ISSN Online: 2177-1235 | ISSN Impresso: 1983-5175

Mostrando de 1 até 1 de 1 resultado(s)

Busca por : Aristóteles Bersou Jr

Complicações com Próteses Mamárias

Aymar Sperli, Aristóteles Bersou Jr., José Octávio G. de Freitas, Nilceo Michalany
Rev. Bras. Cir. Plást. 2000;15(3):33-46 - Artigo Original

PDF Português PDF Inglês

RESUMO

Os autores apresentam sua experiência em 25 anos de atividade, em pacientes da clínica privada e do seu Serviço de Ensino, onde o número crescente de cirurgias de inclusão de próteses de silicone tem levado, conseqüentemente, à maior incidência de casos de complicações locais, sem que nunca se tenha detectado qualquer tipo de complicação de ordem sistêmica, tais como advento de doenças auto-imunes ou neoplásicas. São analisadas as complicações locais mais comuns, correlacionando-as com os tipos de próteses utilizadas e seu período de fabricação. O estudo do envoltório das próteses, assim como das cápsulas orgânicas, deixam claro que se deve ponderar bastante, em caso de troca de próteses, quanto à capsulotomia ou capsulectomia, o tipo de revestimento da prótese, assim como a necessidade do esclarecimento documentado às pacientes, durante a primeira consulta, quanto às variantes favoráveis ou desfavoráveis inerentes a cada tipo de prótese. A Documentação macro e microscópica das complicações locais são bastante elucidativas e visam contribuir para a decisão quanto ao tipo de prótese a se utilizar: gelatinosas lisas, gelatinosas texturizadas simples e com poliuretano, ou próteses texturizadas infláveis, salinas. Não existe consenso quanto à prótese ideal, mesmo porque ainda não podemos defini-la. Conclui-se, definitivamente, que as manobras de squeeze (compressão manual externa, não invasiva, das mamas endurecidas) estão totalmente superadas, assim como as próteses de revestimento liso tendem a ser cada vez menos utilizadas, pela possibilidade de ocasionarem maiores complicações.

Palavras-chave: Mamaplastia e complicações; silicone e complicações; próteses e complicações

 

ABSTRACT

The authors present their 25-year experience assisting patients in their private clinic and in their Educational Service. The increasing number of silicone prosthesis implants has increased the incidence of complications related to this procedure, but a systemic complication such as autoimmune or neoplastic disease was never observed. The most common local complications are studied and correlated to the different prostheses types manufactured over the years. The study of the prostheses coats and the organic fibrous capsules help to find the best decision in case of prosthesis replacement. These decisions may involve: peiform a capsulotomy or a capsulectomy, the best prosthesis coat type, the need of a documented information to the patient, the risks and benefits related to the procedure. Microscopic and macroscopic analysis of the local complications may help to decide the best prosthesis to be used: thin coat silicone gel prosthesis, textured lining coat prostheses, polyurethane overlapping coat prostheses, or inflatable saline-filled prostheses. There is no consensus about the ideal prosthesis. In conclusum, the squeezing maneuver (non-invasive manual compression of the hardened breast) must not be performed, thin coat siliconegel prostheses are more associated to complications and should not be used.

Keywords: Augmentation; mammaplasty and complications; silicone and complications; prosthesis and complications

 

Patrocinadores

Indexadores

Licença Creative Commons Todos os artigos científicos publicados em http://www.rbcp.org.br estão licenciados sob uma Licença Creative Commons