ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 20 de 23 resultado(s)

Busca por : Blefaroptose; Blefarofimose; Miastenia gravis; Fascia lata; Doenças palpebrais

Correção da blefaroptose na oftalmoplegia crônica progressiva

Kátia Tôrres Batista, Hugo José de Araújo
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(1):1-5 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: Ptose palpebral corresponde à abertura anormal da pálpebra superior em decorrência da perda parcial ou total da função do músculo elevador (músculo levantador da pálpebra superior), ocasionada por doença adquirida ou congênita. Método: Neste trabalho, descreve-se a evolução e os resultados obtidos com a suspensão palpebral dinâmica com enxerto de fáscia lata fixada ao tarso e músculo frontal. Resultados: No período entre 2000 a 2007, foram operados seis pacientes portadores de blefaroptose bilateral consequente a oftalmoplegia crônica progressiva, os quais apresentaram resultado satisfatório com a técnica descrita.

Palavras-chave: Blefaroptose. Doenças palpebrais/cirurgia. Olho/cirurgia.

 

ABSTRACT

Introduction: Palpebral ptosis is a superior eyelid abnormal opening due partial or total elevator muscle function, caused by acquired or congenital pathology. Methods: In this paper, we describe the evolution and results gotten with the dynamic palpebral suspension with fascial sling to tarsal and to frontal muscle. Results: Six patients with chronic progressive external ophtalmoplegia blepharoptosis were operated between 2000 and 2008. We described satisfactory results with the technique.

Keywords: Blepharoptosis. Eyelid diseases/surgery. Eye/surgery.

 

Entrópio senil da pálpebra inferior: cirurgia baseada na etiopatogenia

Fernando Giovanetti Morano, Mauro Amâncio Junior, Roni Brejon, Caio Ribeiro Esper, José Carlos Marques de Farias
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(2):231-237 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: O entrópio é uma rotação interna da pálpebra, em que o epitélio e os cílios raspam o olho, ocasionando irritação. Este trabalho tem o objetivo de apresentar, detalhadamente, um tratamento cirúrgico baseado na associação de três técnicas, cada uma direcionada a tratar uma das três principais causas do entrópio senil e sua evolução. Método: Quatorze pálpebras com entrópio senil foram submetidas ao procedimento cirúrgico, que consistiu de encurtamento tarsal horizontal, plicatura dos retratores ao tarso com pontos em "U" e ressecção de uma fita muscular da pálpebra inferior. Em todos os retornos, foram avaliadas intercorrências, recidivas, complicações e resolução dos sintomas. Resultados: De julho de 2006 até abril de 2008, foram operadas 10 pacientes com entrópio senil. As queixas eram irritação ocular (100%) e lacrimejamento (80%). Ao exame físico, todos os pacientes apresentavam hiperemia. Cinco arrancavam os cílios e 3 usavam fitas adesivas para tracionar a pálpebra inferiormente. As cirurgias levaram, em média, 26 minutos e transcorreram bem, sem intercorrências. Todos receberam alta bem, com equimose que regrediu em 2 semanas. Nove pacientes tiveram melhora dos sintomas e um apresentou recidiva parcial do entrópio. Conclusão: Foi demonstrada uma modalidade de tratamento para o entrópio senil baseada nas suas três principais causas, com bons resultados. Tivemos recidiva parcial em um paciente, que foi tratada, repetindo-se o procedimento.

Palavras-chave: Entrópio/cirurgia. Pálpebras/cirurgia. Doenças palpebrais.

 

ABSTRACT

Background: The entropion is an inward rotation of the eyelid margins as the epithelium and the eyelashes rub against the eye resulting irritation. The purpose of this study is present a surgical treatment with the association of three techniques that resolves the main causes of senile entropion and the follow up. Methods: Fourteen eyelids with senile entropion underwent surgical repair with wedge tarsal shortening, plication of the lid retractors with "U" sutures and a segmental resection of pre septal orbicular. In follow up was available any problems, recurrence, complications and complain resolution. Results: From 2006 July to 2008 April, ten patients with senile entropion were operated. Complain was ocular irritation (100%) and excessive tearing (80%). In physical examination, all patients had hyperemia. Five take out the lashes, and 3 used tapes to take the lid down. The surgery time was 26 minutes, without problems. All patients discharged with chemosis that resolved in the first 2 weeks postoperatively. Nine were completely treated and one had partial recurrence. Conclusions: The study demonstrated, with details, a model of treatment for senile entropion based in three main causes. All patients didn't have immediate complications, but one patient had partial recurrence, that was treated with the same procedure.

Keywords: Entropion/surgery. Eyelids/surgery. Eyelid diseases.

 

Retalho zigomático-palpebral: uma técnica opcional para a reconstrução da pálpebra inferior

MANOEL PEREIRA DA SILVA; ALUÍSIO GONÇALVES MEDEIROS; LUCIANA RODRIGUES DA CUNHA; COLOMBO TIVERON; MARCO TULIO RODRIGUES DA CUNHA; VANEILA ADRIELI PADILHA; JOÃO PEDRO RODRIGUES PEREIRA; STEFANO MACHADO
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(1):10-14 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A reconstrução de pálpebra inferior representa um desafio peculiar ao cirurgião plástico, uma vez que traduz uma região facial de importância estética e funcional. O objetivo é apresentar uma técnica opcional para a reconstrução de defeitos da pálpebra inferior com o retalho cutâneo zigomático-palpebral. Esta técnica mostra uma alternativa nos casos de pele escleroatrófica de pessoas idosas, bem como para pessoas jovens, que não apresentam redundância da pele palpebral superior, impossibilitando por exemplo o uso de enxertos de pálpebra superior ou retalhos como o de Fricke ou Tripier.
Métodos: Os autores mostram a indicação do retalho em casos de ectrópio cicatricial, reconstrução após ressecção de neoplasias, associação com outros retalhos como de Hughes ou para cobertura de enxertos cartilaginosos. É um retalho de transposição composto por pele e subcutâneo, randomizado. A técnica baseia-se no uso de retalho local, de características muito semelhantes à área do defeito, o que permite mimetização, segurança e exequibilidade.
Resultados: Os resultados imediatos e tardios são satisfatórios e bem aceitos pelos pacientes e pela equipe cirúrgica em termos estéticos e funcionais, com oclusão palpebral adequada e lubrificação ocular preservada.
Conclusão: O retalho zigomático-palpebral apresenta como vantagens a simplicidade de execução, sangramento mínimo, baixa morbidade de área doadora e feito sob anestesia local. O objetivo de reconstruir defeitos da pálpebra é restaurar a anatomia e função. Esta pode ser uma tarefa desafiadora, especialmente em defeitos maiores que podem estar presentes nos procedimentos oncológicos em jovens e em idosos com pele escleroatrófica e mínima frouxidão.

Palavras-chave: Olho; Pálpebras; Túnica conjuntiva. Doenças palpebrais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Retalhos

 

ABSTRACT

Introduction: Lower eyelid reconstruction represents a unique challenge to plastic surgeons, since it involves a facial region of aesthetic and functional importance. The objective is to present an optional technique for the reconstruction of lower eyelid defects using zygomatic-palpebral skin flap. This technique represents an alternative in cases of scleroatrophic skin in older patients, and for young people who do not have an upper eyelid skin redundancy, which prevents, for example, the use of upper eyelid grafts or flaps such as those of Fricke or Tripier.
Methods: The authors describe the flap used in cases of cicatricial ectropion and reconstruction after resection of neoplasms and association with other flaps, such as those of Hughes, or for coverage of cartilage grafts. The flap consisted of a transposition flap made up of skin and underlying subcutaneous tissues, randomized . The technique was based on the use of a local flap with highly similar characteristics to the defect area, which allowed it to mimic functions, while being safe and feasible.
Results: The immediate and late results in terms of aesthetics and function were satisfactory and well accepted by patients and the surgical team, with adequate eyelid occlusion and preserved ocular lubrication.
Conclusion: The advantages of the zygomatic-palpebral flap are its ease of execution, minimal bleeding, low morbidity of the donor area, and the use of local anesthesia. The reconstruction of eyelid defects aims to restore anatomy and function. This can be a challenging task, especially in cases with larger defects that may be present after oncologic procedures both in young and old patients presenting with scleroatrophic skin and minimal tissue laxity.

Keywords: Keywords: Eye; Eyelids; Conjunctiva; Eyelid diseases; Reconstructive surgical procedures; Flaps

 

Cirurgia da ptose palpebral: análise de dois tipos de procedimentos cirúrgicos

Fabio Lopes Saito, Rolf Gemperli, Patricia Yuko Hiraki, Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):11-17 - Artigo Original

PDF Português

RESUMO

Introdução: A ptose palpebral ou blefaroptose caracteriza-se pela disfunção, ou inabilidade do paciente em realizar a abertura da fenda palpebral de maneira normal. Geralmente é decorrente do acometimento do músculo levantador da pálpebra, possuindo diferentes etiologias, quais sejam, congênitas ou adquiridas. Método: No período de 2005 a 2008, foram diagnosticados 16 pacientes portadores de ptose palpebral, totalizando 24 pálpebras submetidas a tratamento cirúrgico, pelo autor. Foram realizadas 18 cirurgias abordando a fáscia do músculo levantador e, em 6 casos, a ressecção do músculo levantador da pálpebra. Resultados: O grau de ptose nos casos estudados variou entre 2,0 e 7,0 mm, com média de 4,33 mm. Os resultados pós-operatórios foram avaliados por meio de exame físico e de análise fotográfica e classificados em insatisfatórios, regulares e bons, de acordo com o grau de ptose residual. A média de seguimento foi de 14,87 meses. Em 83,3% dos casos, os resultados foram considerados bons, em 12,5%, regulares e, em 4,16%, insatisfatórios. A complicação mais frequentemente observada foi a hipocorreção cirúrgica e a assimetria entre as fendas palpebrais. Encontrou-se um caso com retração cicatricial na pálpebra superior e apenas um paciente foi submetido à revisão cirúrgica após seis meses do ato operatório.

Palavras-chave: Blefaroptose. Doenças palpebrais. Blefaroplastia.

 

ABSTRACT

Introduction: Eyelid ptosis or blepharoptosis is characterized by dysfunction or the patient's inability to elevate the upper eyelid normally. It is usually due to a compromised levator muscle and has different etiologies, namely congenital or acquired. Method: From 2005 to 2008, 16 patients were diagnosed with ptosis, perfoming a total of 24 surgically treated eyelids. Eighteen surgeries were performed approaching the fascia of the eyelid levator muscle and in 6 cases through resection of the eyelid levator muscle. Results: The degree of ptosis in the cases studied ranged between 2.0 and 7.0 mm, with an average of 4.33 mm. The postoperative results were evaluated by physical examination and photographic analysis and classified as poor, fair and good, according to the degree of residual ptosis. The average follow-up was 14.87 months. In 83.3% of the cases, the results were considered good, regular in 12.5% and in 4.16% unsatisfactory. The most frequently observed complication was surgical undercorrection and asymmetry of the eyes. In one case we could observe of scar retraction in the upper eyelid and only one patient underwent surgical revision six months after the initial surgery.

Keywords: Blepharoptosis. Eyelid diseases. Blepharoplasty.

 

TRATAMENTO CIRÚRGICO DOS DÉFICITS FUNCIONAIS CAUSADOS PELO BLEFAROCALÁSIO E PELA PTOSE PALPEBRAL SENIL

Tatiana Martins Caloi
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(2):81-88 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Método: Este trabalho avaliou 25 pacientes com queixas de redução do campo visual e peso palpebral, encaminhados para tratamento cirúrgico especializado. A idade média da população foi de 65,4 anos, verificando-se alta incidência de morbidades associadas (88%), como hipertensão arterial, cardiopatia, diabetes melitus, glaucoma e catarata. As cirurgias realizadas foram a blefaroplastia superior isolada ou associada à blefaroplastia inferior com o uso da cantopexia ou retalho tarsal, em casos de flacidez tarsal importante. A ptose de supercílios foi corrigida pela suspensão com fios ou com ressecção direta de pele superciliar. A ptose palpebral senil foi tratada com a plicatura da aponeurose do músculo levantador da pálpebra superior. Os pacientes foram fotografados, examinados e submetidos a um questionário no pré e no pós-operatório de seis meses, avaliando-se as queixas funcionais iniciais. Resultados: Houve melhora estatisticamente significante para as queixas de peso palpebral/frontal (92% para 12%) e diminuição do campo visual (100% para 4%), não havendo diferenças em relação ao lacrimejamento e cefaléia no pré e pós-operatório de seis meses. A incidência de complicações precoces foi de 12% e, das tardias, 8%, sendo necessária a reintervenção cirúrgica em dois casos. Este trabalho tem como objetivo mostrar a alta incidência de alterações funcionais associadas ao blefarocalásio e à ptose palpebral senil. Conclusão: Destaca-se a importância do diagnóstico preciso e do tratamento correto destas morbidades, e dos benefícios da cirurgia reparadora no alívio dos sintomas relacionados ao envelhecimento da região órbito-palpebral.

Palavras-chave: Blefaroplastia. Blefaroptose. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos

 

ABSTRACT

Method: This paper analyzes 25 patients with visual field impairment and palpebral heaviness caused by blepharochalasis and senile ptosis sent for specialized surgical treatment. The mean age of this population was 65,4 years and a high incidence of associated morbidities such as arterial hypertension, diabetes mellitus, cardiopathy, glaucoma and cataract was found in this group (88%). Isolated upper lid blepharoplasty or upper and lower lid surgery were the most common surgical procedures done, associated with canthopexy or tarsal strip when needed. Brow ptosis was corrected with sutures or direct upper eyebrow skin resection. Senile ptosis was treated by levator aponeurosis plication. Photographic documentation, clinical examination and a questionaire were done pre-operatively and 6 months after surgery, analyzing initial functional complaints. Statistical analyses showed significance of initial complaints of palpebral heaviness (92% before and 12% after surgery), decreased visual field (100% before and 4% after surgery). Results: There was no difference in tearing complaints and headache frequency before and after surgery. The incidence of early complications was 12% and of late complications was 8%. Two patients were reoperated. This paper shows a high incidence of functional impairment due to blepharochalasis and senile ptosis in an elderly population. Conclusion: It highlights the importance of good clinical examination for correct diagnosis and treatment of this morbidity and the benefits of ophthalmic plastic surgery for the relief of symptoms related to orbital and palpebral aging.

Keywords: Blefaroplasty, Blefaroptosys, Surgical reconstructive procedures

 

Tratamento cirúrgico do entrópio palpebral inferior involucional

Renata Lowndes Corrêa Francalacci; Sérgio Lessa
Rev. Bras. Cir. Plást. 2017;32(4):491-496 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

INTRODUÇÃO: O entrópio é definido como uma rotação interna da margem palpebral. O contato dos cílios e da pele palpebral com o globo ocular pode resultar em sintomas irritativos, abrasões e cicatrizes corneanas. Este trabalho tem o objetivo de apresentar a eficácia da técnica descrita por Lessa no tratamento do entrópio involucional. MÉTODOS: Foram submetidos à correção do entrópio involucional 13 pálpebras inferiores de 11 pacientes. Utilizou-se a técnica de Lessa, em que é realizada uma incisão subciliar, descolamento subcutâneo, ressecção de faixa muscular e sutura pele-septo-pele, associada a um procedimento de suporte lateral. RESULTADOS: Foram operados 11 pacientes (5 homens e 6 mulheres), com média de idade de 76,72 anos, (69 até 84 anos), totalizando 13 pálpebras, pois dois pacientes apresentavam a afecção bilateralmente. Em oito pacientes (9 pálpebras) usou-se a suspensão muscular. Em um paciente, a suspensão tarsal, e em dois (três pálpebras) o retalho tarsal. O tempo cirúrgico médio (por pálpebra) dos pacientes submetidos à suspensão muscular foi de 36,55 minutos, enquanto nos submetidos à cantoplastia foi de 56 minutos. Nenhum paciente apresentou recidiva e um paciente apresentou ectrópio. CONCLUSÃO: A técnica descrita por Lessa mostrou-se eficaz, pois não houve nenhum caso de recidiva.

Palavras-chave: Entrópio; Doenças palpebrais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos.

 

ABSTRACT

INTRODUCTION: Entropion is defined as an internal rotation of the eyelid margin. The contact of the eyelid skin and eyelashes with the eye may result in irritating symptoms, corneal abrasions, and scars. The purpose of this study is to present the effectiveness of the technique described by Lessa in the treatment of involutional entropion. METHODS: We underwent correction of involutional entropion on 13 lower eyelids. We used the Lessa technique, in which a subciliary incision was made, a skin flap was dissected from the orbicularis oculi, a muscle strip was resected, and a skin-septum-skin suture was made. The procedure was associated with lateral support. RESULTS: There were 11 patients (5 men and 6 women) with a mean age of 76.72 years (69 to 84 years), totaling 13 eyelids, as two patients had bilateral pathology. Eight patients (9 eyelids) used muscular suspension technique. In one patient, the tarsal suspension was performed, and in two patients (three eyelids), we used the tarsal flap. The mean operative time (for eyelid) of patients undergoing muscle suspension was 36.55 min, while that in patient undergoing canthoplasty was 56 min. No patient had recurrence, and one patient developed ectropion. CONCLUSION: The technique described by Lessa proved to be effective since there was no recurrence.

Keywords: Entropy; Eyelid diseases; Reconstructive surgical procedures

 

A SÍNDROME DO BLEFAROCALÁSIO E SUA DIFERENCIAÇÃO COM O DERMOCALÁSIO

Sergio Lessa, Roberto Sebastiá, Marcelo Nanci, Eduardo Flores, Marcos Sforza
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(2):89-96 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A síndrome do blefarocalásio é uma desordem incomum, que inicialmente pode se manifestar numa faixa etária mais jovem, especialmente na puberdade, sendo caracterizada por episódios recorrentes de edema peri-orbitário. Com o passar dos anos, estes episódios recorrentes levam a alterações das estruturas de suporte palpebral, determinando uma série de sinais característicos: redundância de pele palpebral, que se torna progressivamente mais fina e enrugada; pseudo-epicanto; desinserção do tendão cantal lateral; blefaroptose; atrofia de bolsas palpebrais e uma pigmentação cutânea peculiar, com tonalidade bronze. As alterações palpebrais podem ser divididas em duas fases: fase inicial (intumescente ou de edema), caracterizada por episódios recorrentes de edema palpebral e uma fase tardia (quiescente ou crônica), onde a atrofia cutânea se destaca. O tratamento cirúrgico se impõe com necessidade de reposicionamento e, muitas vezes, reconstrução palpebral. Diante dos inúmeros achados clínicos e alterações anatômicas da síndrome, torna-se imprescindível sua diferenciação com o dermocalásio - constituído por redundância cutânea palpebral que se desenvolve como parte do processo de envelhecimento facial, freqüentemente acompanhada de protusão de bolsas de gordura que resulta em pseudoptose - para o correto planejamento cirúrgico e tratamento adequado de condições distintas. A partir da avaliação de 34 pacientes, 28 dos quais submetidos ao tratamento cirúrgico, os autores caracterizam a síndrome, diferenciam-na adequadamente do dermocalásio e sugerem a conduta cirúrgica adequada para esta condição.

Palavras-chave: Doenças palpebrais, cirurgia. Blefaroptose. Pálpebras, patologia

 

ABSTRACT

The blepharochalasis syndrome is an uncommon disorder, that initially appears in young patients, specially in puberty, being characterized by recurrent episodes of periorbital swelling which, over the years, conduct to alterations in the palpebral support structure, determining a group of characteristic signs and symptoms: palpebral skin redundance with progressive thinning and wrinkling, pseudoepicanthus, lateral canthal tendon desinsertion, blepharoptosis, lid bags atrophy and a peculiar bronze skin pigmentation. The palpebral alterations can be divided in two stages: initial stage (intumescent or swelling), characterized by recurrent episodes of palpebral swelling and a late stage (quiescent or chronic), where atrophy is the landmark. Surgical treatment is imposed with palpebral repositioning and, sometimes, reconstruction. In face of the numerous clinical findings and anatomic modifications of the syndrome, it's differentiation from dermochalasis - palpebral skin redundance that develops as part of the facial ageing process frequently accompanied by lid bags protrusion and pseudoptosis - becomes of great importance for the correct surgical planning and treatment of distinct pathologies. Our study evaluated 34 patients, 28 were submitted to surgical correction of blepharochalasis, between 1990 and 2005, characterizing the syndrome, differentiating it from dermochalasis adequately and proposing the proper surgical planning for this condition.

Keywords: Eyelid diseases, surgery. Blepharoptosis. Eyelids, pathology

 

Utilização do implante de peso de ouro recoberto pela aponeurose do músculo levantador palpebral para tratamento do lagoftalmo paralítico

Sergio Lessa; Marcelo Nanci; Roberto Sebastiá
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(4):268-273 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: O lagoftalmo e a ceratite por exposição são as complicações oftálmicas mais comuns da paralisia facial. Tradicionalmente, as tarsorrafias mediais e laterais foram empregadas na correção do lagoftalmo paralítico, entretanto apresentando resultados desfavoráveis. Recentemente, a utilização dos implantes de peso de ouro tornou-se mais popular e o uso de materiais de revestimento para o implante para redução das complicações vem se tornando crescente na literatura médica. Método: Foram estudados 29 pacientes submetidos a correção cirúrgica do lagoftalmo paralítico com a utilização da técnica do implante de peso de ouro recoberto pela aponeurose do músculo levantador palpebral. Resultados: Todos os pacientes apresentaram adaptação favorável dos implantes. Não houve casos de extrusão, deslocamento ou infecção. Os pacientes apresentaram melhora significativa dos sintomas, especialmente da ceratopatia por exposição, com redução das dimensões do lagoftalmo de 4-5 mm para 0,5 mm após a cirurgia. Conclusões: Foram obtidos excelentes resultados; o contorno da superfície cutânea pré-tarsal apresentou-se homogêneo, evitou-se a extrusão do implante e um bom posicionamento palpebral foi obtido.

Palavras-chave: Doenças palpebrais/cirurgia. Pálpebras/cirurgia. Paralisia facial/cirurgia. Ouro.

 

ABSTRACT

Introduction: Lagophthalmos and exposure keratitis are the most common complications of facial palsy. Inadequate eye protection may lead to corneal ulceration or even eye perforation. Recently, the use of gold weight implants has become popular and the use of implant wrapping to reduce complications has become increasingly present in medical publications. Methods: We studied a case series of twenty nine patients submitted to paralytic lagophthalmos surgical treatment using the technique of gold weight implantation covered by the aponeurosis of the levator palpebrae superioris muscle. Results: All patients sustained their implants; there were no cases of extrusion, dislocation or infection. Patients presented significant improvement of symptoms, especially exposure kerathopathy, with lagophthalmos dimensions reducing from 4-5 mm to 0.5 mm after surgery. Conclusions: We obtained excellent results; the pretarsal upper eyelid surface became regular, extrusion was avoided and good eyelid position was obtained.

Keywords: Eyelid diseases/surgery. Eyelids/surgery. Facial paralysis/surgery. Gold.

 

SÍNDROME DA FROUXIDÃO PALPEBRAL: 10 CASOS CONSECUTIVOS

Giovanni André Pires Viana, Midori Osaki, Ana Estela Sant'Anna, Fábio Righetti
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(2):97-102 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A síndrome da frouxidão palpebral é caracterizada por apresentar tarso maleável, permitindo a eversão da pálpebra superior, conjuntivite papilar crônica e sintomas irritativos não específicos. Método: Os autores apresentam sua experiência no tratamento de 10 casos consecutivos de síndrome da frouxidão palpebral, na Universidade Federal de São Paulo, no período de janeiro de 2005 a julho de 2006. Foram verificados: idade, queixa principal, achados do exame físico, presença de doença local ou sistêmica associada, tipo de tratamento e complicações. Resultados: A grande maioria dos pacientes era do sexo masculino (60%). A idade variou entre 28 e 62 anos, média de 46,5 anos. Em cinco pacientes, havia comprometimento bilateral da pálpebra superior e, no restante, em apenas um lado. Nesta casuística, a queixa principal foi edema palpebral, sensação de corpo estranho, dor e lacrimejamento. Todos os pacientes apresentaram obesidade como comorbidade. Oito pacientes foram submetidos a tratamento cirúrgico, sendo realizado retalho lateral de tarso (tarsal strip). Dois pacientes foram tratados conservadoramente, com alguma melhora dos sinais e sintomas. Todos os pacientes operados tiveram resolução completa dos sintomas, com resultado duradouro após seguimento de 6 meses, em média. Conclusões: Os autores acreditam que o tratamento cirúrgico é a melhor opção terapêutica. A avaliação da flacidez horizontal por meio do distraction test, tanto da pálpebra superior quanto da inferior, deveria ser incluída de rotina no exame de todo paciente que apresentasse irritação crônica dos olhos e lacrimejamento.

Palavras-chave: Conjuntivite, etiologia. Doenças palpebrais. Pálpebras, cirurgia

 

ABSTRACT

Background: The floppy eyelid syndrome is characterized by rubbery tarsus and easily everted upper lid, chronic papillary conjunctivitis, and nonspecific irritative. Method: The authors report here the findings and their experience in ten consecutive cases with floppy eyelid syndrome treated at the Federal University of São Paulo, between Jannuary 2005 and July 2006. It was verified age, gender, presenting complaint, physical findings, associated local and systemic diseases, type of treatment and complications. Results: The majority of the patients were male (60%). The ages ranged from 28 to 62 (mean 46.5 years). Five patients presented with bilateral disease, and five presented with unilateral disease. The main presenting complaint in this series included eyelid swelling, foreign body sensation, pain and tearing. All patients studied presented obesity as associated systemic condition. Eight patients underwent surgical procedure. It was performed a lateral tarsal strip without periostal flap for lateral canthal fixation. Two patients were treated conservatively with some degree of improvement. All surgical patients had complete resolution of symptoms and normalization of eyelash position after surgery, with stable and good cosmetic appearance after a mean of 6 months of follow-up. Conclusions: The authors believe that surgical treatment is the best choice of management. Measuring upper and lower eyelid distraction should be included in the routine evaluation of all patients presenting with chronically irritated and tearing eyes. Control of associated systemic diseases, weight loss, and change of sleeping habits to avoid continued mechanical trauma may support the treatment success further.

Keywords: Conjunctivitis, etiology. Eyelid diseases. Eyelids, surgery

 

Conjuntivo-Müllerectomia no Tratamento Cirúrgico da Ptose Palpebral Suave

Renata Rita Oliveira Fernandes, Henri Friedhofer, Marcus Castro Ferreira
Rev. Bras. Cir. Plást. 2007;22(4):241-252 - Artigo de Revisão

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A ptose palpebral suave constitui deformidade caracterizada por deslocamento da pálpebra superior até 4mm abaixo do limbo escleral. Pode ser decorrente de disfunção do músculo de Müller, diagnosticada pelo teste do colírio de fenilefrina a 10%. Neste trabalho, realizou-se revisão bibliográfica orientada sobre os métodos corretivos da ptose palpebral suave, objetivando apontar o tratamento de escolha para correção dessa deformidade. Mostrou-se também a experiência da Divisão de Cirurgia Plástica do HC da FMUSP com a utilização deste procedimento durante o período de 1995 a 2006.

Palavras-chave: Blefaroptose, cirurgia. Fenilefrina, uso diagnóstico. Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos, métodos

 

ABSTRACT

Mild blepharoptosis is a deformity characterized by malposition of the upper eyelid 4mm under scleral limb. Can be caused by malfunction of the Müller muscle, and it is diagnosticated by instilling several drops of 10% phenylephrine. This is a review of the studies related to the methods applied in mild blepharoptosis, as well as discussion of its indications and technique of Müller muscleconjunctiva resection. The authors present the experience of the Divisão de Cirurgia Plástica HC-FMUSP with this procedure during the period between 1995 and 2006.

Keywords: Blepharoptosis, surgery. Phenylephrine, diagnostic use. Reconstructive surgical procedures, methods

 

Tratamento cirúrgico da ptose palpebral moderada e grave: análise de resultados

Rodolfo Chedid; Celso EDUARDO Jandre Boechat; Fernando Serra Guimarães
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(2):222-228 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Introdução: A ptose palpebral é uma afecção comum na prática clínica na qual uma perfeita avaliação torna-se mandatória. Definimos ptose quando a margem palpebral encontra-se abaixo de 2 mm da junção corneoescleral e pode ser classificada em leve, moderada e grave. Existem inúmeras técnicas de reparo e a escolha dependerá da classificação da função do músculo levantador.
Métodos: Foram analisados de forma prospectiva, no período de março de 2013 a maio de 2015, quatorze (n = 14) pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico de ptose palpebral moderada e grave (n = 21). Inúmeros fatores foram estudados, tais como grau de ptose e função do músculo elevador da pálpebra, tipo de técnica de reparo, complicações imediatas e tardias, etc.
Resultados: Quatorze pacientes foram opera-dos, totalizando 21 pálpebras, sendo que, 85% foram de etiologia adquirida e 15% congênita. Com relação ao grau de ptose, 64,3% (n = 9) foram moderadas e 35,7% (n = 5) graves. No que tange à função do músculo levantador, encontramos função boa 28,5% (n = 4), moderada 28,5% (n = 4) e pobre 43% (n = 6). Em relação às com-plicações, 2 casos de hiperemia conjutival e um caso de edema. Obtivemos um alto índice de satisfação com 85,7% (n = 12), com baixas taxas de complicações.
Conclusão: A ptose palpebral é uma enfer-midade comum na prática clínica e exige por parte do cirurgião um perfeito conhecimento anatômico da delicada estrutura palpebral e também de sua fisiopatologia. Uma perfeita avaliação desse paciente torna-se mandatória para o emprego do tratamento mais adequado.

Palavras-chave: Blefaroptose; Blefarofimose; Miastenia gravis; Fascia lata; Doenças palpebrais

 

ABSTRACT

Introduction: Eyelid ptosis is a common condition in clinical practice for which a complete evaluation is mandatory. Ptosis is defined when the eyelid margin is 2 mm below the corneoscleral junction and can be classified as mild, moderate, and severe. There are numerous repair techniques, and the choice will depend on the classification of the function of the levator muscle.
Methods: We evaluated prospectively, from March 2013 to May 2015, 14 patients who underwent surgical treatment of moderate and severe ptosis (n = 21). Several factors were studied, such as degree of ptosis and function of the eyelid levator muscle, type of repair technique, and immediate and late complications.
Results: Fourteen patients (21 eyelids) underwent operation. The etiology was acquired in 85% of the cases and congenital in 15%. With respect to the degree of ptosis, 64.3% (n = 9) of the cases were moderate and 35.7% (n = 5) were severe. With respect to the muscle function of the levator, good, moderate, and poor functions were observed in 28.5% (n = 4), 28.5% (n = 4), and 43% (n = 6) of the cases, respectively. With regard to complications, 2 cases of conjunctival hyperemia and one case of edema were observed. We obtained a high satisfaction rate of 85.7% (n = 12), with low complication rates.
Conclusion: Eyelid ptosis is a common presentation in clinical practice and requires on the part of the surgeon a detailed anatomical knowledge of the delicate structure of the eyelid and its pathophysiology. A complete evaluation of these patients is mandatory for the employment of the most appropriate treatment.

Keywords: Blepharoptosis; Blepharophimosis; Myasthenia gravis; Fascia lata; Eyelid diseases

 

Síndrome da Pálpebra Superior Flácida

Márcia Rosa de Araujo, Marcelo Daher, Larissa Cezar da Silva Leitão, Ângela Cristina Mesquita de Almeida, Romeu Ferreira Daroda
Rev. Bras. Cir. Plást. 2005;20(1):54-58 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A Floppy eyelid syndrome é uma desordem de etiologia desconhecida, pouco divulgada em nosso meio, sendo seu conhecimento importante para o diagnóstico diferencial de conjuntivites crônicas de difícil resolução. Afeta predominantemente homens obesos, sendo caracterizada por pálpebras superiores flácidas e facilmente eversíveis, associada à conjuntivite papilar crônica. O acometimento é geralmente assimétrico e mais grave no lado sobre o qual o paciente costuma dormir. O tratamento cirúrgico consiste no encurtamento horizontal da pálpebra ou na confecção de retalho tarsal. O objetivo deste trabalho é fazer uma breve revisão dos dados da literatura existentes, ressaltando os aspectos clínicos, patológicos, diagnósticos e terapêuticos, demonstrando, por meio do relato de um caso clínico, o tratamento cirúrgico recomendado pelos autores.

Palavras-chave: Conjuntivite, etiologia. Doenças palpebrais. Pálpebras, cirurgia

 

ABSTRACT

Floppy eyelid syndrome is a disorder of unknown etiology that has been rarely reported in the literature. An understanding of this disease is important for the differential diagnosis of complex chronic conjunctivitis. It predominantly affects obese men and is characterized by flaccid and easily everted upper eyelids associated with chronic papillary conjunctivitis. The involvement is generally asymmetric and most severe on the side on which the patient sleeps. Surgical treatment consists in the horizontal shortening of the eyelid or the use of a tarsal flap. The aim of this study is to briefly review published data, highlighting the clinical, pathologic, diagnostic and therapeutic aspects and demonstrating by a clinical case report, the surgical treatment recommended by the authors.

Keywords: Conjunctivitis, etiology. Eyelid diseases. Eyelids, surgery

 

Reconstrução de pálpebra inferior com retalho têmporo-frontal em ilha

José Renato Barbieri Gallo, Bruno Victório Perini Baldi, Fernando Hiromitsu Suguita, Marcel Antônio Cammarosano, Antônio Roberto Bozola
Rev. Bras. Cir. Plást. 2008;23(2):135-137 - Relatos de Caso

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

A reconstrução da pálpebra inferior é um capítulo importante da Cirurgia Plástica. Com o número crescente de pacientes acometidos por doenças na pele desta região, principalmente nos casos de neoplasias, é fundamental que o cirurgião plástico tenha conhecimento e domínio de um conjunto cada vez maior de técnicas que ofereçam ao paciente a reparação, com a funcionalidade necessária, sem afastar-se demais da estética desejada. No presente relato de caso, os autores demonstram uma técnica pouco utilizada - o retalho em ilha têmporo-frontal - eficiente na reconstrução da pálpebra inferior, apresentando resultado funcional adequado, com preservação aceitável da estética facial.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular/cirurgia. Doenças palpebrais/cirurgia. Neoplasias palpebrais/cirurgia. Retalhos cirúrgicos/métodos. Artérias temporais/cirurgia.

 

ABSTRACT

Lower eyelid reconstruction is a very important chapter in Plastic Surgery. With increasing numbers of patients suffering from skin pathologies on this area, mainly in neoplasm cases, it is fundamental to the plastic surgeon to have knowledge and domain of an increasing range of techniques, which can offer to the patient the recovery, with the necessary functionality good aesthetic result. In the present case, the authors show a technique - the front-temporal island flap - which is efficient on the lower eyelid reconstruction, in spite of being not very used, and is presenting an appropriate functional result with an acceptable preservation of the facial aesthetics.

Keywords: Carcinoma, basal cell/surgery. Eyelid diseases/surgery. Eyelid neoplasms/surgery. Surgical flaps/methods. Temporal arteries/surgery.

 

Utilização de retalhos na reconstrução inguinal bilateral

Fernando Oliveira Junger; Márcio Alencar Barreira; Tiago Alcântara Xavier Nascimento; Tonny Wysllen Moura de Aquino
Rev. Bras. Cir. Plást. 2018;33(Suppl.2):85-87 - 33ª Jornada Norte-Nordeste de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Os retalhos utilizando os músculos reto abdominal (VRAM) e tensor da fáscia lata (TFL) são as melhores opções para a reconstrução da região inguinal após ressecções alargadas. No entanto, a utilização de dois retalhos para o tratamento paliativo do câncer de pênis deve ser discutido. Apresentamos um caso, com bom resultado estético, de reconstrução bilateral da região inguinal com VRAM e rotação do músculo TFL.

Palavras-chave: Neoplasias penianas; Retalhos cirúrgicos; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Reto do abdome; Fascia lata.

 

ABSTRACT

Flaps using rectus abdominis and tensor fascia lata muscles are the best option for inguinal region reconstruction after extended resections. However, the use of two flaps for palliative treatment of penile cancer should be discussed. We present a case, with good aesthetic results, of bilateral reconstruction of inguinal region with VRAM, and TFL muscle rotation.

Keywords: Penile neoplasms; Surgical flaps; Reconstructive surgical procedures; Rectus abdominis. Fascia lata.

 

Tratamento da ptose palpebral com emprego de "retalho em asa" do músculo orbicular

José Octávio Gonçalves de Freitas, Aymar E. Sperli
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):552-555 - Ideias e Inovações

PDF Português

RESUMO

Este trabalho foi realizado com o objetivo de demonstrar a possível utilização do músculo orbicular para o tratamento de ptose palpebral em casos em que não exista ação ou função do músculo elevador das pálpebras, utilizando-se um retalho bipediculado do músculo orbicular palpebral em sua porção superior em forma de "asa", fixado à aponeurose inferior superciliar do músculo frontal da face, tal avaliação foi realizada no período entre 1992 e 2009.

Palavras-chave: Blefaroptose/cirurgia. Blefaroplastia/métodos. Doenças palpebrais/cirurgia.

 

ABSTRACT

The objetive of this scientific research was to demonstrate the possibility of use of the orbicular muscle in cases that function and action of the elevator muscle of the eylid does not exist, using a bipedicular flap of the orbicular muscle in its superior portion in form of a "wing" fixated to the inferior aponeurosis of frontal muscle in the supraciliar region. This study was performed between the years 1992 and 2009.

Keywords: Blepharoptosis/surgery. Blepharoplasty/methods. Eyelid diseases/surgery.

 

Técnica cirúrgica alternativa no tratamento do blefaroespasmo essencial

Carlos Henrique Fröner Souza Góes, Marina Junqueira Ferreira Rosique, Cristina Destro, Rodrigo Gouvêa Rosique
Rev. Bras. Cir. Plást. 2010;25(1):205-207 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: Blefaroespasmo essencial é bilateral, progressivo e pode levar a cegueira funcional. Predomina em pacientes do sexo feminino e sua causa é desconhecida. Relato do Caso: Paciente de 52 anos, com espasmos palpebrais progressivos em dois anos de evolução, recebeu cinco aplicações de toxina botulínica, com resposta apenas após as primeiras infiltrações. Na avaliação inicial, apresentava fenda palpebral com abertura voluntária máxima de 2 mm. Foi submetida à ressecção de um fuso de pele da pálpebra superior contendo o músculo orbicular e, pela mesma via de acesso, foram ressecados os músculos corrugadores, com preservação dos nervos supra-orbitários e supratrocleares. No pós-operatório, evoluiu com abertura voluntária máxima da fenda palpebral de 12 mm. Com cinco meses de pós-operatório, houve recidiva parcial, com fenda palpebral de 8 mm. Submetida a tratamento com toxina botulínica, em menor dose, apresentou abertura de 10 mm. Conclusão: Esta técnica cirúrgica alternativa para o tratamento do blefaroespasmo demonstrou resultado semelhante às técnicas descritas na literatura, porém ressecando os músculos orbiculares apenas superiormente e os corrugadores pela mesma via de acesso palpebral, preservando a inervação da região frontal.

Palavras-chave: Blefarospasmo/cirurgia. Doenças palpebrais/cirurgia. Pálpebras/cirurgia.

 

ABSTRACT

Background: Essential blepharospasm is bilateral, progressive and can lead to functional blindness. It predominates in female patients and its cause is unknown. Case report: A 52-year patient, with progressive eyelid spasms along two years of evolution, received five applications of botulinum toxin, responding only to the first ones. In the initial evaluation she showed a palpebral fissure of 2 mm with maximum voluntary opening. She was submitted to resection of an ellipse of skin of upper eyelid along with the orbicular muscle and, by the same surgical access, the corrugators muscles were resected, with preservation of the supra-orbital and supra-trochlear nerves. In the postoperative period, she evolved with maximum voluntary opening of the palpebral fissure of 12 mm. With five months postoperatively, there was partial recurrence, with palpebral fissure of 8 mm. Receiving botulinum toxin on lower dose, she presented opening of 10 mm. Conclusion: This alternative surgical technique for treatment of blepharospasm showed a similar result to the techniques described in the literature, however resecting the orbicularis muscle only superiorly and the corrugators by the same surgical approach, preserving the innervations of the frontal region.

Keywords: Blepharospasm/surgery. Eyelid diseases/cirurgia. Eyelids/surgery.

 

Reconstrução da porção medial da pálpebra inferior com retalho de Imre

Marina Felca Beirigo, Gabriel Salum D'Alessandro, Denis Oksman, Tatiana Rego Nunes, Fábio de Freitas Busnardo, Walter Soares Pinto
Rev. Bras. Cir. Plást. 2009;24(4):569-572 - Relatos de Caso

PDF Português

RESUMO

Introdução: A reconstrução da pálpebra inferior se constitui em um importante capitulo de reconstrução facial, tanto por seu aspecto estético quanto por sua importância funcional, evitando comprometimentos oculares mais graves. Dissertamos neste artigo sobre uma excelente opção terapêutica para esse tipo de reconstrução, especialmente em casos de defeitos extensos da pálpebra. Relato dos casos: Foram operados dois pacientes, em junho de 2008, que apresentavam defeitos da pálpebra inferior entre 50% e 75% da mesma após ressecção de tumores de pele. Esses pacientes foram submetidos à reconstrução com retalho de Imre, descrito, em 1903, pelo cirurgião Joseph Imre, seguindo sua marcação original, evoluindo com resultado efetivo quanto a sua importância funcional e estética. Os casos operados apresentaram bom posicionamento das pálpebras inferiores, sem ectrópio, apresentando apenas uma leve esclera aparente, porém sem repercussão funcional em um dos casos operados. As cicatrizes resultantes localizaram-se nos sulcos naturais da face. Discussão: Consideramos que a técnica proposta por Imre se adequa às necessidades da reconstrução palpebral inferior, proporcionando bom resultado funcional e estético, com pouca morbidade de área doadora. Conclusão: O retalho de Imre se constitui em mais uma opção para reconstrução da porção medial da pálpebra inferior, sendo de fácil execução e reprodutível, mesmo em grandes defeitos da mesma.

Palavras-chave: Pálpebras/cirurgia. Doenças palpebrais/cirurgia. Retalhos cirúrgicos. Carcinoma basocelular/complicações. Cirurgia plástica.

 

ABSTRACT

Introduction: The inferior eyelid reconstruction is one of the important issues about facial reconstruction. Besides its aesthetical importance, there is its functional one, avoiding ocular problems. In this article we present an excellent option of eyelid reconstruction - the Imre flap - especially in defects greater than 50% of extension. Cases report: In July 2008, two patients were gone under surgery because skin cancer on inferior eyelid. The ejelid defects were about 50 to 75% of the extension of them. The Imre flap was described first by Joseph Imre, in 1903. His original technique was followed and the results were functional and aesthetical effective. Discussion: We considered that the Imre flap is applicable and useful to reconstruct the inferior eyelid, with little morbidity of the donor area and a great final result. Conclusion: The Imre flap is one more option to reconstruct the inferior eyelid portion. It's a reproducible and an easy technique available to reconstruct large defects of inferior eyelid.

Keywords: Eyelids/surgery. Eyelid diseases/surgery. Surgical flaps. Carcinoma, basal cell/complications. Surgery, plastic.

 

Retalho bipediculado em reconstrução palpebral

JULIANE RIBEIRO MIALSKI; MARCELUS VINICIUS DE ARAUJO SANTOS NIGRO; LARISSA DALLA COSTA KUSANO; JONATAS MERLIN MASCHIETTO; TAYNAH BASTOS LIMA DA SILVA; LUCAS EDUARDO OLIVEIRA PASCOLAT
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):114-116 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Os traumas oculopalpebrais são muito comuns e têm grande importância socioeconômica, trazendo consigo infelicidade, ineficiência econômica e perda monetária. Descrevemos neste artigo o caso de um trauma facial grave, decorrente de lesão lacerante por arma branca, motivado por autoagressão, em que os princípios básicos da reconstrução palpebral foram utilizados. O paciente apresentou boa evolução, e resultado estético satisfatório com oclusão palpebral adequada. Ressaltamos a importância do cirurgião plástico como um especialista integrante e necessário da equipe de atendimento do trauma grave na sala de emergência, assim como seu grau de resolutibilidade, utilizandose de técnicas básicas e consagradas de reconstrução palpebral.

Palavras-chave: Doenças palpebrais; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Ferimentos oculares penetrantes

 

ABSTRACT

The oculopalpebral traumas are very common and have great socioeconomic importance, bringing with them unhappiness, economic inefficiency and monetary loss. We describe in this article, the case of a severe facial trauma, resulting from a lacerating wound motivated by self-injury, in which the basic principles of eyelid reconstruction were used. The patient presented good evolution, and a satisfactory aesthetic result with adequate palpebral occlusion. We emphasize the importance of the plastic surgeon as an integral and necessary specialist of the trauma team in the emergency room, as well as their degree of resolubility, using basic and consecrated techniques for eyelid reconstruction.

Keywords: Eye diseases; Reconstructive surgical procedures; Wounds and injuries; Penetrating head injuries

 

Diagnóstico de linfoma não-Hodgkin de órbita após blefaroplastia: relato de caso

RAFAEL CORDEIRO PUHL; LINDA MAR PARADA ROBERTS MUNIZ; EWALDO BOLIVAR DE SOUZA PINTO; HERALDO CARLOS BORGES INFORZATO; LUIZ AUGUSTO DA COSTA DEPIERI; MARIA ANGÉLICA LOPEZ GOMES PEREIRA
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.3):117-120 - Artigos

PDF Português

RESUMO

O linfoma na~o-Hodgkin é a neoplasia maligna orbitária mais frequente. O subtipo mais comum é o linfoma extranodal da zona marginal do tecido linfoide associado à mucosa (MALT). O prognóstico geralmente é bom, e esta doença é tratada usualmente só com radioterapia. É relatado uma portadora de MALT, descoberto a partir de queixas como a proptose e "bolsões" na pálpebra inferior. A biópsia de gordura orbitária revelou se tratar de um linfoma MALT. Quando são tumores primários, ocorrem com maior frequência na órbita, seguindo-se de conjuntiva, pálpebras, glândula lacrimal e carúncula. Um crescimento anormal na órbita resulta em sintomas que levam à diagnósticos e tratamentos precoces. O quadro clínico, o hemograma e a imunofenotipagem são a principal avaliação diagnóstica. A biópsia da lesão é essencial para o tratamento. Diagnóstico precoce pode resultar em um prognostico excelente. É importante o cirurgião plástico saber fazer um diagnóstico diferencial.

Palavras-chave: Linfoma não-Hodgkin; Linfoma de zona marginal tipo células B; Doenças palpebrais; Neoplasias orbitárias; Blefaroplastia

 

Padronização de algoritmo pré-cirúrgico para tratamento de margem palpebral

CAIO PUNDEK GARCIA; CARLO MOGNON MATTIELLO; NATALIA BIANCHA RENDON; ZULMAR ANTONIO ACCIOLI DE VASCONCELLOS; LAURA BATISTA DE OLIVEIRA; JORGE BINS ELY
Rev. Bras. Cir. Plást. 2019;34(Suppl.1):132-135 - 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica

PDF Português

RESUMO

Introdução: A cirurgia estética periorbital adequadamente realizada é um dos procedimentos mais rejuvenescedores de todas as cirurgias faciais realizadas. No entanto, não existe padronização dos procedimentos necessários para diminuir a chance de má posição da margem palpebral no pós-operatório.
Método: O serviço de cirurgia plástica do HU/UFSC criou uma padronização de avaliação da margem palpebral pré-cirúrgica. Para avaliação do ligamento tarsal foi utilizado o snap test, projeção lateral e projeção anterior. Para avaliação da sustentação tarsal foi utilizado o canto lateral, vetor e distância canto-órbita.
Resultados: A partir de setembro de 2018 foi implementada a padronização de avaliação de margem palpebral para realização de blefaroplastia inferior.
Conclusão: A padronização de um procedimento evita intercorrências e complicações futuras de pacientes.

Palavras-chave: Doenças palpebrais; Blefaroplastia; Blefaroptose

 

ABSTRACT

Introduction: Properly performed periorbital aesthetic surgery is one of the most rejuvenating procedures of all facial surgeries. However, there is no standardization in procedures necessary to reduce the chance of poor postoperative palpebral margin position.
Method: The HU/UFSC plastic surgery service created a pre-surgical eyelid margin standardization. To evaluate the tarsal ligament, the snap test, lateral projection and anterior projection were used. To evaluate the tarsal support, we used the lateral corner, vector and corner-orbit distance.
Results: As of September 2018, the standardization of eyelid margin evaluation was performed for lower blepharoplasty.
Conclusions: The standardization of a procedure avoids future complications and complications of patients.

Keywords: Blepharoptosis; Eyelid diseases; Eyelids

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons