ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Print: 1983-5175

Showing of 1 until 20 from 21 result(s)

Search for : Dermatofibrossarcoma; Queloide; Triancinolona Acetonida; Erros de diagnóstico

Results of keloid treatment with surgery and imiquimod 5% cream: a prospective study

Álisson Yoshiharu Umemura; Flávio Augusto Flório Stillitano de Orgaes; Newton José Borba Canicoba; Patrícia Pinheiro Dorsa; Juliano Guarizzo; Hamilton Aleardo Gonella
Rev. Bras. Cir. Plást. 2011;26(1):3-9 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Keloid treatment represents a therapeutic challenge, often with disappointing results. More effective adjuvant therapies are necessary to reduce the high rates of recurrence. This research is aimed at assessing the treatment and recurrence of keloid scars after the use of a combined treatment modality comprising the application of imiquimod 5% cream and surgery. Methods: A prospective study that assessed 14 patients with a total of 25 keloids, with a minimum follow-up of 6 months, was carried out. Intralesional excision was performed, and the application of imiquimod 5% cream was initiated on the day of surgery and was continued for two months. Scar assessment was carried out by means of an assessment scale (patient and an observer - Head of the Plastic Surgery Service) and by observing signs of recurrence and scar size during the pre- and postoperative periods. Results: At the 6-month follow-up, there was an improvement of the scar as rated by patients in 72% of the cases and as rated by the observer in 88% of the cases, with a recurrence rate of 8% and significant scar area reduction (p=0.0053). Conclusion: The use of imiquimod 5% cream after keloid resection surgery significantly reduced recurrence in the 6-month postoperative assessment.

Keywords: Keloid. Recurrence. Aminoquinolinaes.

 

RESUMO

Introdução: O tratamento do queloide representa um desafio terapêutico, com resultados muitas vezes frustrantes. Terapias adjuvantes mais eficazes são necessárias para reduzir as altas taxas de recidivas. Essa pesquisa é baseada em uma modalidade conjunta com a aplicação de imiquimode 5% creme associada à cirurgia, tendo como objetivo a avaliação do tratamento e recidiva da cicatriz queloidiana. Método: Estudo prospectivo que avaliou 14 pacientes em um total de 25 queloides, com um seguimento mínimo de 6 meses. Foi realizada excisão intralesional e iniciada a aplicação do imiquimode 5% creme no dia da cirurgia e mantido por dois meses. A avaliação da cicatriz foi analisada por meio de uma Escala de Avaliação (paciente e um observador - regente de serviço de Cirurgia Plástica), sinais de recidiva e também do tamanho da cicatriz no pré e pós-operatório. Resultados: Após o acompanhamento de 6 meses, houve melhora da cicatriz por parte do paciente em 72% e para o observador em 88%, tendo uma taxa de recidiva de 8% e redução da área cicatricial (p=0,0053). Conclusão: O uso do Imiquimode 5% creme no pós-operatório da cirurgia de ressecção do queloide diminuiu significativamente sua recidiva na avaliação de 6 meses.

Palavras-chave: Queloide. Recidiva. Aminoquinolinas.

 

Keloid and hypertrophic scar distribution according to Fitzpatrick skin phototypes

Bernardo Hochman; Caroline Benevides Farkas; Felipe Contoli Isoldi; Soraia Francisco Ferrara; Fabianne Furtado; Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2012;27(2):185-189 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

BACKGROUND: Keloid and hypertrophic scars have a common physiopathogenic origin and are defined as fibroproliferative scars. Fibroproliferative scars are frequent in individuals with darker skin. However, mixing of "races" renders it difficult to group patients with different skin tones according to morphological and static classifications (white for Caucasians; brown for individuals of Spanish descent (Hispanic/Latino); yellow for individuals of East Asian descent; and black for individuals of African descent) according to their response to sun exposure. It is known that when individuals whose ethnic origin is in colder countries move to tropical countries, they show a higher incidence of these types of scars, which mainly affect parts of the body that are more exposed to the sun. A correlation between fibroproliferative scars and Fitzpatrick phototype, a dynamic classification based on the skin's response to sun exposure, would contribute to an understanding of the pathophysiology of these scars. The aim of this study is to investigate the distribution of fibroproliferative scars according to Fitzpatrick phototypes. METHODS: We classified patients' fibroproliferative scars according to the Muir classification as Long-Term Evolution (keloid scars), Short-Term Evolution (hypertrophic scars), and Intermediate Group (mixed scars), while their skin types were grouped according to the Fitzpatrick classification. RESULTS: Fitzpatrick phototype III and mixed scars were predominant among the patients analyzed (p = 0.001). A correlation (p = 0.025) was observed between fibroproliferative scars and Fitzpatrick phototypes; the higher the phototype, the higher the tendency to develop keloid and mixed scar tissue. CONCLUSIONS: Fitzpatrick skin phototypes proved to be an efficient method to study keloid and hypertrophic scars.

Keywords: Keloid. Cicatrix, hypertrophic. Skin pigmentation. Melanocytes. Ultraviolet rays.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Queloide e cicatriz hipertrófica são cicatrizes patológicas com natureza fisiopatogênica comum, denominadas, em conjunto, cicatrizes fibroproliferativas. São mais frequentes em indivíduos de pele mais escura. Contudo, a atual miscigenação dificulta o enquadramento dos pacientes com variadas tonalidades de pele em classificações morfológicas e estáticas (branco ou caucasoide, mulato, pardo, hispânico ou latino, amarelo ou oriental ou mongoloide e negro ou negroide), e diferentes quanto à exposição solar. Sabe-se que pessoas oriundas de países de clima temperado ou frio quando residem em países tropicais aumentam a incidência dessas cicatrizes, principalmente nas áreas de maior exposição solar. Uma relação entre as cicatrizes fibroproliferativas e os fototipos de Fitzpatrick, classificação dinâmica baseada no relato do paciente quanto a sua resposta cutânea após a exposição solar, poderia contribuir para a compreensão da fisiopatologia dessas cicatrizes. Este estudo teve como objetivo investigar a distribuição das cicatrizes fibroproliferativas segundo os fototipos de Fitzpatrick. MÉTODO: Foram avaliados 146 pacientes provenientes do Ambulatório da Disciplina de Cirurgia Plástica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp, São Paulo, SP, Brasil), portadores de qualquer tipo de cicatriz fibroproliferativa, em um ou mais locais do corpo. As cicatrizes fibroproliferativas dos pacientes foram classificadas de acordo com os critérios de Muir em cicatriz tipo queloide (Long-term Evolution, LTE), cicatriz tipo hipertrófica (Short-term Evolution, STE) e cicatriz tipo mista (Intermediate Group, IG), e os tipos de pele foram classificados segundo os fototipos de Fitzpatrick. RESULTADOS: O fototipo Fitzpatrick III e a cicatriz mista foram mais frequentes entre os pacientes avaliados (P = 0,001). Houve associação (P = 0,025) entre as cicatrizes fibroproliferativas e os fototipos de Fitzpatrick, ou seja, quanto maior o fototipo maior a tendência de desenvolvimento de cicatrizes dos tipos queloide e mista. CONCLUSÕES: Os fototipos de pele segundo Fitzpatrick mostraram-se válidos como critério a ser utilizado em estudos de queloide e cicatriz hipertrófica.

Palavras-chave: Queloide. Cicatriz hipertrófica. Pigmentação da pele. Melanócitos. Raio ultravioleta.

 

Animal model of keloids using genetically modified fibroblasts

Anelisa Bittencourt Campaner, Alfredo Gragnani Filho, Jeffrey R. Morgan, Lydia Masako Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(3):137-142 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: There is little understanding of the molecular mechanisms leading to the formation of keloids or hypertrophic scars, nor is there an adequate animal model for their study, as they occur only in humans. A leading theory proposes that upregulation of TGF-B leads to the formation of these scars. Objective: To create an animal model of keloid using genetically modified cells encoding TGF-B. Methods: Normal human dermal fibroblasts were genetically modified to overexpress TGF-B as either the wild type latent molecule or as a mutant active molecule. The transfected fibroblasts and controls were implanted intradermally into athymic mice and fibrotic tissue formation by these cells was analyzed at various time points by histology and immunostaining. Results: After intradermal injection into athymic mice, only those fibroblasts expressing active TGF-B formed "keloid-like" nodules containing collagen and fibronectin. These structures persisted longer microscopically than implants of control fibroblasts or fibroblasts overexpressing latent TGF-B, but eventually regressed. Conclusions: The injection of transfected fibroblasts encoding TGF-B led to formation of keloid-like nodules in athymic mice skin. TGF-B needs to be in the active form to produce the fibrotic nodules.

Keywords: Keloid. Models, animal. Fibroblasts. Fibroblast growth factors

 

RESUMO

Introdução: Existe pouco entendimento a respeito dos mecanismos moleculares que levam à formação dos quelóides e cicatrizes hipertróficas, assim como não existe um modelo animal adequado para seu estudo, visto que só ocorrem em humanos. A teoria mais aceita propõe que um aumento na regulação do TGF-B leva à formação dessas cicatrizes. Objetivo: Criar um modelo animal de quelóide utilizando células geneticamente modificadas codificando o TGF-B. Método: Fibroblastos dérmicos humanos foram geneticamente modificados para aumentarem a expressão de TGF-B na forma selvagem ou latente ou na forma mutante ou ativa. Os fibroblastos transfectados foram transplantados intradermicamente em camundongos atímicos, e a formação de tecido fibroso analisada em diferentes intervalos de tempo por meio de histologia e imunohistoquímica. Resultados: Após a injeção intradérmica nos camundongos atímicos, apenas os fibroblastos expressando a forma ativa do TGF-B formaram nódulos "quelóide-like", contendo colágeno e fibronectina. Estas estruturas persistiram microscopicamente por mais tempo que os implantes dos fibroblastos controle e os expressando a forma latente do TGF-B. Conclusões: A injeção de fibroblastos transfectados codificando o TGF-B levou à formação de nódulos semelhantes ao quelóide na pele de camundongos atímicos. O TGF-B precisa estar em sua forma ativa para produzir os nódulos fibróticos.

Palavras-chave: Quelóide. Modelos animais. Fibroblastos. Fatores de crescimento de fibroblastos

 

Therapeutical Options for Keloids

Alexandre Wolwacz, Everton Oliveira César, Maria Rosa Ciufo, Igor Wolwacz Júnior, Carlos Renato Kuyven, Mauro Fernando Deos
Rev. Bras. Cir. Plást. 2000;15(1):20-24 - Articles

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The keloid is a pathology that affects exclusively the human being and can not be reproduced in any other animal species. Therefore, the knowledge regarding this pathology is limited and, several times, controversial. The ideal option for its treatment has not been completely established and there are several therapeutical methods. In this article we tried to develop a critical review of the literature making the current used methods evident and, therefore, discussing its major advantages and disadvantages.

Keywords: Keloid and treatment; keloid and infiltration; keloid and betatherapy; keloid and surgery; keloid and compression; scar management; laser

 

RESUMO

A cicatriz queloidiana é uma enfermidade que acomete apenas o ser humano, não sendo reproduzível em nenhuma outra espécie animal. Assim sendo, os conhecimentos a seu respeito são bastante limitados e muitas vezes controversos. A opção ideal para o seu tratamento ainda não foi completamente estabelecida, existindo inúmeros métodos terapêuticos. Neste artigo procuramos desenvolver uma revisão crítica da literatura, evidenciando os métodos utilizados atualmente e discutindo, assim, suas principais vantagens e desvantagens.

Palavras-chave: Quelóide e tratamento; quelóide e infiltração; quelóide e betaterapia; quelóide e cirurgia; quelóide e compressão; manejo de cicatrizes; laser

 

Ronaldo Pontes block abdominoplasty technique

Leonardo Xavier Braga; Arthur Casolari Araújo Mansur David; Ricardo Ariel Kam; Rafael De Olivera Lopes; Gisela Hobson Pontes
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(4):452-457 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Abdominoplasty involves not only aesthetic characteristics but abdominal wall structural reconstruction. This study aimed to illustrate the authors' experience with abdominoplasty, focusing on the scar's aesthetic results and the evolution of application of the block resection technique of Professor Ronaldo Pontes (RP).
Methods: The study included a series of retrospective cases of 124 patients treated between March 2014 and March 2017 who underwent RP block abdominoplasty.
Results: In our studies, a minimal incidence of complications and a small number of healing alterations were noted with the RP block technique compared to those found in the literature.
Conclusion: A técnica descrita e suas variantes atendem a necessidade de diversos tipos de casos e garantem cirurgias seguras e eficazes, com resultados muito satisfatórios, sendo uma técnica reprodutível.

Keywords: Abdominoplasty; Seroma; Hematoma; Hypertrophic scar; Keloid.

 

RESUMO

Introdução: Abdominoplastia é um procedimento não apenas com características estéticas, mas também de reconstrução estrutural da parede abdominal. O objetivo do trabalho é mostrar a experiência dos autores em abdominoplastias, enfocando nos resultados estéticos da cicatriz e a evolução destes pacientes, aplicando as técnicas de ressecção em bloco do Professor Ronaldo Pontes (RP).
Métodos: O estudo foi uma série retrospectiva de casos de 124 pacientes, entre março de 2014 a março de 2017, submetidos à abdominoplastia em bloco pela técnica RP.
Resultados: Na nossa casuística, demonstrou-se uma mínima incidência de complicações encontradas com a técnica em Bloco RP, em comparação às encontradas na literatura, e, também, demonstrou um número pífio de casos de alterações na cicatrização.
Conclusão: A técnica descrita e suas variantes atendem a necessidade de diversos tipos de casos e garantem cirurgias seguras e eficazes, com resultados muito satisfatórios, sendo uma técnica reprodutível.

Palavras-chave: Abdominoplastia; Seroma; Hematoma; Cicatriz hipertrófica; Queloide

 

Keloids: prognostic factors

Jason César de Abrantes Figueiredo; Francisco Claro de Oliveira Junior; Antonio Gustavo Zampar; José Marcos Mélega
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(4):274-280 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Keloids are a challenging problem related to the wound healing process. The treatment can be difficult and includes a variety of therapeutical possibilities that sometimes show frustrating outcomes. Considering that information, the present study aimed to analyze the features that could be correlated to the recurrence of treated keloids. Methods: Forty eight lesions were analyzed retrospectively in a period of five years, with a follow-up of at least 18 months. The therapeutical response was correlated with other keloids variables. It was considered for analysis the complete regression and the treatment without favorable response. Results: Considering 48 analyzed keloids (45% male and 55% female). The average age was 24 year-old (8-69 year-old). The complete regression obtained with diverse treatments was 64.5%. The keloid size was statistically significant (t-Student; p< 0.04 e ANOVA; p= 0.042) for recurrence in lesions > 40 mm and for cure in lesions < 20 mm. Keloids bigger than 20 mm reached statistically significant favorable outcomes with excision and superficial radiation than those treated with excision and steroid injections (chi-square; p < 0.04). Conclusions: The excision associated to the betatherapy is significantly better than the excision with steroid injections in lesions bigger than 20 mm. The size of the keloid was the main prognostic factor for cure.

Keywords: Keloid. Triamcinolone/therapeutic use. Radiotherapy, adjuvant. Treatment outcome.

 

RESUMO

Introdução: Quelóides são um dos maiores problemas relacionados ao processo de cicatrização. O tratamento pode ser difícil e envolver uma variedade de possibilidades terapêuticas, com resultados muitas vezes frustrantes. Considerando-se estas informações, este trabalho objetiva estudar variáveis que poderiam estar correlacionadas à recidiva dos quelóides tratados. Método: Foram analisados, retrospectivamente, 48 quelóides tratados em um período de cinco anos, que mantiveram seguimento mínimo de 18 meses após término do tratamento. Os resultados obtidos com várias modalidades terapêuticas foram correlacionados com outras variáveis. Foram considerados para análise a regressão completa e o tratamento sem resposta favorável. Resultados: Das 48 lesões analisadas (45% do sexo masculino e 55% do feminino), a idade média foi de 24 anos (8-69 anos), a melhora completa, considerando-se os diversos tratamentos adotados no serviço, foi alcançada em 64,5% dos quelóides. O tamanho da lesão mostrou-se significativo (t-Student; p< 0,04 e ANOVA; p= 0,042) em recidiva para lesões > 40 mm e cura para as menores que 20 mm. A terapêutica nas lesões > 20 mm com exérese associada à betaterapia foi significativamente superior à associação com corticóide injetável (quiquadrado; p < 0,04). Conclusão: A exérese associada à betaterapia é significativamente superior à associação com corticóide injetável nas lesões maiores que 20 mm. Quanto à resposta terapêutica, o tamanho da lesão foi o principal fator prognóstico.

Palavras-chave: Quelóide. Triancinolona/uso terapêutico. Radioterapia adjuvante. Resultado de tratamento.

 

The interference of excision type in keloid recurrence: a two year follow - up study

Felipe Pacheco Martins Ferreira, Eduardo de Melo Ferreira, Patrícia Noronha de Almeida, Jefferson Vaccari Diniz, José Cesário da Silva Almada Lima, Clarissa Leite Turrer, Fabiano Andrade Camargos, Lilian Tavares Esteves
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(3):281-285 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Introduction: Keloid is a scar tissue abnormality of high prevalence and difficult treatment. This research is based on a scientific literature proved combined tactical, the intralesional corticosteroid injection associated with surgery. Some references cite the importance of intralesional excision of keloid, based upon clinical experience of a few surgeons. The objective is to assess the influence of maintaining or not keloid tissue in the surgical wound edges in the intralesional corticosteroid injection plus surgical excision method, in the recurrency of keloid. Methods: Prospective study with 42 patients in a total of 60 keloid lesions, from August 2005 to January 2008, comparing three groups, each one with 20 lesions randomly distributed. Intralesional excision was performed in group 1; with no macroscopic borders in group 2; and extralesional (2 mm borders) in group 3. The intralesional corticosteroid injection was performed the same way in all patients. The analyzed outcome was clinical: keloid recrudescency taxes. Results: After the two year follow-up, the keloid recrudescency taxes was about 20% in group 1, 45% in group 2 and 77.5% in group 3 (p=0.024). Conclusions: The intralesional excision is justified, for being associated with lower recrudescency taxes, when compared with excisions with none or 2 mm borders.

Keywords: Keloid/surgery. Cicatrix/surgery. Recurrence.

 

RESUMO

Introdução: O quelóide é uma alteração cicatricial de alta prevalência e difícil tratamento. Essa pesquisa é baseada em uma modalidade conjunta de efeito comprovado na literatura, a aplicação de corticosteróide intralesional associada à cirurgia. Algumas referências citam a importância da excisão intralesional do quelóide, baseando-se na experiência clínica dos cirurgiões. O objetivo desta pesquisa é avaliar se no tratamento do quelóide com corticosteróide intralesional mais excisão cirúrgica a manutenção ou não de tecido queloidiano nas bordas da ferida operatória influencia no índice de recidiva. Método: Estudo prospectivo que avaliou 42 pacientes em um total de 60 lesões queloidianas, no período de agosto de 2005 a janeiro de 2008, comparando três grupos cada qual com 20 lesões alocadas de forma aleatória. Foi realizada excisão intralesional no grupo 1; justalesional (sem margem macroscópica) no grupo 2 e extralesional (com margem de 2 mm) no grupo 3. O tratamento com corticosteróide intralesional foi realizado da mesma forma em todos os pacientes. A variável de desfecho foi clínica: índice de recidiva. Resultados: Após o acompanhamento de dois anos, a taxa de recidiva do quelóide foi de 20% no grupo 1, 45% no grupo 2 e 77,5% no grupo 3 (p=0,024). Conclusão: Quanto ao tratamento cirúrgico, justifica-se a excisão intralesional, mantendo as bordas do tecido queloidiano, por estar associada a menor índice de recidiva quando comparado à excisão justa ou extralesional.

Palavras-chave: Quelóide/cirurgia. Cicatriz/cirurgia. Recidiva.

 

Using tamoxifen in keloid treatment

Rogério de Oliveira Ruiz, Carlos Alberto Mattar, Elias E. Zakzuk Daguer, César Magno Gomes Macena, Danilo Estevam Paranhos Ávila
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(4):225-230 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Background: We all know that the survival of the burn victims has increased due to the advances of the treatment in the critical phase. Because of that, the number of patients who shows sequels also increased. The objective of the present study is to measure the improvement in the quality of the lifetime of the patients with hypertrophic scars as result of burn or graft skin reducing, that way, the stigma caused by these scars. Many approaches have been done in order to prevent and treat pathological scars, frequently without success to some patients because the method or because of the difficulty of keeping the patient attached to the treatment. Method: Forty-six patients, 20 men and 26 women, have used 0.1% topic tamoxifen for a period of 4 to 12 months. Weekly evaluations were done during the first month and afterwards monthly, until a year. Photographs were taken after 6 months and a year. Results: Thirty-eight (82.6%) patients told that the improved in the first two weeks of treatment; 93.48% of the patients told that the scar height was reduced. In this study, we used tamoxifen citrate, an antineoplasic drug, to reduce the height of hypertrophic scars of burn marked patients. Conclusion: The results encouraged us to continue the treatment of scars with topic house use of tamoxifen.

Keywords: Burns. Keloid. Tamoxifen. Cicatrix hypertrophic

 

RESUMO

Introdução: É sabido que a sobrevivência de pacientes vítimas de queimaduras tem aumentado significativamente devido aos avanços do tratamento na fase aguda. Como conseqüência, a quantidade de pacientes apresentando sequelas também aumentou. O propósito deste estudo foi avaliar a melhora na qualidade de vida de pacientes com cicatrizes hipertróficas resultantes de queimaduras ou após enxertos de pele, através da redução do estigma causado por estas cicatrizes. Várias abordagens têm sido descritas para prevenir e tratar cicatrizes patológicas, freqüentemente sem sucesso em alguns pacientes, por causa do método ou pela dificuldade em se conseguir a aderência do paciente ao tratamento. Método: Quarenta e seis pacientes, 20 homens e 26 mulheres, usaram tamoxifen tópico 0,1%, em um período de 4 a 12 meses. Avaliações semanais foram feitas no primeiro mês e, mensalmente, até o limite de um ano. Fotografias foram tiradas após seis meses e um ano. Resultados: Trinta e oito (82,6%) pacientes relataram melhora no prurido nas primeiras duas semanas de tratamento. Melhora na altura da cicatriz foi relatada por 93,48% dos pacientes. Neste estudo, usou-se citrato de tamoxifeno, uma droga antineoplásica, para redução da altura de cicatrizes hipertróficas de pacientes seqüelados de queimaduras. Conclusão: Os resultados nos encorajaram a continuar o tratamento de cicatrizes com o uso tópico domiciliar de tamoxifeno.

Palavras-chave: Queimaduras. Quelóide. Tamoxifeno. Cicatriz hipertrófica

 

Hypertrophic scars and keloids

Carluz Miranda Ferreira, Evaldo Alves D´Assumpção
Rev. Bras. Cir. Plást. 2006;21(1):40-48 - Reviw Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

The authors revise, in the literature and their personal cases, the physiopathology and multiple ways for prevention and treatment of hypertrophic scars and keloids. Despite of scars and keloids are known for almost two centuries, their management has controversial aspects and insufficient results. That's why there are many techniques, procedures and medications used in treatment of these diseases. The goal of this study is to discuss the different ideas that the authors found about management of keloids and hypertrophic scars at present time, presenting two practical diagrams for prevention and treatment of it.

Keywords: Cicatrix. Hypertrophic cicatrix. Keloid

 

RESUMO

Os autores fazem uma revisão da literatura e em sua prática clínica da fisiopatologia e das múltiplas formas preventivas e terapêuticas das cicatrizes hipertróficas e quelóides. Apesar dessas afecções serem conhecidas e descritas há quase dois séculos, seu manejo e terapia apresentam, ainda hoje, aspectos controvertidos e resultados, muitas vezes, insuficientes. É numerosa a variedade de técnicas, procedimentos e medicamentos empregados na terapêutica desses distúrbios. Os autores, com essa revisão, procuram mostrar os diferentes conceitos existentes, apresentando dois esquemas bastante práticos para a prevenção e o tratamento das mesmas.

Palavras-chave: Cicatriz. Cicatriz hipertrófica. Quelóide

 

Dermatofibrosarcoma protuberans misdiagnosed as keloid and treated with triamcinolone acetonide

Erick Horta Portugal; José Carlos Ribeiro Resende Alves; Rebeca Paohwa Liu da Fonseca; José de Souza Andrade Filho; Augusto César de Melo Almeida; Izabella Costa Araújo; Nárlei Amarante Pereira; Raíssa Lemos Ferreira da Silva
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(1):82-87 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Dermatofibrosarcoma protuberans is a rare skin tumor with intermediate malignancy, low metastatic potential, and high recurrence rates after surgical treatment. Owing to a possible clinical resemblance with hypertrophic scars and keloids, the correct diagnosis is fundamental for treatment success. The objective of the present work is to report on four cases of dermatofibrosarcoma protuberans misdiagnosed as keloid and treated elsewhere with infiltration of triamcinolone acetonide. METHOD: Between November 1983 and January 2008, four patients with dermatofibrosarcoma protuberans who had undergone intralesional infiltration with triamcinolone acetonide elsewhere were treated because of an erroneous diagnosis of keloid. Radical surgical excision was performed, and 3 cm of healthy tissue was removed from the side margins, including the deep margin, an anatomical structure not infiltrated by the tumor. The patients underwent long-term periodic medical evaluations. RESULTS: The patients were followed-up for an average of 159 months. Three patients (75%) are still alive without signs of disease at the time of this report. One patient (25%) died of the disease after an attempt to remove the advanced recurrent tumor using extensive craniofacial surgery. Recurrence occurred 7 years after the radical operation. CONCLUSION: Dermatofibrosarcoma protuberans must be considered in the differential diagnosis of keloids. Intralesional infiltration with triamcinolone acetonide should only be performed after diagnostic confirmation , which may require pathological examination. A careful clinical examination and knowledge of the lesion favor a precise diagnosis and an appropriate treatment.

Keywords: Dermatofibrosarcoma; Keloid; Triamcinolone acetonide; Diagnostic errors.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Dermatofibrossarcoma protuberante é um tumor de pele raro e de malignidade intermediária, com baixo potencial metastático, mas altas taxas de recorrência após tratamento cirúrgico. Por apresentar eventual semelhança clínica com cicatrizes hipertróficas e queloides, o diagnóstico correto mostra-se fundamental para o sucesso do tratamento. O objetivo do presente trabalho é fazer um alerta e relatar quatro casos de dermatofibrossarcoma protuberante erroneamente diagnosticados como queloide e tratados alhures com infiltração de acetonido de triancinolona. MÉTODO: Entre novembro de 1983 e janeiro de 2008, foram atendidos quatro pacientes com dermatofibrossarcoma protuberante que tinham sido submetidos alhures a infiltrações intralesionais de acetonido de triancinolona, em virtude de diagnóstico errôneo de queloide. Nos quatro casos, foram realizadas excisões cirúrgicas radicais, com remoção de 3 cm de tecido sadio nas margens laterais, incluindo-se, na margem profunda, uma estrutura anatômica não infiltrada pelo tumor. Os pacientes receberam avaliação médica periódica em longo prazo. RESULTADOS: Os pacientes foram acompanhados por uma média de 159 meses. Três pacientes (75%) permaneceram vivos, sem sinais de doença em atividade. Um paciente (25%) faleceu devido à doença, após tentativa de remover o avançado tumor recorrente, por meio de extensa cirurgia craniofacial. A recidiva ocorreu sete anos após a operação radical. CONCLUSÃO: Dermatofibrossarcoma protuberante deve ser considerado no diagnóstico diferencial dos queloides. A infiltração intralesional de acetonido de triancinolona só deverá ser realizada após diagnóstico de certeza, que pode demandar exame anatomopatológico prévio. Um exame clínico cuidadoso e o conhecimento da lesão favorecem um diagnóstico preciso e, portanto, um tratamento adequado.

Palavras-chave: Dermatofibrossarcoma; Queloide; Triancinolona Acetonida; Erros de diagnóstico.

 

Algorithms for the management of scars: the importance of systematizing behaviors

Francisco Felipe Góis de Oliveira; Nathalia Moreira De Almeida França; Elvio Bueno Garcia; Leila Blanes; Alessandra Haddad
Rev. Bras. Cir. Plást. 2021;36(4):451-456 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Pathological scars occur from the hyperproliferation of fibroblasts and can be classified into hypertrophic scars and keloids. Basically, hypertrophic scars do not grow beyond the limits of the original wound, while keloids grow horizontally in a nodular form. Despite the diversity of instruments used to guide the prevention, treatment and follow-up of pathological scars, there is a need for instruments that address local realities. The objective is to carry out a narrative review of the literature on scar management algorithms and create an updated algorithm.
Methods: Descriptive study of narrative literature review, with a search in PubMed, SciELO, LILACS, MEDLINE and Cochrane databases, from November 2010 to November 2020, published in English, Portuguese and Spanish. The descriptors used were: “cicatrix,” “keloid,” “algorithms,” and “wound healing.” The sample selection consisted of identifying the articles, reading the titles and abstracts, and selecting studies related to the topic. Subsequently, the full reading of the selected studies and classification according to the eligibility criteria were carried out. Results: 209 articles were found, and 116 were eliminated due to duplicity, resulting in 45 articles. A total of 8 articles that met the inclusion criteria were identified. Four articles were excluded after analysis and consensus meeting due to the absence of algorithms with scientific rigor; this study is composed of four articles.
Conclusion: Four algorithms were found in the literature review that resulted in the development of an updated algorithm for scars.

Keywords: Hypertrophic scar; Keloids; Algorithms; Skin abnormalities; Scar.

 

RESUMO

Introdução: As cicatrizes patológicas ocorrem a partir de hiperproliferaçãoo de fibroblastos, podendo ser classificadas em cicatrizes hipertróficas e queloides, basicamente as cicatrizes hipertróficas não crescem além dos limites da ferida original, enquanto os queloides crescem horizontalmente de forma nodular. Apesar da diversidade de instrumentos utilizados para orientar a prevenção, tratamento e seguimento de cicatrizes patológicas, existe a necessidade de instrumentos que contemplem realidades locais. O objetivo é realizar uma revisão narrativa de literatura sobre algoritmos para manejo de cicatrizes e criar um algoritmo atualizado.
Métodos: Estudo descritivo de revisão narrativa de literatura, sendo realizado uma pesquisa nas bases de dados PubMed, SciELO, LILACS, MEDLINE e Cochrane, no período de novembro de 2010 até novembro de 2020, publicados nos idiomas inglês, português e espanhol. Os descritores utilizados foram: “cicatrix”, “keloid”, “algorithms” e “wound healing”. A seleção da amostra consistiu da identificação dos artigos, leitura dos títulos e resumos e seleção de estudos relacionados ao tema e, posteriormente, foi realizada a leitura na íntegra dos estudos selecionados e classificação segundo os critérios de elegibilidade.
Resultados: Foram encontrados 209 artigos sendo eliminados 116 devido duplicidade resultando em 45 artigos. Foram identificados um total de 8 artigos que preencheram os critérios de inclusão e após análise e reunião de consenso foram excluídos quatro artigos devido à ausência de algoritmos com rigor científico sendo este estudo composto de quatro artigos.
Conclusão: Foram encontrados quatro algoritmos na revisão de literatura que resultaram na elaboração de um algoritmo atualizado para cicatrizes.

Palavras-chave: Cicatriz hipertrófica; Queloide; Algoritmos; Anormalidades da pele; Cicatriz.

 

Treatment of keloids: a literature review

Pedro Martins Corrêa; Camila Eugênia Fonseca Passos; Eduardo Mesquita de Souza; Guilherme Augusto Sousa Batista; Jéssica De Oliveira Jacintho; Luiza Barbosa de Oliveira; Oscar Campos Lisboa; Joyce de Sousa Fiorini Lima
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(3):391-398 - Reviw Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Keloids are characterized by an abnormal response to dermal trauma, resulting in fibroblast proliferation, excessive collagen production, and impairment of adjacent healthy tissue. The diagnosis is clinical, and many conservative and surgical methods can be used as treatments. However, data on the efficacy of these treatments are limited, and there is no consensus regarding the best treatment option. This gap needs to be filled by developing comprehensive evidence-based therapies.
Methods: A non-systematic literature review of keloid scars was carried out using PubMed, Scielo, MEDLINE, UptoDate, and dermatology and dermatological surgery textbooks.
Literature review: The search retrieved relevant information on surgical and adjuvant therapies used for keloids, including excision, intralesional injections, cryotherapy, laser therapy, silicone gel sheeting, radiation therapy, and pressure therapy. These data are crucial because, in addition to complaints of pain, itching, and restriction of movement, the main reason for seeking treatment for keloids is for cosmetic and aesthetic improvement, and the rates of recurrence and treatment failure are high, emphasizing the importance of creating awareness regarding the available procedures and their effectiveness.
Conclusion:
Many surgical and adjuvant therapies for keloids are available. Nonetheless, there is no consensus on a universally accepted treatment. Therefore, additional high-quality studies are needed to identify the most effective therapeutic approaches to achieve better results.

Keywords: Keloid; Plastic surgery; Scar; Therapy; Relapse.

 

RESUMO

Introdução: Queloides surgem de resposta excessiva à lesão da derme, resultando em proliferação de fibroblastos, produção exagerada de colágeno e comprometimento da pele sadia adjacente. O diagnóstico é clínico e muitos métodos conservadores e cirúrgicos já foram utilizados para tratamento. Porém, dados da eficácia desses tratamentos são limitados e não há consenso na literatura quanto a melhor técnica a ser empregada, permanecendo uma lacuna que necessita ser preenchida, a fim de que seus usos sejam indicados com maior confiabilidade, em um modelo de medicina baseada em evidências.
Métodos: Revisão não sistemática da literatura sobre "queloides" nas bases de dados PubMed, Scielo, MEDLINE, UptoDate e livros-texto das áreas de Dermatologia e Cirurgia Dermatológica.
Revisão de Literatura: Foram enumeradas e abordadas as principais informações sobre técnicas cirúrgicas e adjuvantes empregadas para essas lesões, que são: excisão, injeções intralesionais, crioterapia, laserterapia, revestimento com gel de silicone, radioterapia e pressoterapia. Torna-se relevante o levantamento dessas informações, tendo em vista que, além de poder causar dor, prurido e restrição de movimento, o principal motivo da procura de assistência médica para queloide é devido ao aspecto cosmético/estético, e as taxas de reincidência e falha terapêutica ainda são altas, sendo necessário conscientizar o paciente sobre o procedimento e seus efeitos.
Conclusão: São muitos os tratamentos disponíveis para o queloide, sejam cirúrgicos ou não, todavia não há consenso sobre uma abordagem universalmente aceita. São necessários mais estudos, com a finalidade de definir a melhor conduta e atingir melhores resultados, visto a qualidade mediana das evidências apresentadas nos estudos.

Palavras-chave: Queloide; Cirurgia plástica; Cicatriz; Terapêutica; Recidiva

 

Dermatofibrosarcoma protuberans: a single series of 27 consecutive cases

Cesare Cappellina; Tito Brambullo; Roberto Salmaso; Franco Bassetto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2016;31(2):235-241 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Dermatofibrosarcoma protuberans (DFSP) is a rare low-grade malignant tumor of soft tissues characterized by aggressive local infiltration and propensity for local recurrence. This retrospective study analyzed clinical outcomes, recurrence and survival rates after surgical treatment of DFSP. METHODS: Patients underwent surgery to complete eradicate tumor, and subsequently a close follow-up by clinical examination and ultrasounds surveillance of primary tumor site and corresponding lymph nodes, to detect local or distant recurrence. Surgery invariably included wide excision of tumor, followed by different reconstructive procedures as skin grafting in 23 cases (85%), local flap in 2 patients (7.4%), free flap in 1 case (4%), while primary closure was performed only in one case (4%). RESULTS: Second surgery was needed in 9 cases (33%) to achieve minimum free-margins of 2-3cm. Other surgical treatments like Mohs Micrographic Surgery, or adjuvant therapies, like radio- or chemotherapy were not used. Free-recurrence lapse among this series of patients varied from 1 to 10 years, with a medium period of 6 years. Local recurrence occurred in 3 patients (11%), and required a further extended surgical excision. A total of 27 patients did not develop distance metastasis during the follow-up. CONCLUSION: Extended excision is effective to provide a reliable local control of disease, but only if free margins limiting 2-3 cm is confirmed by pathologist. Clinical and ultrasound surveillance during close follow-up provide early detection of eventual local recurrence and of lymph nodes involvement.

Keywords: Dermatofibrosarcoma; Free tissue flaps; Neoplasm recurrence local; Follow-up studies.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: A dermatofibrosarcoma protuberans (DFSP) é um tumor maligno de baixo grau de partes moles caracterizado por infiltração local agressiva e propenso a recidiva local. Este estudo retrospectivo analisou resultados clínicos, taxas de recidiva e sobrevida após tratamento cirúrgico de DFSP. MÉTODOS: Pacientes submetidos a cirurgia para erradicação completa do tumor, e subsequente seguimento por exame clínico e vigilância ultrassonográfica de locais primários do tumor e linfonodos correspondentes para detectar recidiva local ou distante. A cirurgia, invariavelmente, incluiu grande excisão do tumor, seguida por procedimentos de reconstrução diferente como enxerto de pele em 23 casos (85%), retalho local em 2 pacientes (7.4%), retalho livre em 1 caso (4%), enquanto a principal sutura foi realizada apenas em um caso (4%). RESULTADOS: Foi necessária segunda cirurgia em 9 casos (33%) para atingir margens livres mínimas de 2-3 cm. Outros tratamentos cirúrgicos foram utilizados, como cirurgia micrográfica de Mohs, ou terapias adjuvantes, como radioterapia e quimioterapia. Em nossa série de pacientes o intervalo livre de recidiva variou de 1 a 10 anos, com média de 6 anos. A recidiva local ocorreu em 3 pacientes (11%), e necessitou de outras excisões cirúrgicas extensas. Um total de 27 pacientes não desenvolveu metástase distante durante o seguimento. CONCLUSÃO: A excisão extensa é efetiva para disponibilizar local confiável para controlar a doença, porém somente se limitadas por margens livres de 2-3 cm e confirmadas por patologista. A vigilância clinica e ultrassonografia durante o seguimento permite identificação precoce de eventuais recidivas locais e envolvimento de linfonodos.

Palavras-chave: Dermatofibrossarcoma; Retalhos de tecido biológico; Recidiva local de neoplasia; Seguimentos.

 

Extended resection for treatment of dermatofibrosarcoma protuberans

José Carlos Ribeiro Resende Alves; Rebeca Paohwa Liu da Fonseca; Aloísio Ferreira da Silva Filho; José de Souza Andrade Filho; Izabella Costa Araujo; Augusto César de Melo Almeida; Nárlei Amarante Pereira; Lívia Neffa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2014;29(3):395-403 - Original Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Dermatofibrosarcoma protuberans (DFSP) is a rare skin tumor with intermediate malignancy and low metastatic potential, but a high recurrence rate after surgical treatment. The classical treatment is extended resection with varying margins. Many studies have described Mohs micrographic surgery for treatment of this disease. This retrospective study was to verify if extended resection is a reliable DFSP treatment method. METHOD: A total of 31 lesions were resected in 30 patients with DFSP between August 1968 and September 2013. All patients underwent radical surgical excision, with removal of 3 cm of healthy tissue on the lateral margins and with deep margin including an anatomical structure without tumor infiltration. Analyzed patient characteristics included sex, age, tumor site, previous treatment, and peculiar characteristics observed during the follow-up period. RESULTS: Nineteen (63.3%) patients were male and 11 (37.7%) female. Their average age at tumor presentation was 40.9 years. The tumors were located on the trunk (61.3%), head (226%), upper limbs (6.4%), lower limbs (6.4%), and neck (3.3%). No previous treatment was reported in 58.1% of the patients. One patient (3.3%) developed recurrence and died due to the surgical treatment; three patients (10.0%) died from other causes. CONCLUSIONS: Extended resection with 3-cm margins and removal of healthy anatomical structures is an effective treatment for DFSP.

Keywords: Dermatofibrosarcoma protuberans; Dermatofibrosarcoma; Skin tumors.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: Dermatofibrossarcoma Protuberante (DFSP) é um tumor de pele raro e de malignidade intermediária, com baixo potencial metastático, mas alta taxa de recorrência após tratamento cirúrgico. O tratamento clássico é a ressecção alargada, com margens variáveis. Muitos trabalhos descreveram os resultados da cirurgia micrográfica de Mohs no tratamento desta afecção. O objetivo deste estudo retrospectivo é verificar se a ressecção alargada constitui um método confiável no tratamento do DFSP. MÉTODO: Entre agosto de 1968 e setembro de 2013, 31 lesões foram ressecadas em 30 pacientes com DFSP. Todos os pacientes foram submetidos à excisão cirúrgica radical, com remoção de 3 cm de tecido sadio nas margens laterais e com a margem profunda incluindo uma estrutura anatômica não infiltrada pelo tumor. Os seguintes aspectos foram estudados: gênero, idade, local da lesão, tratamento prévio e características peculiares da proservação. RESULTADOS: Dezenove (63,3%) pacientes eram do sexo masculino e 11 (37,7%), do feminino. A média de idade da apresentação foi de 40,9 anos. As lesões estavam localizadas em tronco (61,3%), cabeça (22,6%), membros superiores (6,4%), membros inferiores (6,4%) e pescoço (3,3%). Tratamento prévio não foi observado em 58,1% dos pacientes. Um paciente (3,3%) evoluiu com recidivas e óbito, em decorrência do tratamento cirúrgico; três (10,0%) faleceram por outras causas. CONCLUSÕES: A ressecção alargada com margens de 3 cm, com remoção de estrutura anatômica sadia, constitui método eficiente no tratamento do DFSP.

Palavras-chave: Dermatofibrossarcoma protuberante; Dermatofibrossarcoma; Neoplasias cutâneas.

 

Dermatofibrosarcoma protuberans

Jefferson Lessa Soares de Macedo, Gustavo Salviano Barbosa, Simone Corrêa Rosa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):138-143 - Letters to the Editor

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Dermatofibrosarcoma protuberans is a rare cutaneous tumor of low malignant grade, characterized by a pattern of slow, infiltrative growth and a marked tendency to recur locally after surgical excision. The high rate of recurrence of this tumor is correlated with poor surgical management because lesions may be confused with dermatofibroma or keloid. This article reviews dermatofibrosarcoma with particular emphasis on the epidemiologic, clinical, and histological features of diagnosis, as well as treatment modalities and prognosis. This review confirms the importance of accurate diagnosis of primary lesion and the need for aggressive surgical treatment (excision of 3 cm of surrounding tissue) to lower the incidence of local relapse.

Keywords: Dermatofibrosarcoma/surgery. Fibrosarcoma. Skin neoplasms/surgery.

 

RESUMO

Dermatofibrossarcoma protuberante é um tumor cutâneo raro, com baixo grau de malignidade, caracterizado pelo padrão de crescimento lento, infiltrativo e alta tendência de recorrência local após excisão cirúrgica. A alta taxa de recorrência deste tumor está correlacionada com uma conduta cirúrgica inadequada em decorrência das lesões serem confundidas com dermatofibroma ou com quelóide. Este artigo de revisão analisa as características clínicas, etiopatogênicas e histológicas, bem como aspectos do tratamento e evolução do dermatofibrossarcoma.

Palavras-chave: Dermatofibrossarcoma/cirurgia. Fibrossarcoma. Neoplasias cutâneas/cirurgia.

 

Duoscapular flap: a new option in shoulder reconstructive surgery

Diogo Petroni Caiado Fleury; Armando Chiari Júnior; Rui Lopes Filho; José Mauro de Oliveira Squarisi; Thais Gomes Casali
Rev. Bras. Cir. Plást. 2015;30(1):105-109 - Ideas and Innovation

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

INTRODUCTION: Shoulder cutaneous fibrosarcoma is an unusual pathology that requires extensive resections. The scapula is a source of flaps widely used in this region. METHOD: A longitudinal and prospective study was carried out in a patient with protuberans cutaneous fibrosarcoma on the right shoulder who underwent resection followed by local reconstruction with a Duoscapular Flap (a combination of scapular and parascapular flaps). RESULTS: The patient had no postoperative complications, as systemic and local complications as well as functional limitations were not observed. CONCLUSION: Duoscapular Flap placement is a novel procedure and a relevant choice for the reconstruction of extensive wounds exposing noble structures in the shoulder. It allows the primary closure of the donor area without increasing the morbidity of the procedure.

Keywords: Duoscapular; Scapular; Parascapular; Cutaneous fibrosarcoma; Shoulder; Flap.

 

RESUMO

INTRODUÇÃO: O Dermatofibrossarcoma do Ombro é patologia incomum e seu tratamento demanda extensas ressecções. O sistema escapular é fonte de retalhos bastante utilizados nesta região. MÉTODO: Realizado estudo longitudinal, prospectivo, através da condução de um caso de Dermatofibrossarcoma Protuberans em ombro direito, submetido a ressecção e reconstrução local com Retalho Duoescapular, obtido através da associação dos retalhos escapular e paraescapular. RESULTADOS: Paciente evoluiu sem intercorrências no pós-operatório, não sendo observadas complicações sistêmicas e locais, e limitações funcionais. CONCLUSÃO: O Retalho Duoescapular é nova e relevante opção para reconstrução de feridas extensas, com exposição de estruturas nobres no ombro. Permite fechamento primário da área doadora, sem acrescentar morbidade ao procedimento.

Palavras-chave: Duoescapular; Escapular; Paraescapular; Dermatofibrossarcoma; Ombro; Retalho.

 

Fibroproliferative disorders: report and discussion on keloid management

MARCELUS VINICIUS DE ARAÚJO SANTOS NIGRO; SARA MERLIN MASCHIETTO; RENATA DAMIN; Giovana Landal de Almeida Lobo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2020;35(4):487-490 - Case Report

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Fibroproliferative disorders are expressed in hypertrophic scars and keloids, the latter being more aggressive and derived from an abnormal healing process. They are multifactorial and relate to physical, chemical, biological, and endogenous agents. They have a genetic predisposition, with a higher incidence in Asian and black people. The therapeutic modalities comprise most of the times: compression of the keloid, cryosurgery, application of silicone plates, surgical excision isolated or followed by radiotherapy, laser application, and intralesional injection of corticosteroids. The study aims to report a considerable keloidtype fibroproliferative disorder with a high therapeutic response and discuss its etiologies and various therapeutic modalities.

Keywords: Keloid; Scar; Plastic surgery; General surgery; Skin

 

RESUMO

Os distúrbios fibroproliferativos expressam-se pelas cicatrizes hipertróficas e pelos queloides, sendo estes últimos mais agressivos e derivados de um processo anormal da cicatrização. São multifatoriais relacionando-se com agentes físicos, químicos, biológicos e endógenos. Apresentam predisposição genética, com incidência maior em orientais e negros. As modalidades terapêuticas compreendem, na maioria das vezes: compressão do queloide, criocirurgia, aplicação de placas de silicone, exérese operatória isolada ou seguida de radioterapia, aplicação de laser e injeção intralesional de corticoesteroides. O objetivo do estudo é relatar um caso de distúrbio fibroproliferativo do tipo queloide de grandes dimensões com alta resposta terapêutica e discutir suas etiologias e diversas modalidades terapêuticas.

Palavras-chave: Queloide; Cicatriz; Cirurgia plástica; Cirurgia geral; Pele

 

Impact of fractional CO2 laser treatment on hypertrophic scars and keloids: a systematic review

LUCIANA EL HALAL SCHUCH; ALESSANDRA HADDAD; MIGUEL FRANCISCHELLI; ISABEL CRIVELATTI
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):127-133 - Review Article

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Introduction: Hypertrophic scars and keloids cause aesthetic and functional damages, and are difficult to treat. This review aimed to identify prospective studies on fractional CO2 laser to present the clinical and histological changes and the methodology used for the evaluation of scars before and after intervention.
Methods: We conducted an electronic review (LILACS, Medline, and SciELO) of studies published between January 2004 and December 2017, using the search terms "keloid/queloide," "hypertrophic scar/cicatriz hipertrófica," and "CO2 laser ," according to the PRISMA Statement. Studies that compared scars before and after isolated treatment with fractional CO2 laser were selected. Two independent reviewers analyzed the data.
Results: One hundred two articles were analyzed, of which 7 met the inclusion criteria. Of the 7 articles, all analyzed hypertrophic scars, 2 analyzed keloids in addition to hypertrophic scars, and 3 analyzed histological changes. Most studies showed a statistically significant difference in clinical scores between before and after treatment of hypertrophic scars, with improvement in symptoms, flexibility, and scar height. Between the 2 studies that analyzed keloids, 1 reported a clinical difference after treatment. The histological changes showed significant differences in the orientation and density of the collagen fibers, and in the thickness of the epidermis.
Conclusion: The use of fractional CO2 laser should be considered as a promising treatment option for pathological scars, as it improves clinical signs and symptoms such as color, thickness, and pruritus.

Keywords: Gas laser; Hypertrophic scar; Keloid; Carbon dioxide; Pathology

 

RESUMO

Introdução: Cicatrizes hipertróficas e queloides causam dano estético e funcional e são de difícil tratamento. O objetivo desta revisão foi identificar estudos prospectivos do tratamento com o laser fracionado de CO2, mostrando as alterações clínicas e histológicas e a metodologia utilizada para a avaliação das cicatrizes antes e após intervenção.
Métodos: Foi realizada uma revisão eletrônica (LILACS, Medline e SciELO) de estudos publicados entre janeiro de 2004 e dezembro de 2017, com os termos "keloid/queloide", "hypertrophic scar/cicatriz hipertrófica" e "laser CO2", de acordo com o PRISMA Statement, sendo selecionados os estudos que comparassem as cicatrizes antes e depois de tratamento isolado com laser fracionado de CO2. Os dados foram analisados por dois revisores independentes.
Resultados: Foram analisados 102 artigos, sendo que 7 cumpriam os critérios estabelecidos. Destes, os 7 analisaram cicatrizes hipertróficas, 2 deles também analisaram queloides, e 3 estudaram alterações histológicas. Houve diferença estatística entre os escores clínicos medidos antes e após tratamento de cicatrizes hipertróficas na maioria dos estudos, com melhora nos sintomas, na flexibilidade e altura da cicatriz. Entre os 2 estudos que analisaram os queloides, 1 deles demonstrou diferença clínica após tratamento. Nas alterações histológicas, houve diferença na orientação e densidade das fibras de colágeno e na espessura da epiderme.
Conclusão: O laser fracionado de CO2 deve ser considerado como opção promissora no tratamento de cicatrizes patológicas, visto que melhora os sinais e sintomas clínicos como cor, espessura e prurido.

Palavras-chave: Lasers de gás; Cicatriz hipertrófica; Queloide; Dióxido de carbono; Patologia

 

Giant dermatofibrosarcoma protuberans of scalp: case report

Gustavo Andrade Gimenes, Daniel José de Morais Fozati, Maria Lourdes Peris Barbo, Hamilton Aleardo Gonella
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(2):249-251 - Case Reports

PDF Portuguese PDF English

ABSTRACT

Dermatofibrosarcoma protuberans (DFSP) is a soft tissue neoplasm with remarkable local aggressiveness, high levels of recurrence (> 40%) and low metastasizing potential. Occurs predominantly in trunk and proximal extremities, being uncommon in scalp, where represents less than 5% of all cases. Usually presents average size of 5 cm at the time of surgical excision. The objective of this study is to report a patient with giant tumor of scalp (20x16x14 cm), emphasizing its peculiarities and therapeutic options.

Keywords: Dermatofibrosarcoma. Neoplasms, connective and soft tissue. Scalp/surgery.

 

RESUMO

O dermatofibrossarcoma protuberans (DFSP) é uma neoplasia de tecidos moles de notável agressividade local, altos índices de recorrência (> 40%) e baixo potencial metastatizante. Ocorre principalmente em tronco e porção proximal de extremidades, sendo incomum em couro cabeludo, onde perfaz menos de 5% do total de casos. Habitualmente apresenta dimensões médias de 5 cm à ocasião da ressecção cirúrgica. O objetivo deste trabalho é relatar caso de paciente com tumoração gigante em couro cabeludo (20x16x14 cm), enfatizando suas peculiaridades e discutindo possibilidades terapêuticas.

Palavras-chave: Dermatofibrossarcoma. Neoplasias de tecido conjuntivo e de tecidos moles. Couro cabeludo/cirurgia.

 

Tamoxifen as treatment to keloids and hypertrophic scars

Aline Fioravanti Pasquetti, Wellington Menezes Mota, Madeleine Ramos dos Santos, Hugo Leite de Farias Brito
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):372-378 - Original Article

PDF Portuguese

ABSTRACT

Background: Keloids and hypertrophic scars (HScs) are poorly understood cicatricial lesions without a gold-standard treatment. Recent experiments demonstrated that cytokines imbalance has an action in scar pathogenesis, mainly due to transforming growth factor (TGF) β#1 overexpression. Tamoxifen, an antioestrogenic drug, can inhibit TGF-β1 release and consequently fibroblastic proliferation. This indicates a possible role of Tamoxifen as a therapeutic option in keloids and HScs. Method: Eighteen patients were selected for the evaluation of tamoxifen citrate 0.1% for six months. During that evolution, photographic registration, dimensional evaluation and hystopathologic analisis of the lesions were accomplished and questionnaires about aspects of the lesion were applied to patients. Results: There was a significant reduction of the lesion height (p < 0.0001), width (p = 0.009) and length (p = 0.009). Texture criteria, height and itch were the ones that obtained the largest variations among the periods before and after treatment. Histological changes suggested remodelling action of the collagen in those scars. Conclusions: Tamoxifen citrate presented positive results in most of the analyzed criteria, minima side effects and low cost, constituting a safe and comfortable treatment option, mainly in HScs. There will be necessary more research with larger sampling for greater conclusions.

Keywords: Keloid. Cicatrix, hypertrophic. Tamoxifen.

 

RESUMO

Introdução: Existe pouco entendimento a respeito dos mecanismos que levam à formação dos quelóides e cicatrizes hipertróficas (CHT), assim como não há um tratamento padrão-ouro para essas lesões. Experiências recentes demonstraram que as alterações na formação dessas cicatrizes envolvem concentrações desequilibradas de fatores de crescimento locais, em particular o fator de crescimento transformador (TGF) β1. O tamoxifeno, ao inibir a produção desta citocina, pode ser uma nova opção na conduta terapêutica destas lesões. Método: Dezoito pacientes portadores de quelóides e CHT foram selecionados para a avaliação do uso do citrato de tamoxifeno 0,1% por um período de seis meses. Durante essa evolução, foi realizado registro fotográfico, mensuração e análise histopatológica das lesões e questionários relativos a aspectos da lesão foram aplicados aos pacientes. Resultados: Houve redução significativa da altura (p < 0,0001), da largura (p = 0,009) e do comprimento (p = 0,009) das lesões. Os critérios de textura, altura e prurido foram os que obtiveram as maiores variações entre os períodos pré e pós-tratamento. As alterações histológicas sugerem uma ação de remodelamento do colágeno nessas cicatrizes. Conclusões: O citrato de tamoxifeno apresentou uma resposta favorável na maioria dos critérios analisados, mínimos efeitos colaterais e baixo custo, constituindo uma opção de tratamento segura e cômoda, principalmente nas CHT. São necessários novos estudos com maior amostragem para obtenção de conclusões mais abrangentes.

Palavras-chave: Quelóide. Cicatriz hipertrófica. Tamoxifeno.

 

Indexers

Licença Creative Commons All scientific articles published at www.rbcp.org.br are licensed under a Creative Commons license