve-se a taxa de complicação geral (26,9% a 55,5%) e a taxa de reoperações (0% a 13,4%). A complicação mais frequente encontrada foi dificuldade de cicatrização, seguida de seroma, infecção, epidermólise, hematoma, deiscência maior, anemia, embolismo e óbito.
Conclusão: Pacientes com perda ponderal maciça apresentam tendência elevada a complicações pós-operatórias, sendo a principal a dificuldade de cicatrização - deiscência menor. Há necessidade de maior conhecimento dos fatores específicos envolvidos a fim de reduzir a incidência de complicações.

Palavras-chave: Complicações em cirurgia plástica; Cirurgia plástica; Plástica pós-bariátrica; Plástica após perda ponderal maciça; Contorno corporal; Complicações

 

Exame anatomopatológico de rotina em mamoplastia redutora: análise de resultados

Luciane Biancon Gemelli; Juliana Rufini Isolani; Vanessa Gaissler
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.1):167-170 - Tronco I

PDF Português

RESUMO

INTRODUÇÃO: A mamoplastia redutora é uma das cirurgias mais realizadas em Cirurgia Plástica. A análise anatomopatológica rotineira dos espécimes resultantes é objeto de frequente debate quanto à incidência de achados e ao seu custo-benefício. Objetivou-se nesse estudo determinar a incidência dos achados anatomopatológicos correlacionando-os com faixa etária e peso dos espécimes. MÉTODOS: Análise retrospectiva de prontuários de 47 pacientes operadas em um centro único no período de 2 anos. RESULTADOS: 29,28% das pacientes apresentaram alterações mamárias não proliferativas, 14,9% alterações proliferativas sem atipia, 4,3% alterações proliferativas com atipia e uma apresentou carcinoma (2,1%). Foi encontrada tendência de elevação dos achados com aumento da idade e peso dos espécimes. CONCLUSÕES: Foi possível encontrar alta frequência de alterações nos exames, evidenciando a relevância de ampliar o estudo para futuras correlações e categorização das pacientes em grupos de risco.

Palavras-chave: Neoplasias da mama; Patologia cirúrgica; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Mamoplastia.

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons